sexta-feira, 14 de junho de 2013

Ações criminosas de terror vão se somar à ideológica tensão urbana que promove o “Inverno Brasileiro”

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Leia também o site Fique Alerta – www.fiquealerta.net
Por Jorge Serrão
serrao@alertatotal.net

Um observatório independente de estudos sobre violência transmitiu ontem à noite às forças armadas a informação de que organizações criminosas pretendem intensificar ações psicológicas para  aumentar o medo da população – principalmente em grandes centros urbanos. Os bandos vão agir mais facilmente se aproveitando que as Polícias Militares estão mobilizadas para atender, prioritariamente, à repressão contra passeatas ideologicamente organizadas para pedir a revogação de aumentos de passagens de ônibus.

A tática dos criminosos é bem conhecida. Incendiar ônibus. Aumentar o número de assaltos a mão armada com uso de violência. Promover arrastões em restaurantes. Invadir condomínios de classe média. Intensificar os sequestros relâmpagos, sobretudo em regiões classe A. Atacar carros-fortes, preferencialmente em estradas. Saquear caminhoneiros. Fazer tentativas de resgates cinematográficas de presos durante deslocamento entre tribunais e presídios. Assassinar policiais civis e militares, de preferência em latrocínios programados. Ensaiar rebeliões em penitenciárias.

Enquanto o Crime Organizado age operacionalmente, seu braço ideológico atua politicamente para fragilizar a autoridade e forçar a repressão policial em ações psicológicas urbanas. A tática de guerrilha ficou clara nos protestos de ontem à noite em São Paulo e no Rio de Janeiro. Grupos de manifestantes foram claramente escalados para provocar a Tropa de Choque da PM, forçando-os a revidar. Se a PM não faz nada, eles partem para depredação urbana. Se a polícia age, com o mínimo de rigor que seja, o ato recebe o carimbo de “repressão autoritária”.

Trata-se da típica guerra de 5ª Geração. Em outro campo, fora das ruas e da ação direta de marginais violentos, os agentes de influência ideológicos intensificam seus ataques de propaganda para desmoralizar e acuar as Forças Armadas – sobretudo o Exército. Tal papel é feito pelas tais Comissões da Verdade cobrando punição aos que taxam de “torturadores do regime de 1964) e exigindo a revogação da lei de anistia de 1979 (apenas para punir os agentes do Estado e não os criminosos da guerrilha urbana).

Tais comissões (que só querem mesmo manipular a verdade) cumprem o papel tático de provocar os militares – principalmente aqueles na reserva ou reforma que não têm mais o poder efetivo da força armada. A intenção é ver se algum deles radicaliza, parte para a violência e justifica uma repressão estatal pelo governo petralha. Ao mesmo tempo, o movimento serve para acuar os militares na ativa – que não explicitam qualquer reação mais enérgica contra os ataques diretos às Forças Armadas, sobretudo porque temem o rótulo de “golpistas”.

Assim, o forçado silêncio das legiões incentiva seus inimigos reais a fazerem mais pressão contra os guardiães da soberania nacional – já detonada pelos internacionalistas globalitários com a mentirosa grife de esquerda. No final das contas, qualquer radicalização, seja de que lado ideológico vier, serve apenas ao sistema transnacional que controla e subjuga o Brasil aos seus interesses. Para tal esquema, vale a tática do lema: “quanto pior melhor”.

Como bem define o economista Adriano Benayon, estudioso do globalitarismo, a suposta esquerda ou seu contraponto (a mal definida direita) são manipuladas pela Oligarquia Financeira Transnacional. O professor Benayon resumiu, recentemente, um princípio que bem define como funciona tal esquema ideocrático (as ideologias sendo usadas para tomada, manutenção e ampliação do poder): “A oligarquia globalitária não tem preferência ideológica: ela cria as que lhe interessam para não perder o poder sobre a sociedade”.  

Eis o “Inverno Brasileiro” – apenas com algumas diferenças pontuais em relação aos protestos que ficaram famosos mundialmente como “Primavera Árabe”. Aqui, a luta por democracia, com o suposto “povo na rua”, é apenas um simulacro. O objetivo final é uma democradura dentro de um sistema Capimunista (no qual o Estado intervém em tudo que o regramento excessivamente criado lhe concede “legitimidade”. Os três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) encenam este teatrinho de marionetes do John Worm (João Minhoca).

O clima ideologicamente fabricado de confronto, radicalização, violência e terror psicossocial é para justificar uma intervenção efetiva ou apenas no campo do discurso das “forças repressivas” do governo federal. Tal movimento fica bem claro na área de (in)segurança dos Estados – para onde a Presidenta Dilma Rousseff pode mandar sua “Força Nacional” para “ajudar”. Governadores e prefeitos levam a culpa, enquanto o Ministério da Justiça e a Presidência da República oferecem “prestativas ajudas”, posando de “solucionadores”. Eis a marketagem política do caos.

O Brasil é um barril de pólvora com um povo cada vez mais de saco cheio, nervoso e prestes a apertar o botão da radicalização, se receber um mínimo incentivo ideológico. Símbolo perfeito de nosso estágio de loucura social é aquela pobre moradora de rua da cidade de Guarapari (no Espírito Santo) que virou fenômeno internacional no YouTube graças a uma despretensiosa reportagem feita com ela, em 2011, pela televisão local:


O que precisa ficar bem claro é que, se depender da vontade globalitária, ninguém vai acender o pavio do Brasil de pólvora. As radicalizações políticas têm caráter apenas pontual. O esquema de violência também tem seu ritmo de fluxo e refluxo, dependendo dos interesses de quem controla a maré econômica. Enquanto estivermos sob o regime do lucrativo pão e circo futebolístico da FIFA, com Copa das Confederações agora, Copa do Mundo em 2014, e Olimpíadas do Rio de Janeiro (em 2016), tudo ficará como sempre esteve.

O processo de submissão total do Brasil ao sistema globalitário está praticamente concluído, com quase nenhum sinal de que possa ser revertido. O esquema político de poder tende a sofrer “mudanças” apenas de mentirinha, no ano que vem, com o PT sendo trocado por algum PSDB aliado com o PSB, a Rede (da Marina Silva), o Solidariedade (do Paulinho da Força Sindical) ou a Mobilização (de Roberto Freire).

O Brasil subverte a famosa Lei de Lavoisier sobre a conservação das massas. O Químico francês definiu que “na natureza, nada se cria e nada se perde, tudo se transforma”. Aqui em nossa rica colônia de exploração mantida artificialmente na miséria pelos poderes globalitários (porque nós sempre assim o permitimos), “em nossa natureza política, tudo se cria, cada vez mais se perde e nada se transforma para melhor”.

Sobrevivemos no cenário perfeito para os sociopatas no Governo do Crime Organizado se locupletarem, enquanto a maioria do ignorante povo brasileiro nem tem condições de reagir, pois sequer tem condições de saber quem é seu verdadeiro e permanente inimigo. Eis porque o “Inverno Brasileiro” bem que podia ser rebatizado de “Inferno Brasileiro”. O lixo pichado pelos lixos em nossa bandeira retrata bem o estágio infernal da nossa Pátria dominada por Filhos da P... (deixa pra lá...).

(Fora da) Lei dos Partidos

O Supremo Tribunal Federal vai derrubar a liminar do ministro Gilmar Mendes que suspendeu a tramitação no Congresso de um projeto de lei casuístico, antidemocrático e inconstitucional que limita a criação de novos partidos políticos.

Mas a piada é que, embora abra agora mão de “intervir” nos trabalhos legislativos” (o que não pega bem em uma suruba institucional como a brasileira), assim que a ilegalidade for aprovada na Câmara e no Senado, ela será novamente questionada no STF.

Aí os 11 ministros (aqueles que tiverem um mínimo de bom senso democrático) poderão carimbá-la como inconstitucional, além de ser casuística e desequilibrar a disputa eleitoral de 2014 – conforme tese acatada pelo ministro Gilmar Mendes.

Lei das Domésticas

Mais um brilhante instrumento psicossocial criado para gerar conflitos e confusões na classe média será alvo de debate semana que vem, em São Paulo.

A Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas promove no dia 17, das 9h às 13 horas, o encontro “Lei das Domésticas: implicações jurídico-constitucionais”.


Pobre Bilionário

Os jornais avacalham que as empresas do bilionário Eike Batista já devem mais do que valem.

O Grupo EBX tem dívida de R$ 18,8 bilhões e um patrimônio líquido de R$ 18 bilhões.

As empresas de Eike já perderam, desde 2010, R$ 86 bilhões em valor de mercado – o que é uma profunda tristeza para aquele que o capimunismo petista gostaria de ter como seu símbolo máximo de sucesso.

A volta de quem nunca foi?



Ou se preferir, o novo Budão...



Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 14 de Junho de 2013.

19 comentários:

Anônimo disse...

Não se corta rabo de lagartixas. Cortem a(s) cabeça(s)!

Anônimo disse...

O povo brasileiro só tem um caminho: se unir, se conscientizar pra lutar contra estas forças do mal. Que estes inocentes úteis abram os olhos e parem de colaborar.

Anônimo disse...

No inicio do seu segundo paragrafo:

"A tática dos criminosos é bem conhecida."

Nada mais è que uma guerra assimétrica, com resultados devastadores pois no final vai sobrar para todo o mundo, incluindo para esses terroristas agentes diretos da guerra assimétrica.

Daí para a guerra civil, já não tem passo algum para dar. Temos exemplos disso um pouco por todo o mundo.

Anônimo disse...

Facebook, Hotmail, Gmail, Google, Yahoo, Skype, You Tube.... e por ai fora!

"Durante anos postamos artigos sobre a quantidade extrema de vigilância no estilo Big-Brother que está acontecendo nos Estados Unidos e no mundo. Enquanto alguns vem rejeitando essas histórias como "teorias da conspiração paranóicas", as revelações recentes sobre o projeto PRISM da NSA (Agência Nacional de Segurança dos EUA) provam que não havia teorias envolvidas - apenas fatos simples.

PRISM é um programa ultra-secreto que permite que a NSA acesse diretamente os servidores de vários serviços on-line e obtenha todos os tipos de informações sobre seus usuários.

O jornal britânico The Guardian no entanto, publicou slides do PowerPoint ultra-secretos vazados, usados em treinamentos de agentes da NSA, que afirmam claramente que: 1 - A NSA pode acessar diretamente esses servidores e 2 - A maioria dos principais provedoresde serviço estão diretamente envolvidos no programa. Aqui estão os slides.

(...)"

http://www.anovaordemmundial.com/2013/06/prism-governo-big-brother-olho-nu.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+UmaNovaOrdemMundial+%28Uma+Nova+Ordem+Mundial%29

Anônimo disse...

"Governo lança linha de R$ 18,7 bi para móveis e eletrodomésticos.

Financiamento de até R$ 5 mil será oferecido aos mutuários do Minha Casa, Minha Vida.

(...)

O benefício, chamado pelo governo de Minha Casa Melhor, terá juros de 5% ao ano e um prazo máximo de 48 meses para o financiamento. Cada família pode financiar até R$ 5 mil, segundo informou nota divulgada pelo Ministério das Cidades.

(...)"

http://economia.ig.com.br/2013-06-12/mutuarios-do-minha-casa-ganham-linha-de-r-17-bi-para-moveis-e-eletrodomesticos.html

Full disse...

O Brasil está assistindo, acredito, ao maior ataque da história a sua soberania e sua identidade. Com o pretexto de diminuir o preço das passagens de ônibus circulares nos grandes centros, um grupo muito bem organizado, com viés ideológico explicito e a nítida intenção de promover o caos, implementam ações de violência e deboche, atacam patrimônio público, agridem pessoas comuns e policiais enquanto cumprem o seu dever. Sem motivo algum, somente o de escrachar a nossa tão usurpada Nação, queimam e picham a Bandeira Nacional como se fosse um trapo, um pano velho, atingindo a todos os Brasileiros decentes deste País, nos impondo um sentimento de impotência diante de tamanha agressão ao Povo Brasileiro, á sua Honra e sua soberania, nos fazendo assistir a um verdadeiro massacre de nossa identidade simbolizada na nossa Bandeira. Impossível de acreditar que estes “Senhores” que estão participando desta barbárie, e dos que, dos bastidores, escondidos atrás de um posição social, de um cargo político ou público ou na direção da nação, são Brasileiros, são filhos de Solo onde a Mãe Gentil lhes deu tudo, demonstram na verdade, serem de uma terra distante, que sorrateiros, traiçoeiros, como proposto por Gramsci, se instalaram em nossas terras, se fazendo passar por um de nós, espiões infiltrados com o objetivo de dominar nossa gente, destruir nossas famílias, impor uma realidade que não é nossa. Onde estão os “Brasileiros” que detém o poder sobre as Armas, os Brasileiros que outrora nos livraram deste mal que insiste em nos corromper. Vivemos num país onde, um torcedor que investir contra a bandeira do adversário, queimar ou pichar a flâmula alheia, corre o risco de ser linchado em praça pública, tamanha a adoração do símbolo de seus times, o Brasil é o time de todos, que todos os torcedores de todas os times Brasileiros, comecem a cultivar o mesmo amor pela Bandeira Nacional, que qualquer cidadão, de qualquer nação do universo, saiba que na nossa identidade ninguém tem o direito de tocar, que o nosso povo e nossa terra merecem respeito. Nossos braços estarão sempre abertos para todos os povos que por ventura venham residir e continuar suas vidas em nossa terra, serão acolhidos como irmãos que somos, em contrapartida esperamos o “mínimo” que é o Respeito. Os marginais disfarçados e infiltrados nestas manifestações, influenciando gente inocente, incitando a criminalidade em nossa gente pacífica, deveriam ser identificados urgentemente, sua identidades reveladas para toda a nação, buscar incessantemente suas ligações com as pessoas dos bastidores. Os “Senhores” dos bastidores são os responsáveis por toda ação visível ao povo, são os verdadeiros incitadores da violência e de todo o resto que estamos assistindo, são os que promovem boatos, são os que atacam o STF, são os que propõem leis absurdas, são os que ameaçam veladamente, são os que bancam as amantes com nosso dinheiro, são os que tentam ensinar sexo para crianças de 5 anos, são os que incitam o ódio racial, são os que influenciam os índios, enfim, são sempre os mesmos que promovem toda esta bandalheira. Não podemos mais aceitar tamanha agressão à Pátria Amada Brasil, precisamos do “Povo Heroico” outro “Brado Retumbante”, para que o Brasil, de amor eterno continue sendo o símbolo, para o lábaro estrelado e o verde-louro dessa flâmula continue dizendo – “Paz no futuro e glória no passado.” Que da Justiça seja erguida a “Clava forte” onde demonstraremos que um “filho seu não foge à luta”.
Somos verde e amarelo, aceitamos a todos, mas nunca nos tornaremos vermelhos!
bigfull.wordpress

Manoel Vigas disse...



Saudações.

**************
sábado, 31 de julho de 2010

Soberania e Cidadania
Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Antônio Ribas Paiva

Guerra de 5ª geração é toda tentativa de origem externa, por quaisquer meios, que objetive minar o cenário político – econômico – tecnológico – psicossocial – ambiental – militar, de um país, através de agentes internos ou externos. (conceito UND)

É o que tem submetido a Soberania Nacional Brasileira, porque essa geração de guerra, por ser subliminar, não tem sido adequadamente detectada e enfrentada pelos nossos agentes públicos.

Na verdade, por ser permanente e de frente difusa, esse tipo de guerra precisa ser travado por toda a Nação, a partir dos seus segmentos esclarecidos, civis e militares.

O legislador constitucional, de forma brilhante, embasa tanto o direito como a responsabilidade e o dever de todos, quanto à segurança pública, nos artigos 142 e 144 da Constituição Federal.

O artigo 142 da Carta Política trata da destinação das Forças Armadas, mas não exclui a responsabilidade da nação. O artigo 144 é impositivo: “segurança pública, direito e dever de todos...”

A Soberania Nacional é o primeiro item da Segurança Pública!

Esse dever constitucional, portanto, confere poder de Polícia, a todos, investindo os naturais da terra em membros do Ministério Público, que devem denunciar às autoridades toda e qualquer ameaça ou dano à Soberania Nacional, sob pena de traição. (crime militar arts 142 e 357 CPM)

Esse é o esforço de guerra necessário, tanto à preservação da Soberania, quanto ao pleno exercício da cidadania!

Antônio José Ribas Paiva, Advogado, é Presidente da União Nacionalista Democrática (UND).
Postado por Alerta Total de Jorge Serrão às 00:02
**************
Atenciosamente.
Manoel Vigas

Anônimo disse...

ja assistiram walking dead? é a mesma coisa, se armem e tiro na cabeça, a zumbizada vem aí. de agora em diante, invadiu propriedade, mete bala e depois pergunta quem eh

Anônimo disse...

Ontem a PM foi a PM. A repercussão lógico foi de critica em especial do grupo Folha, que teve jornalistas atingidos. Fizeram uma pesquisa com pouco mais de 800 pessoas e estampam que a maioria (?) é a favor dos protestos (52 a 48). Os baderneiros prometem nova manifestação segunda feira. Sugestão ao governador. Mantenha a PM aquartelada. Certamente teremos duas coisas ou o movimento se esvazia por falta de confronto ou se eles quebrarem tudo jogar a população contra eles e culpar quem se diz favorável aos baderneiros.

Anônimo disse...

A grande mídia sensacionalista foi atingida ao ver alguns de seus repórteres serem atingidos. Me pergunto o que eles faziam junto aos baderneiros, pois deveriam estar próximos da lei. Baderneiro é criminoso e se coloca a seu lado baderneiro também é. Não tem como identificar quem é quem. Viva a Polícia que tem que cumprir seu papel e pau nesses vagabundos.

Estéfani JOSÉ Agoston disse...

Sugiro que tal descoberta "Inteligência militar identifica ação político ideológica por trás de protestos contra aumento de passagens" merece o prêmio Nobel da obviedade. Como não haveria um componente político ideológico energizante por detrás de movimentos sociais, como podem acontecer movimentos sociais sem uma componente politica e ideológica? Pois a Fome por si só, dificilmente motiva movimentos sociais de tal vulto, pois se o fizesse assim a Fome, então o Norte e Nordeste brasileiro seriam campos sangrentos, com milhares de mortos por balas e esquartejamentos.

O obvio ululante que são os julgamentos precipitados, eivados de partidarismo político ideológico até marxista, nos trouxeram até o labirinto em que estamos. A título de exemplo meciono um julgamento precipitado até bem recente aquele que considera Obama Barbosa (min. Joaquim Barbosa) como um "salvador", pois a haver declarações desse Obama brasileiro, é admirador incondicional de Lulla e Dilma Roussef e das ações desses dois comunas, das quais ações convenhamos podemos pinçar o prestígio e apoio absoluto a corruptos, malfeitores, invasores de terras, membros das FARC, etc.etc.; sugiro que assim, podemos acreditar que Obama Joaquim quando afirmou que admira os governos e ações de Lulla e Dilma, também admira a proteção a corruptos e malfeitores, invasores de terras, membros das FARC que é concedida por Lulla da Silva e Dilma Roussef, pois admirando as ações e governos desses dois pilantras, em decorrência admira os resultados; ou alguém considera ou sugere o contrário?

Sugiro que no meio militar brasileiro, no meio da mídia, jornalistas, etc. existam muitAs melancias, muitos socialistas disfarçados em cidadãos de bem; cautela com tais pessoas que buscam mudar para tudo continuar como está.

Anônimo disse...

Corram líderes petistas, podem correr que o pau vai quebrar pra cima de vocês.

Anônimo disse...

Que venha a guerra civil!

Anônimo disse...

Tânia SP
PM pra cima dos baderneiros, ou melhor, dos idiotas, estão sendo feitos de bonecos, por comunistas, e acham q são espertos, acordem seus tontos, vão se informar antes de sair nas ruas quebrando td, vcs só têm tamanho, prq cérebro nenhum! Idiotas, marionetes de terroristas, saiam as RUAS pra tirar este PT do Brasil, é ai q mora o CÂNCER do Brasil, entenderam????

Anônimo disse...

Pichar a nossa bandeira, ESTÁ MAL!

Deviam ser punidos de uma modo drástico: cortarem-lhes as mãos!

Anônimo disse...

FFAA, pelo amor de Deus, socorram-nos enquanto há tempo.

Anônimo disse...

O DECÁLOGO DE LÊNIN


Vejamos o que diz o tal "Decálogo":

1 – Corrompa a juventude e dê a ela total liberdade sexual;

2 – Procure se infiltrar nos meios de comunicação de massa, e depois controle todos eles;

3 – Divida a população em grupos antagônicos, incitando-os a promover discussões sobre assuntos sociais;

4 – Destrua a confiança do povo em seus líderes. Faça com que eles fiquem com a imagem denegrida perante a opinião pública;

5 – Fale sempre sobre democracia e em Estado de Direito; mas assim que puder (e tão logo haja a primeira oportunidade), assuma o poder sem nenhum escrúpulo;

6 – Colabore para o esbanjamento do dinheiro público; coloque em descrédito a imagem do País (principalmente no exterior), e provoque o pânico e o caos na população por meio da inflação;

7 – Promova greves, mesmo ilegais, nas indústrias vitais do País;

8 – Provoque distúrbios sociais e contribua para que as autoridades constituídas não as proíbam;

9 – Contribua para a destruição dos valores morais, da honestidade e da crença nas promessas dos governantes. Nossos parlamentares infiltrados nos partidos democráticos devem acusar os não–comunistas, obrigando-os, sem pena de expô-los ao ridículo, a votar somente no que for de interesse da causa socialista;

10 – Procure catalogar todos aqueles que possuem armas de fogo, para que elas sejam confiscadas no momento oportuno, fazendo, assim, com que seja impossível oferecer qualquer resistência à nossa causa.

Estéfani JOSÉ Agoston disse...

Cansei de ler artigos, textos e comentários com reclamações sobre a apatia popular diante do descalabro implantado no Brasil pelos governantes civis pós governos militares; uma porção de guerreiros do teclado enchem páginas e páginas reclamando de tal apatia, porém no momento em que o povo sai às ruas para protesto, pimba, malham o povo, chamando-os de "desocupados, vandalos, nóias, inimigos da Nação" e outros epítetos similares. Para mim, a não ser que ventos de loucura soprem aqui no Brasil, não há como justificar tamanha falta de coerência com afirmações anteriores desses magníficos guerreiros de teclado e sobre isso escrevi em meu blog de nome GRIFAO.

Ainda uma menção, não é necessário utilizarem o anonimato, pois certamente o governo norte americano informa à dona Dilma Roussef os nomes dos senhores, até talvez informando o cheiro de vossos pums.

Anônimo disse...

Estéfani é a típica defensora dos mensaleiros e do desgoverno do crime organizado: dilmônia e lulalau.
Porque não vai teclar no blog da esgotosfera "conversa fiada"?, já que lá tem gente, cuja linguagem se assemelha a sua.