segunda-feira, 3 de junho de 2013

Oligarquia Globalitária já aposta em chapa Aécio-Eduardo para tirar Dilma-Lula da Presidência

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Leia também o site Fique Alerta – www.fiquealerta.net
Por Jorge Serrão
serrao@alertatotal.net

O desgoverno do Brasil tem cada vez menos o controle do leme. Por isso, a Oligarquia Financeira Transnacional já prepara a substituição da petralhada no poder. Claro, será a velha troca de 13 por doze mais um. O controlador globalitário continua o mesmo. O modelo econômico neocolonial e entreguista também não se altera. Muda apenas o marionete.

Ninguém se surpreenda com uma chapa socialista fabiana formada entre Aécio Neves e Eduardo Campos, com o apoio de Marina Silva, arrastando insatisfeitos do PMDB com o PT para enfrentar Dilma Rousseff (ou, numa hipótese mais remota e mais desesperadora, Luiz Inácio Lula da Silva – que continua visitando o Hospital Sírio Libanês na calada das noites, em persistente tratamento de saúde). Os netos de Tancredo Neves e Miguel Arraes vêm com tudo contra a petralhada.

Enquanto a politicagem encena seu teatrinho, o sonho de riquezas do pré-sal já se transforma em mais um pesadelo da submissão do Brasil ao modelo globalitário da Nova Ordem Mundial. Para ilusionismo com os investidores, a Petrobrás promete dobrar a produção de petróleo e gás em 10 anos. Mas vão diminuir, pela metade, os repasses de royalties e participações especiais à União, Estados e Municípios. Esta é a interpretação da manchete-piada do jornal O Globo de hoje.

O que vier a ser produzido no pré-sal já tem destino certo: o mercado externo. A maior parte do óleo & gás daqui não vai servir para uso e nem como reserva energética ao Brasil. Diminuir os preços da gasolina, do diesel e do querosene nem passa pela imaginação do governo. Como a produção de “álcool” (marketeiramente batizado de etanol) também está sob controle estratégico de investidores estrangeiros e das transnacionais (principalmente a Shell), o consumidor brasileiro continuará pagando por um combustível caro e sem qualidade.

O Governo Dilma-Lula cumpre à risca o acordo entreguista com a Oligarquia Globalitária. Não foi à toa a pressa da Agência Nacional de Petróleo de antecipar para outubro o primeiro leilão de campos de petróleo do pré-sal. As grandes petroleiras - controladas pelos britânicos – devem arrematar o campo não por coincidência chamado de Libra (uma megareserva de 727 Km2, com supostos 12 bilhões de barris de óleo leve e de alta qualidade, na Bacia de Santos.

No leilão, literalmente para inglês ver e faturar, a Petrobrás ficará com 30% de participação. Mas tudo não passa de teatrinho do John Horn (João Minhoca). A Presidenta Dilma Rousseff já tem até pronta a minuta do decreto que vai criar mais uma estatal de economia mista para gerir o capital da exploração do pré-sal no regime de partilha. Trata-se da Pré-Sal Petróleo SA (provisoriamente chamada de PPSA).

Não è de graça que a revistinha Forbes elege a engenheira Maria das Graças Foster como a mulher mais poderosa do setor de negócios no Brasil. A Presidente da Petrobrás não foi posta no cargo por ser amiga da Presidenta Dilma. Graça está lá porque é casada com Colin Foster – que é o líder da Maçonaria Inglesa para a América Latina, representando diretamente os interesses da oligarquia britânica que comanda o sistema globalitário. Apesar do lobby maçônico da Graça, todo mundo sabe que quem manda de verdade na Petrobrás é seu diretor financeiro Almir Barbassa – este sim a linha direta da empresa com o sistema bancário transnacional.

Nesse cenário entreguista, o maior pregão do mundo – como já apregoa a propaganda do desgoverno entreguista dos petralhas – vai trazer grana para os cofres do governo – o que não garante que os recursos cheguem à sociedade. Ainda não se sabe como será a divisão dos royalties de Libra. O Supremo Tribunal Federal ainda vai decidir se a nova lei de distribuição dos recursos só vale para os novos contratos ou se pega também os antigos.

O modelo capimunista globalitário imposto à Petrobrás só aprofunda a dependência do Brasil às decisões da Matriz Colonizadora. De nada adianta o Brasil ter abundância de recursos naturais se o País não tira proveito deles. Sempre submisso ao modelo colonial, exportando matéria-prima, pouco produzindo coisas relevantes e importando o necessário para o consumismo –, a Terra do Nunca sempre será um mero projeto de Nação com futuro previsivelmente subdesenvolvido.

Neste clima de euforia entreguista, o cenário econômico parece uma piada de fazer chorar. A equipe econômica nunca esteve tão perdida. È vítima da própria armadilha do modelo improdutivo-entreguista. Não sabe como conter a inflação. A receita de aumentar os juros não tem efeito prático. O câmbio também deixa Guido Mantega e sua equipe em polvorosa. Até outro dia, a preocupação era com o Real valorizado. Agora, a dor de cabeça e o Dólar subindo.

O mercado já aposta na alta do dólar. Nem adianta o Banco Central do Brasil queimar reservas. Também de pouco serve contar mentiras – como faz o presidente do BC do B, Alexandre Tombini – de que o dólar subindo não afeta a nossa taxa de inflação. Só pode ser brincadeira dizer que isto não afeta a inflação (impactando todos os preços) de uma economia “brasileira” em franca desindustrialização e importando cada vez mais insumos e produtos.

Pé-fria?



Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 3 de Junho de 2013.

11 comentários:

Anônimo disse...

E o Brasil segue seu destino de colônia. O povo em nada se beneficia das grandes riquezas do país. No campo a coisa tá feia com essas ongs explorando os índios.
Sinto asco por estes governantes, salvo raríssimas exceções.

Anônimo disse...

Então... quer-se dizer... a merda dos militares nem estão por aí virados em colocar o Brasil nos trilhos!

Ora se eles fossem tomar no cu, faziam bem melhor!

Anônimo disse...

Anônimo de 11:50

não diga isto. estão organizando uma manifestação no dia 11/06/2013 às 9:00 na Praça dos Três Poderes em Brasília. esperamos uma posição do militares depois. Não fale assim deles porque são grandes pessoas. o que acontece é que, não podem se manifestar sem que a população peça ou exija uma atitude por parte deles. vamos aguardar.

Anônimo disse...

por favor, assinem a petição para a volta dos militares


http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoAssinar.aspx?pi=P2011N14172

Anônimo disse...

O abaixo assinado pela volta dos militares não consegue nem mesmo a assinatura dos militares. O Brasil mudou, e os militares responsáveis não estão nem aí pra esses velhinhos zangados que um dia eram arrogantes diante de um homem amarrado, sob tortura. Esses militares que estão com medo da Comissão da Verdade, deveriam era prestar serviços à comunidade, cuidar de casas de caridade, pra limpar mais a consciência que não os deixam dormir. Tchau, covardes!!

o povo que se fo disse...

po legal, da comprar ferrari pra porrar na marginal, da pra comprar jatinho de cinquenta milhoes, da pra encher o cu de picanha de segunda a segunda, da pra viver bem pra caralho assim, não precisa nem fazer faculdade

Anônimo disse...

Petição? O que sempre resolveu foi AÇÃO, povo nas ruas protestando!
Até a viadagem sabe disso, vejam o exemplo deles!

Marcio disse...

É MUITO SIMPLES:
Quem mesmo comandou a libertação do Brasil de Portugal senão os que interessavam sua caída nas mãos doutro dominador?
A Inglaterra, que manda e desmanda aqui desde a época e seria a mais ativa, senão a maior da NWO.
Saiu do espeto e caiu na brasa.
Parece-me que o circo já estaria montado para tirar o PT: cada dia que passa a coisa piora pra tirar Dilma ou ela "desistir" de 2014.

Anônimo disse...

Anônimo das 1:15 PM

OK. Vou-lhe dar o benefício da dúvida.

Retiro a minha ofensa até ver qual a futura atitude que irão tomar.

Apoio popular, não da Bolsa Família claro, nem dos "estudantes", mas sim dos brasileiros com Honra e que estão fartos de ver o Brasil tão na merda como jamais esteve nem mesmo durante a colonização portuguesa, anterior à atual colonização corrupta petista soviética, eles já têm.

E isso eles sabem se lerem nos Blogs de bons jornalistas na internet.

Como já anteriormente escrevi, basta eles saírem para as ruas, que nós os protegemos e ajudamos com nossos corpos. Quem tem armamento, apoio logístico, informações vitais, são eles. Logo, quem tem de avançar são eles. E tirar um político do governo, ou um governo do seu pedestal è tão fácil, porra!

Onde está mesmo a dificuldade? Nos melancias? Ora, esses por crime de alta traição, são sumariamente fuzilados em qualquer lugar onde estejam!

A Nova Ordem Mundial? A Oligarquia Financeira Transnacional? Esses, desde as novas regras do jogo, regras bem limpas, bem claras, vão ladrar um pouco, mas depois aceitam a situação e tudo funciona de novo.

Resistência popular? Só se for dos "médicos" cubanos, pois nem Cuba possui tantos "médicos" disponíveis. E se forem reconhecidamente militares disfarçados, criam um grave problema político internacional de ingerência nos assuntos internos de outra nação, por acaso de dimensões continentais.

Logo, mais chatices internacionais para além do que já têm por causa da Venezuela mais ainda com a ajuda verbal que Putin fez em voltar a ajudá-los, não foi suficientemente inteligente, pois ninguém já aceita voltar a uma nova Guerra Fria.
Portanto, nossos militares sabem que estão liberados para mudar o curso político desta grande nação já em risco mais que evidente em perder grande parte do seu território para as nações européias ainda colonialistas, como è o caso da Cabeça do Cachorro na Amazônia e posteriormente a Reserva Raposa Serra do Sol.

Anônimo disse...

Babaca petralha. Te manjo.

Anônimo disse...

Assinar petição? Pela internet? Ainda mais pedindo a volta dos militares?

È para a base de dados do PT? Do PC do B?

Não, obrigado.

Eles voltam se quiserem, quando quiserem e isso se voltarem!