quinta-feira, 20 de junho de 2013

Fadiga Política

“Nada existe de permanente, a não ser a mudança” (Heráclito, 540-470 a.C.).

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Maynard Marques de Santa Rosa

Nos comentários que fez, em 1947, sobre a sociologia psicológica de Pareto, Gilberto Freyre consagrou o conceito de fadiga política – “A fadiga do povo em face de seus líderes, que induz os mesmos efeitos da fadiga industrial entre os operários”.

Os sintomas parecem evidentes. Após longo ciclo de anomia política, as manifestações do chamado “movimento passe livre” começam a quebrar a inércia da estabilidade artificial a que o Brasil vem submetido, há mais de 20 anos.

As causas de insatisfação foram claramente resumidas pela jornalista Ruth de Aquino, em seu artigo de 14/06/2013, O Outono da Ignorância, na Revista Época: “Os preços sobem, a inflação está em alta, os impostos absurdos não revertem em saúde, moradia, transporte e educação, os empregos começam a minguar, as empresas demitem em massa, sem repor vagas. (...) O noticiário continua coalhado de mordomias no Legislativo, Judiciário e Executivo”. A essas razões poderíamos aditar a corrupção renitente e a frustração popular ante a expectativa de impunidade do “mensalão”.

Menos avaliada é a questão da ineficiência do setor público. A existência de 39 ministérios transforma o governo em um fórum inócuo e caro, onde muito se discute e pouco se decide. Só com o aluguel de imóveis fora da Esplanada dos Ministérios, a despesa ultrapassou R$ 2 milhões por dia em 2012, num total de R$ 741,4 milhões, segundo o SPU.

O uso de cargos políticos para cooptar apoio dilui o poder delegado e, portanto, a capacidade de decisão, concentrando-o na autoridade delegante, tornada árbitro de tudo.

Além do mais, os negócios públicos têm sido em geral conduzidos de uma forma parcial e facciosa, que põe em risco a liberdade, a harmonia social e o direito de propriedade.

As intervenções erráticas e a falta de coerência na condução da economia afetaram a credibilidade e já se refletem nos investimentos, levando à estagnação. E o estímulo equivocado ao consumo sem preocupação com o aumento da oferta, alimenta a inflação, reduzindo a confiança do consumidor e a atividade econômica que gera emprego.

Assim considerado, o modelo patrimonialista adotado no País nas duas últimas décadas parece exaurido. O enigma do “day after” é que manifestações provocam mudança, mas não apresentam soluções, ensejando espaços de poder para novas aventuras.

Em meio a expectativas de toda a ordem, uma única coisa é certa: o Brasil está fatigado e precisa mudar. Uma agenda de desafios se impõe, portanto, na definição das prioridades futuras. E a primeira providência precisa ser a varredura do entulho ideológico, desobstruindo o caminho do progresso.

Maynard Marques de Santa Rosa é General de Exército na Reserva.

7 comentários:

Estéfani JOSÉ Agoston disse...

Snhor general Maynard Marques de Santa Rosa:Finalmente deparo com um alto oficial das FFAA, general no caso presente, escrevendo sabiamente. Primeiro li suas palavras no Grupo Guararapes e depressa vim até aqui para externar minha alegria ao encontrar um Homem arguto e de bom senso. Agora, no cadinho das adversidades, penso que surgirão os futuros líderes brasileiro.

Penso que nossa Nação precisa de brasileiros de bom senso, comedidos, argutos e com capacidade de pesar fatos sabiamente, e em decorrência, tomar decisões sábias, todas sempre pelo Bem Comum.

Anônimo disse...

Senhor General Maynard Marques de Santa Rosa.

V.Exª. è uim líder nato. Possui carisma. De toos seus camaradas de armas, V.Exª. è o único que não è frouxo, indeciso. Sabe o que quer e para onde vai ou poderá ir.

Se V.Exª. um dia chefiar alguma Junta de Salvação Nacional, como ex-operacional, segui-lo-ei.

MARCELO VICTOR disse...

Uma reforma política urgente parece ser a melhor forma de combater o terrível mal de termos ignorantes, guerrilheiros e quadrilheiros no poder da nossa nação.

Creio que uma boa solução seria destacar um funcionário público de carreira, do nível Diretor/Presidente/Comandante, de cada órgão central da administração pública brasileira para compor o Congresso Nacional por 4 anos ou mais.
As vantagens são muitas:
1 - Tais pessoas já conhecem a administração pública (diversamente da maioria dos políticos);
2- Elas já residem em Brasília (diversamente dos políticos);
3 - Elas continuariam recebendo o mesmo salário com algum pró-labore (diversamente dos políticos);
4 – Elas podem debater os projetos de lei com conhecimento de causa (diversamente dos políticos);
5 – Tratam-se de brasileiros que estudaram e foram aprovados em concursos públicos (diversamente dos políticos);
6 - Trariam significativa economia para a nação, pois são em menor número do que a verdadeira ilha da fantasia que se transformou o Congresso (mais de 500 deputados e mais de 80 senadores);
7 – Não há qualquer prejuízo para a democracia, pois são gente oriunda do povo e de todos os Estados do Brasil;
8 – Dar-se-ia um fim na eleição de pessoas patrocinadas por empresas nacionais e estrangeiras, as quais são postas no Congresso unicamente para defender os interesses dessas corporações;
9 – Eliminar-se-iam os risco de criminosos, patrocinados pelo crime organizado, FARC e outros organismos nefastos, ascenderem ao poder, criando leis para defende-los.

Imaginem só termos pessoas capacitadas para elaborar nossas leis e nos representar em qualquer parte do mundo.
Pessoas que passaram pelos diversos filtros institucionais ao longo de suas carreiras e que galgaram os postos mais altos de suas instituições por mérito.

Eu me refiro a instituições como: Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, os diversos Tribunais Superiores, TCU, Banco Central, Polícia Federal, FFAA, Ministérios, Secretarias, Agências Nacionais, Receita Federal, entre outros órgãos.

Poderia fazer parte ainda um membro da Confederação das Indústrias e do Comércio, e um representante religioso de um órgão central.

No caso da Presidência da República, a fórmula seria a mesma , ou seja, um Diretor/Presidente/Comandante, desses mesmos órgãos, de forma rotativa, seria destacado, para ser o legítimo representante da Nação.

Abaixo a IGNORÂNCIA e os fins POLÍTICO-ELEITOEIROS.

Anônimo disse...

Muito Bom.
É urgente que se faça também uma racionalização do Executivo.

Quarenta "ministros" não dá!

23.000 funcionários nomeados ad nutum, sem concurso, não dá!

PAC de obras superfaturadas e sem estudos de viabilização discutidos com o povo não dá!

Governar por Medida Provisória não dá!

Estéfani JOSÉ Agoston disse...

MILITARES DESPREZAM ASPIRAÇÕES POPULARES


MILITARES E CIVIS CONSERVADORES PRATICAM POLÍTICA SUICIDA - ATIRAM NOS PRÓPRIOS PÉS


Erros de estratégia, falta de pragmatismo, de visão ou simplesmente desprezo pelas aspirações da Nação?


Em todo e qualquer movimento social que envolva multidões ou grandes grupos, onde estejam conflitos, sempre, repito, sempre acontecem exageros, desvios de conduta, agressões, saques e até estupros.

Acontece assim agora nas manifestações populares que não contam nem ao menos com um comandante, uma chefia; iniciou com uma bandeira mas agora evolui para outras, pois nossa Nação está insatisfeita e descontente com os rumos imprimidos por sucessivos governos civis, sem exceção. Verdade é que até agora, felizmente, não aconteceram casos de violência sexual.

E a maioria dos senhores que vem até aqui, inclusive outros da mídia como Reinaldo Azevedo, Arnaldo Jabor, Jorge Serrão, Olavo de Carvalho e uma penca mais de jornalistas estão a descer o sarrafo nos manifestantes, chamando-os de "nóias, vândalos, inimigos da nação, desocupados, etc.etc.”, mencionando e apontando insistentemente principalmente as depredações e outros atos reprováveis, dando pouca ênfase no lado positivo que são as palavras de ordem, cartazes e pronunciamentos contra a corrupção, impunidade, etc.etc.

Todos os mencionados acima utilizam dois pesos e duas medidas; uma medida e um peso para as recentes manifestações, e outro peso e outra medida para alguns acontecimentos que se deram durante os governos militares que principiaram em 1964. Claro, como era inevitável nos conflitos que se deram durante os governos militares aconteceram atos condenáveis, desvios de conduta, exageros não só sob a ótica atual, mas também baixo a ótica daqueles tempos, mas que foram tolerados sem um mínimo de reproche da sociedade; aliás, ainda sem condenações pela maioria dos senhores e senhoras.

E agora os “guardiões da sociedade, guardiões da boa moral, guardiões da fé religiosa” mencionados acima não hesitam um instante em repudiar as manifestações populares em pauta, utilizando como desculpa os reprováveis atos de exceção de parte dos manifestantes.

De minha parte, considero que alguns acontecimentos que se deram durante os governos militares devam ser relegados ao esquecimento, pois durante conflitos erros são inevitáveis devido à condição humana, e que devemos sim buscar pontuar o lado positivo daquele movimento que iniciou em 1964, olhar o lado bom. Mas também agora ao observarmos os movimentos populares, precisamos olhar o lado bom deles e apoiá-los no que de bom se faça.

Pararam um momento para pensar se os generais de ‘costas brancas’, respeitáveis militares da reserva, saíssem às ruas e formassem um cordão entrelaçando os braços e à frente dos manifestantes com cartazes e tudo, cantassem em altos brados o repúdio à corrupção, impunidade e destruição de nossa Nação? Pensaram por um momento que fosse, mostrar publicamente a justa indignação que sentem?

Sugiro que parem de atirar nos próprios pés, e que passem a raciocinar com bom senso.

P.S- POVO NÃO FEDE, NÃO TRANSMITE DOENÇAS, NÃO CHEIRA MAL, POVO É POVO, CIDADÃOS TAL COMO EU OU OS SENHORES, TEMOS PAI, MÃE, FILHOS, NETOS, PARENTES E AMIGOS. CHEGAR PERTO DO POVO OU ANDAR AOS BRAÇOS COM O POVO NÃO TRANSMITE NENHUMA DOENÇA, VÍRUS (a não ser aqueles que corriqueiramente são encontrados até em nossas casas).

Estéfani JOSÉ Agoston disse...

REPUDIO AO PT DURANTE MANIFESTAÇÕES

6/20/2013

19h19 – Um grupo de cerca de 150 manifestantes do PT desistiu de permanecer na passeata depois por causa da crescente hostilidade por parte dos manifestantes que não querem a presença de partidos no ato. A passeata ainda se concentra na frente da TV Gazeta, na Avenida Paulista. Os manifestantes estão impedindo emissoras de televisão de transmitir imagens ao vivo do local.

19h08 – SÃO PAULO – Novo tumulto na Avenida Paulista por causa da presença de integrantes do PT na passeata. Uma bandeira do PT foi queimada. Os manifestantes ocupam toda a Avenida e pararam em frente ao prédio da TV Gazeta, na altura do número 900. Anteriormente eles soltaram rojões e disseram que “a luta não acaba aqui”.

19h08 – SÃO PAULO – Novo tumulto na Avenida Paulista por causa da presença de integrantes do PT na passeata. Uma bandeira do PT foi queimada. Os manifestantes ocupam toda a Avenida e pararam em frente ao prédio da TV Gazeta, na altura do número 900. Anteriormente eles soltaram rojões e disseram que “a luta não acaba aqui”.

18h14- RIO – Militantes de partidos políticos que levavam bandeiras à concentração para a passeata que acaba de começar no centro do Rio foram recebidos com vaias e palavras de ordem. “O povo unido não precisa de partido”, gritaram os manifestantes apartidários para um grupo que levava bandeiras do PSTU, do PCB e do PC do B e descia a Rua Uruguaiana em direção à Avenida Presidente Vargas, onde uma multidão está reunida. “Sem partido”, repetiam os manifestantes contrários à partidarização. “Sem fascismo”, respondiam os militantes partidários. (Luciana Nunes Leal e Heloisa Aruth Sturm, O Estado de S. Paulo

17h55 – SÃO PAULO – Seguem as hostilidades entre militantes do PT e o restante dos manifestante na Avenida Paulista. Já houve ao menos dois princípios de tumulto e agressões: os que não querem a presença de partidos na marcha, jogam garrafas d´água e puxam bandeiras de um grupo de cerca de 200 pessoas do PT. Acuados, eles seguiram no sentido Paraíso da Paulista, mas foram seguidos por um bloco ainda maior, sob gritos como “mensaleiros” e “sem partido”.

Militantes do PT tiveram que formar uma corrente humana ao redor das bandeiras do partido por causa das provocações vindas dos manifestantes contrários à presença da sigla na manifestação, na Avenida Paulista, nas proximidades da Rua Pamplona. Uma série de pequenos tumultos se formam ao redor do grupo petista, com troca de empurrões e muitos gritos e, eventualmente, socos entre militantes e pessoas contrárias ao PT. As agressões no entanto tem sido controladas até o momento em poucos segundos. Mas o clima segue tenso na Avenida Paulista.

fonte:http://blogs.estadao.com.br/estadao-urgente/protestos-ocorrem-em-75-cidades-e-terao-seguranca-reforcada/

Estéfani JOSÉ Agoston disse...

UM CHAMADO PARA O INTERIOR DE SÃO PAULO!!! OU UM CHAMADO PARA O FUNERAL DO GOVERNO CORRUPTO

Chamamos todas as cidades do interior para que nos
tornemos um único povo!!! Vamos apoiar São Paulo
e o Brasil. venham pra rua!!!!

IMAGENS DO PRIMEIRO ATO EM INDAIATUBA/ SP OU O FUNERAL DO GOVERNO CORRUPTO COM AS MANIFESTAÇÕES POPULARES

FUNERAL DO GOVERNO DA REPUBLICA TAMBÉM EM ITU/SP

Hoje aconteceu manifestação também em ITU/SP, tranquila, calma e ordeira; ocorreu lá que foi quase silenciosa, com poucas palavras de ordem; cerca de 10.000 pessoas marchando com cartazes. Sugiro que tal marcha silenciosa sem slogans políticos, sem PT ou qualquer outro maldito partido político, aconteceu assim pois existe um espírito único de repúdio aos acontecimentos em nossa Nação, a absoluta impunidade à corrupção e criminalidade, além de nos terem desarmado e deixado reféns de bandidos; os impostos escorchantes sem o mínimo retorno à população criam um sentimento comum que não necessita de palavras de ordem. Se duvidarem de minha afirmação, perguntem a qualquer cidadão de bem sobre o que pensa sobre o governo.


FUNERAL DO GOVERNO DA REPUBLICA, TAMBÉM EM SALTO/SP

AMANHÃ, SEXTA FEIRA DIA 20 DE JUNHO DE 2013, TAMBÉM ACONTECERÁ EM SALTO/SP MANIFESTAÇÃO POPULAR DE REPÚDIO AOS DESMANDOS DO GOVERNO. SUGIRO QUE ESSAS MANIFESTAÇÕES REPRESENTAM O FUNERAL DO ATUAL GOVERNO DA REPUBLICA, O REPÚDIO AO PÉSSIMO GOVERNO ATUAL E AOS ANTIGOS TAMBÉM.

P.S.-sugiro acessarem o endereço abaixo para assistirem o vídeo da manifestação em Indaiatuba/SP

http://www.youtube.com/watch?v=Pb-b2G_BYgM