terça-feira, 14 de maio de 2013

Estuprando a Lei?


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Marcelo Cardoso

Senhor Cláudio Lemos Fonteles: Palavras suas, de acordo com matéria veiculada no Globo Online de 10 de maio passado, proferidas por ocasião do depoimento do Coronel reformado Carlos Alberto Brilhante Ustra: 'Estamos dando a ele uma oportunidade de se defender, de contar o que sabe. Se ele se cala, está ensejada a presunção de culpa'.

Como um homem que tem como currículo ser mestre em Direito e ter sido Procurador-Geral da República e assessor do Ministério Público Federal ousa cometer tamanho estupro contra a lei e o próprio bom senso, atacando de modo tão vil o que prescreve o inciso LVII do artigo 5º do texto constitucional brasileiro?
Onde, em que compêndio jurídico, Vossa Senhoria teria encontrado essa figura desconhecida, a 'presunção de culpa', que estabelece a desconfiança como pressuposto legal absoluto? Seria ela, então, o norte da bússola ética da Comissão Nacional da 'Verdade'?

Na condição de respeitável cidadão do Brasil, permito-me exigir mais respeito para com o país, de sua atuação como presidente da CNV. Instituição cuja máscara, aos meus olhos, demonstra estar gradativamente indo ao chão.

Marcelo Fernandes Elizardo Cardoso é Engenheiro e Jornalista - marcelo.cardoso.br@globomail.com

5 comentários:

Anônimo disse...

estou sentindo um desprezo tão grande por esta tal CNV. não sei o que será do povo brasileiro se as FFAA não salvá-lo destas pessoas cujas veias, corre a essência da perversidade. mentir e enganar são traços básicos na personalidade destas. vc matou, roubou, assaltou, usou bombas pra matar pessoas inocentes e ainda faz o povo de bobo pagando indenizações e pensões pra bandidos que deveriam estar na cadeia. o estado tem o dever de zelar pela integridade dos cidadãos e foi isto que os agentes do estado fizeram, proteger cidadãos inocentes de bandidos irresponsáveis, que colocavam a vida de inocentes em risco.
O ÚNICO SENTIMENTO QUE SINTO POR VCS (CNV), É REPUGNÂNCIA, NOJO.

josé maria pessoa de melo disse...

Senhores! a CNV nada tem de verda-
de. Onde a verdade será respeitada
quando ausente do mentiroso e do
verdadeiro, jamais, deixará de ser
bilateral, pois, nada sendo escla-
recido das duas faces.

O que temos é uma conjuntura ab-
jeta, formada por um revanchismo;
data venia: sou também um homem,
que, dedicado ao serviço com lisura
à Pátria e estou cada dia mais de-
cepcionado com esse governo petista.

Senhores, desculpem-me, por não
possuir uma verbosidade vernácula
e expressar-me à altura, jurídica-
mente, merecida a essa situação, na
qual encontra-se, a nossa magnânima
PÀTRIA.

Anônimo disse...

A Canalhice Notoriamente Velada (CNV) é o que há de mais abjeto na história jurídica do Brasil!

Levy Lima disse...

Essa Canalhice Notoriamente Velada - CNV, é o que há de mais abjeto na história jurídica do Brasil.

Anônimo disse...

Caro Marcelo Cardoso, mesmo essa pessoa tendo sido mestre em Direito e Procurador-Geral da República e assessor do Ministério Público Federal não esqueçamos que ele conhece bem Lula que quando se cala é porque tem todos as culpas do cartório e por isso acredita que todos são iguais, não pode certamente intender que alguém pode se calar por nojo da ignomínia dessa comissão.