sábado, 30 de novembro de 2013

Percepção Viciada

Entrevista de José Genoíno ao CQC em 1º de setembro de 2008... A capacidade de dizer e se desdizer em poucos minutos... Melhor exemplo de percepção viciada, impossível...

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Arlindo Montenegro

A informação sobre como grupos específicos de pessoas percebem e compreendem a realidade é utilizada pelos meios de informação oficiais para estabelecer uma “realidade consensual”, repetida nos noticiários, constituindo-se numa poderosa arma política.

As condutas da experiência humana que são perigosas para os governantes são selecionadas, as vítimas são marcadas e alvejadas pelos mecanismos de propaganda - jornais, rádios, cinema, televisão, internet – que divulgam as campanhas de construir da “opinião pública”, na direção planejada, para ativar suas táticas na estratégia global da engenharia social.

Eles criam uma nova memória histórica, porque a verdadeira memória do passado é muito perigosa. Demonstram que abdicaram do ateísmo e dos fundamentos econômicos do comunismo para vender o patrimônio nacional aos grandes investidores. Que seguem direitinho, como vassalos a cartilha dos que não têm pátria, dos que desprezam os valores culturais para internacionalizar a cultura dos drogados.

Educação = propaganda; entre outros Bertrand Russel dava a receita: “Quando se aperfeiçoarem as técnicas, todo governo que se mantiver dirigindo as políticas educacionais durante uma geração (25 anos), poderá controlar seus súditos sem ser questionado, sem necessidade de exércitos nem polícias.”

Foi o mesmo Lord Russel quem propôs alguns métodos de controle social massivo, muito conhecidos entre nós na atualidade: “liberação da maconha e outras drogas perigosas, psicotrópicos, modificação linguística para a manipulação social” através da propaganda.

As ideias de Russel foram adotadas por Aldous Huxley, que junto com H. G. Wells e outros “nobres” e intelectuais socialistas fabianos, apontavam como objetivo a destruição do poder soberano do Estado-nação, para enterrar a influência de dois milênios de tradição filosófica, cultural e religiosa.

Em 1958 Huxley publicou uma série de ensaios prevendo o futuro tenebroso, tão familiar nos nossos dias: “A sociedade completamente organizada (...) a abolição do livre arbítrio através da manipulação metódica (da opinião pública) e a servidão aceita com a administração de doses regulares de felicidade induzida quimicamente... (Drogas).”

Dizia também que as democracias mudariam “as formas antigas e pitorescas de ser: eleições, parlamentos, tribunais superiores continuarão existindo, mas o poder real será um totalitarismo não violento. Democracia e liberdade serão temas de radiodifusão, mas em sentido estrito. A oligarquia governante e sua elite especializada de soldados e policiais, fabricantes do pensamento e manipuladores da mente, dirigirão o cortejo em silêncio, como melhor lhes pareça”.

Lonnie Wolfe, citado por Daniel Estulin (O Instituto Tavistock) em seu trabalho investigativo emitido por televisão, explica o tipo de lavagem cerebral denominado “retenção seletiva”: “A televisão anula a crítica da gente com a combinação de sons e imagens, que levam a um estado de sonolência limitando a capacidade cognitiva.”

“As imagens de rua em transmissão direta de acidentes de trânsito, assassinatos, bandos de rua, violações, desastres naturais, guerras e atentados terroristas, são apresentados depois de cuidadosos estudos nos departamentos de neurologia de escolas internacionais de medicina. Os especialistas em guerra psicológica do Instituto Tavistock descobriram uma pseudociência que denominaram “vitimologia”, baseada na teoria de que as pessoas expostas a imagens de extrema violência ficam traumatizadas.”

Pessoas traumatizadas perdem o senso crítico e a capacidade de reagir para modificar a realidade. É o que disse Kurt Lewin: “Sempre que se destrói o sentido de identidade real de uma pessoa, ela pode ser manipulada como uma criança... A única coisa necessária é atomizar a população, utilizando um arsenal de armas sociológicas e psiquiátricas que efetivamente joguem uns contra os outros”.

Lewin era um judeu que fugiu do nazismo e foi acolhido pela família Rockfeller. Ganhou cidadania norte americana e uma bolsa de estudo. A teoria do “fascismo de rosto democrático” que elaborou está sendo aplicada hoje, aqui: a tentativa de impor o princípio da “família autônoma ampliada”, os “grupos de afinidade cultural, ou comunidades”, isto é, vizinhança, periferia, pequenos grupos que se autoadministram, sob o império dos comerciantes de drogas que influem na conduta de todos.

Esta é a forma fascista com cara de democracia especial como Lewin ensinou: “Se o mundo do indivíduo se transformar numa periferia controlada, de acordo com as ‘reformas estruturais’ fascistas, a mente individual descobrirá que só poderá desenvolver seu potencial, se concordar com o ‘ego paranoico’ da vizinhança controlada.”

Kurt Lewin se refere as subdivisões de raça, grupos linguísticos, “direitos” das mulheres contra a “opressão” dos homens, categorias profissionais, grupos de interesse territorial (sem terra, sem casa), comunidades afins... De modo que as forças militares nunca enfrentarão mais que uma pequena resistência material, representada por um núcleo duro que reage a uma combinação de armas de controle sociológico e psiquiátrico, geralmente eficaz”.



Arlindo Montenegro é Apicultor.

O lado escuro da força

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Nelson Motta

O avô do Jabor era uma figuraça. Quando o neto lhe contava entusiasmado uma boa novidade, o velho logo o advertia: “Cuidado, Arnaldinho, nada é só bom.” Sim, tudo também tem um lado ruim, o das coisas boas que vão ter fim. A máxima do velho antecipava o irônico paradoxo da era digital: nunca na história deste planeta houve algo tão bom para aproximar as pessoas — e nada que as dividisse tanto — como a internet, onde todos se encontram e cada um pode mostrar, escondido pelo anonimato, o seu pior.

Chico Buarque, que um dia já foi chamado de maior unanimidade do Brasil, disse que sempre acreditou que era amado, até descobrir, na internet, que era odiado. Qualquer assunto ou pessoa que vá ao ar tem logo dois lados trocando insultos e acusações, dividindo o que poderia ser multiplicado. No pesadelo futurista, a diversidade e a diferença são soterradas pela ignorância e o ódio irracional, que impedem qualquer debate produtivo, assim como os black blocks impedem qualquer manifestação pacifica.

Na última semana li vários editoriais de jornais e artigos de diversas tendências sobre o mesmo tema: a internet como geradora e ampliadora de um virulento e empobrecedor Fla x Flu, ou pior, de um PT x PSDB em que todos saem perdedores. E como disse o Pedro Dória: só vai piorar. Todas as paixões e excessos que são permitidos, e até divertidos e catárticos, nas discussões de futebol só produzem discórdia, mentiras e mais intolerância no debate político e cultural. Simpatizantes de qualquer causa ou ideologia só leem os que dizem o que eles querem ouvir, nada aprendem de novo, chovem no molhado.

Mas até esse lado ruim também tem um lado bom, de revelar as verdades secretas, expondo os piores sentimentos de homens e mulheres, suas invejas e ressentimentos, sua malignidade, que nenhum regime político pode resolver. Sem o crescimento da consciência individual, como melhorar coletivamente?
Como Freud explicaria no seu Facebook, os comentários odiosos revelam mais sobre quem comenta do que sobre o odiado. Ou, como já dizia a minha avó, a boca fala (e agora digita) as abundâncias do coração.


Nelson Motta é Jornalista e crítico musical.

A contaminação da Indignidade

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Luiz Sérgio Silveira Costa

Fora o que não sabemos, o senador Sarney usou um helicóptero da PM maranhense para ir a seu sítio, em viagem particular; agora, é o senador Perrella – suplente, sem voto, essa aberração brasileira, que assumiu já respondendo a inquéritos - pagando combustível com sua verba indenizatória – que deveria ter outro nome, pois, na verdade, indeniza despesas, mesmo que indevidas ou irregulares - para o helicóptero de seu filho, deputado estadual em MG, transportar, entre otras cositas, cocaína.

Parece que, em um imaginário Estatuto do Político, há um artigo que reza: “procurar usar sempre recursos públicos em quaisquer despesas pessoais, mesmo que mínimas, como uma tapioca, por exemplo”. É o tal do patrimonialismo, nome pomposo para algo que é, tão somente, a contaminação da indignidade que assola e rotula este infeliz país, cuja Black, de Friday, até virou Fraude!

Apesar de esforços da PF e do MP, só há uma solução: não venda do voto e reação popular, como foi o despejo de farinha na assembleia mineira, e no Paraguai, no caso da babá do senador, esse com a participação elogiosa de comerciantes. É, pois, simples: só depende do povo para deletar esses vândalos, apêndice sem máscaras e de colarinho branco de outro Black, o Bloc, composto justamente pelos que deveriam dar o exemplo!


Luiz Sérgio Silveira Costa é  Almirante, reformado.

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Acidente chama atenção que construção do Itaquerão pode chegar a R$ 1,8 bi, com alto risco de render CPI


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

R$ 1 bilhão e 800 milhões e subindo... Este é o valor comentado ontem por lobistas do setor de construção civil sobre os gastos previstos para a obra de construção do Estádio do Corinthians, na Zona Leste de São Paulo, que o clube pretende batizar, depois da Copa do Mundo, com o nome de seu ilustre torcedor Luiz Inácio Lula da Silva – o padrinho político da caríssima obra tocada em ritmo frenético pelo consórcio comandado pela Odebrecht – a maior transnacional do Brasil.

O caso Itaquerão pode render uma Comissão Parlamentar de Inquérito, se a oposição se mexer, para investigar indícios de superfaturamento e a falta de transparência em seu financiamento, com dinheiro público. O estádio corinthiano, em um local de complicadíssimo acesso na superpopulosa Zona Leste de São Paulo, deverá custar mais caro que o Maracanã – cuja obra foi estimada em R$ 1,23 bilhão. O custo da “Arena Corinthians” (que pode ser batizada de Arena Lula) pode ficar ainda mais alto depois do acidente.

Ontem, no mercado de empreiteiras que atuam cartelizadas mas se odeiam, vazou a informação sobre o absurdo preço pago pelo aluguel da máquina acidentada. O guindaste modelo munck LR 11350, fabricado na Alemanha pela Liebherr, era alugado pela empresa BHM pela tarifa diária de R$ 35 mil. O equipamento seria um dos mais caros na complexa execução da obra, que tem indícios de superfaturamento, e cujo processo de financiamento peca pela enorme falta de transparência, envolvendo o BNDES e outro banco estatal – a Caixa – que também patrocina o Corinthians.

O absurdo gasto com o Itaquerão vem à tona no submundo da empreiteiragem depois do acidente com um guindaste que içava o último módulo da estrutura da cobertura metálica do estádio tombou provocando a queda da peça sobre parte da área de circulação do prédio leste – atingindo parcialmente a fachada. A construtora garante que o acidente não afetou a estrutura do estádio – que fica com a obra interditada, pelo menos, até segunda-feira, aumentando o risco de atraso na entrega para a abertura da Copa do Mundo da Fifa. A Perícia vai investigar se houve falha humana, defeito no guindaste, instabilidade do terreno ou tudo isso combinado.

Um vídeo do arquiteto e urbanista Márcio Antônio Campos (enviado ao site G1 e disponível no YouTube) mostrou o momento da queda da peça da cobertura do estádio e do tombamento do guindaste na Arena Corinthians, que aconteceu às 12h 40min de quarta-feira passada. Pós-graduado em perícia e avaliações e especialista de patologia da construção civil, Campos resolveu pegar a câmera e filmar porque percebeu que uma viga de sustentação da obra estava tremendo. O profissional fez parte de um grupo de arquitetos do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU-SP) que fazia uma vistoria técnica no Itaquerão desde horas antes do acidente.

Simbolicamente, o capimunismo petralha comprovou sua fragilidade com o acidente na construção superfaturada do estádio do Corinthians – programado para sediar a abertura da Copa de 2014, do jeito que ficar pronto, no dia 12 de junho de 2014. Agora, está mais que evidente que um governo patrocinador de mensalões e obras perdulárias com dinheiro público também tem tudo para cair como uma caríssima grua alemã...

Aviso aos navegantes

Do sempre atento médico Humberto de Luna Freire Filho em suas cartinhas aos jornais e sites:

“Como costumo ir a Brasília com certa frequência, e na qualidade de possível cliente do Hotel St. Peter (agora sob nova direção), gostaria de saber, por medida de segurança, se o novo administrador tem acesso livre a todas as dependências do estabelecimento, inclusive aos cofres. Tenho esse direito. Soube através do Supremo Tribunal Federal (STF) que o novo funcionário é especialista em desvio de dinheiro público. Atualmente condenado à prisão, está sem acesso à fonte oficial. Talvez ele tenha transferido suas atividades para os cofres privados. Não sou ladrão, não conheço os macetes da profissão, portanto preciso me precaver.

Trabalhadores do Brasil?


Zé com Z


Partido Diferente


Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 29 de Novembro de 2013.

Pobre Povo de São Paulo

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Antônio Ribas Paiva

Cada prefeito de São Paulo faz o que quer, sem quem, ou o que, os impeça. Para isso, compram proteção e imunidades.

A polícia nada pode; pauperizada, desaparelhada, incapaz, propositalmente, de combater o crime comum, muito menos, os crimes de autoridades e fiscais, que nadam em dinheiro e financiam sua “dolce vita” e campanhas poliíticas, à custa de extorsões de empresas e pessoas.

O Legislativo, que deveria representar o povo, fiscalizando o Executivo, rende-se aos “mensalões e mensalinhos”, aprovando todas as loucuras e abusos de prefeitos e governadores, contra o povo.

Com esse “esquema”, Kassab fez o que quis. Abusou do povo, com ciclovias, motofaixas, corredores de ônibus, multas e, como o barbudo, “nada sabe” da roubalheira dos seus secretários e fiscais.

Durante o verdadeiro suplício, do seu odioso mandato, cercou-se de coronéis PM aposentados e secretários, oriundos do Ministério Público, conseguindo alianças e imunidades.

Teve o desplante de manter o Secretário Feldman morando em Londres, com mulher, secretária e personal, por seis meses, para receber “orientações”, para a fundação de seu partido. O Ministério Público, para variar, calou e consentiu.

A CET do KASSAB, herdada prazerosamente pelo Sr.HADDAD, com todos os vícios e envolvimentos suspeitos, que trata São Paulo, jocosamente de “garimpo”, dá proteção às empresas de ônibus, provoca congestionamentos, para justificar a implantação de pedágio urbano, e só faz multar.

Esse crime contra o povo e a economia de São Paulo não é combatido e denunciado pelo Ministério Público.

O Sr. Haddad consegue ser pior que o antecessor, revelou-se exímio torturador do povo de São Paulo, suas faixas de ônibus destroçaram o já caótico trânsito, herdado do Kassab.

A guerrilha urbana dos “sem teto”, ganhou nova energia, com o apoio do “prefeito Spartaquista”. A cidade está suja, invadida, esburacada, perigosa e, o alcaide, ainda, ousadamente, dobrou o IPTU, com a conivência da Câmara. Além disso, as multas e a roubalheira seguem impávidas. O New Prefeito já perdeu dois secretários, por envolvimento, com os fiscais presidiários.

O Ministério Público, já faz tempo, arquiva todas as Representações, feitas por telegrama, contra os abusos de prefeitos e governadores. Arquivaram, “por engano”, provas da tragédia do Shopping Osasco e, os pedidos da Suíça sobre a roubalheira e fraudes do METRÔ e SP TRANS, nos governos Covas, Serra e Alckmin.

O Ministério Público carece de homogeneidade nas suas ações, no que resulta evidente rigor seletivo, ou seja: tratamento desigual com os que deveriam ser iguais.

Os problemas acima apontados, que são o fato gerador de todas as mazelas do povo de São Paulo, certamente, ocorrem em todo o Brasil, talvez em nível mais grave.

Diante desse lixo todo, o esfolado povo de São Paulo, e do Brasil, não tem a quem recorrer, está órfão. Resta orar e “Reclamar ao Bispo”!


Antônio José Ribas Paiva , Advogado, é Presidente da Associação dos Usuários de Serviços Públicos.

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Juros subindo, embromação do STF contra poupadores e desastre no Itaquerão afetam capimunismo petralha

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Simbolicamente, o capimunismo petralha comprovou sua fragilidade ontem com o acidente na construção superfaturada do estádio do Corinthians – programado para sediar a abertura da Copa de 2014, do jeito que ficar pronto, no dia 12 de junho de 2014. A poderosa grua alemã do Itaquerão, destruída no chão, é um sinal de que o mesmo pode acontecer com o desgoverno Dilma Rousseff e a inconsistente economia tupiniquim – que ontem teve seus juros básicos aumentados para 10% pelo Banco Central.

A ironia com o risco de quedas imprevistas por falha na base estrutural de um terreno é perfeita para expor a fragilidade de um modelo estatal populista de marketagem política. Ainda mais quando o imprevisto desastre acontece em uma gigantesca obra de interesse direto e pessoal do Presidentro Lula - tocada pela Odebrecht, a transnacional baiana que é controladora dos maiores negócios do Brasil, excetuando-se os bancários, que ontem também obtiverem mais uma “vitória” contra os interesses da sociedade brasileira.

Para variar, os banqueiros contaram com a conivência do Supremo Tribunal Federal. Ficou definido que, apenas em 2014, os ministros vão proferir seus votos sobre as cinco ações que contestam a constitucionalidade dos desastrosos planos econômicos das décadas de 80 e 90. Não é justo que o STF continue embromando a decisão final sobre o julgamento de cinco ações. A principal delas da Confederação Nacional do Sistema Financeiro (Consif) contra os poupadores. Os uutros recursos são do Banco do Brasil, Itaú e Santander contra decisões de tribunais favoráveis aos poupadores.

Agora, fazendo terror psicológico, os bancos alegam que teriam prejuízos de R$ 150 bilhões se perderem a ação. Na mesma linha de horror, o Banco Central alega que a elevada perda imposta aos bancos geraria uma retração de R$ 1,3 trilhão no crédito. Na contramão da assustadora informação chapa-branca, advogados dos poupadores sustentam que o impacto contra os bancos seria de “apenas” R$ 8 bilhões. Ou seja, nada que os sucessivos recordes de lucros do setor não possam cobrir...

Os planos Bresser (1987), Verão (1989), Collor I (1990) e Collor II (1991) afetaram o cálculo da correção dos saldos de poupança. Lesados em suas economias pessoais, os poupadores entraram na justiça com ações individuais e entidades - como o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) - ingressaram com ações coletivas para questionar as manipulações de cálculo. Já ganharam a causa em instâncias inferiores do Judiciário, mas o STF, levemente aceitando a pressão dos bancos e do governo, sempre adia a decisão final sobre o caso.

Concreta e objetivamente, todos os juízes e tribunais brasileiros ficarão obrigados a repetir a mesma decisão a ser tomada no STF. Mais de 400 mil ações estão paralisadas em todo o país aguardando a decisão da Corte (que nunca sai). O assunto é tão enrolado que, dos onze ministros do supremo, existem chances de dois não participarem do julgamento. Luís Roberto Barroso e Luiz Fux deveriam se declarar impedidos. Barroso, porque já advogou para a causa antes de ser ministro do STF. Fux, porque a filha dele é advogada de um dos escritórios contratados para atuar no caso.

Emprego negado


Armação Inválida


Pobretão Milionário


Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 28 de Novembro de 2013.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Contratação de Dirceu por RS 20 mil mensais como gerente administrativo de hotel causa revolta na internet

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Nas redes sociais, principalmente Twitter e Face, é enorme a revolta das pessoas com o tal “novo emprego” de José Dirceu. Parece surreal a cópia da carteira de trabalho com o contrato com salário de R$ 20 mil para que o ilustre condenado no Mensalão, enquanto estiver em regime semi-aberto de prisão, trabalhe de Gerente Administrativo no Hotel Saint Peter, em Brasília, das 8h às 17 horas.

O mais irônico é que a contratação de Dirceu, sacramentada em 22 de novembro, leva a assinatura da gerente geral do Hotel, Valéria Linhares. Estranhamente, na documentação enviada á Justiça, consta que a moça que ratificou o novo emprego de Dirceu ganha um salário bem mais humilde que o dele: apenas R$ 1.800,00. Pelo menos foi com este salário que a Valéria foi contratada para a gerência-geral em agosto de 2012.

Mais engraçado ainda é o formulário preenchido por José Dirceu, em 18 de novembro, para se candidatar ao emprego. Na pergunta usual “Por que está se candidatando a uma vaga de trabalho nesta empresa?”, José Dirceu respondeu: “Necessidade e por apreciar hotelaria e a área administrativa”. Na mesma ficha, Dirceu informa ser “católico, que pratica caminhada e que, nas horas de folga, gosta de ler, assistir filmes e viajar”.

O hotel Saint Peter Hotel, que contratou o gerente administrativo José Dirceu, pertence ao irmão do presidente de um dos dez partidos que entraram na coligação que apoiou a candidatura de Dilma Rousseff a presidente da República em 2010.
O dono do estabelecimento é Paulo Masci de Abreu, irmão de José Masci de Abreu, mais conhecido como Dr. José de Abreu, presidente nacional do PTN. Como controladores da Truston International Inc, sediada no Panamá, que comanda no Brasil o grupo hoteleiro Fenícia, os irmãos José e Paulo são amigos de longa data de José Dirceu. Por isso, fizeram o favor muito legal do emprego ao ilustre mensaleiro em dificuldades com a Justiça...

A contratação de José Dirceu só será prejudicada se o plenário do Supremo Tribunal Federal rejeitar o recurso contra sua condenação por formação de quadrilha. Assim, ele volta a ser condenado a 10 anos e dez meses de prisão em regime fechado, perdendo a benesse viabilizada pela condenação por corrupção, abaixo de oito anos de cadeia, que lhe permitiu o regime semi-aberto, com direito a emprego (bem remunerado).

O mais legal de tudo isso é que, graças ao Mensalão, Dirceu não pode ter o emprego que sempre sonhou: o de Presidente de fato e de direito da República Sindicalista do Brasil.


Melhoria da Hospedagem

Os companheiros presos na Penitenciária da Papuda fazem uma reivindicação a José Dirceu.

Que ele lance um movimento transnacional dos direitos humanos para que as condições de hospedagem da penitenciária de Brasília sejam igualadas ao Hotel Saint Peter.

Dessa forma, quem sabe, os presos comuns também conseguem o trabalho de reabilitação e ressocialização igualzinho ao do companheiro Zé Dirceu...

Ressalva

O contrato de trabalho de José Dirceu com o Hotel Saint Peter tem uma ressalva final bem interessante:

“A empregadora tem plena ciência e anui com as condições do empregado no sentido de cumprir a atividade laboral, seja no tocante ao horário, seja por outra exigência a qualquer título, relativamente ao regime profissional semiaberto ou outro que seja determinado pelo poder judiciário para cumprimento da pena a que foi submetido em razão da condenação na ação penal 470, em trâmite perante o Supremo Tribunal Federal”.

Já era aposentado

Todo mundo ficou bestificado de saber, apenas agora, que José Genoíno Neto já era um “aposentado” bem remunerado na Câmara dos Deputados.

A leitura da página 43 do Boletim da Câmara dos Deputados, número 005, de 8 de Janeiro de 2013, com Atos do Diretor do Departamento de Pessoal, revela o inusitado:

“Ante a delegação de competência estabelecida pela Portaria nº 01, de 2003, do Senhor Diretor de Recursos Humanos, em seu art. 1º, inciso VI, e, à vista das informações e com base no inciso I do artigo 45 da Lei nº 7.087/82, AUTORIZO a suspensão do pagamento da aposentadoria do Deputado JOSÉ GENOÍNO NETO a partir de 03/01/2013, data em que assumiu o mandato de Deputado Federal, na qualidade de suplente, restabelecendo-se o pagamento do benefício tão logo o interessado se afaste do mandato. Em 07/01/2013 – EMERSON BRITO DE MELO, Diretor em exercício”.

Risco da Farsa da Invalidez

A petralhada agora está com um pé atrás na tática de aposentar, por invalidez, José Genoíno (que já era aposentado da Câmara e ninguém sabia).

Se for “inválido”, José Genoíno não poderá trabalhar.

Portanto, seus advogados não poderão pedir que ele cumpra o regime semi-aberto do mesmo jeitinho (bem remunerado, por exemplo) que o companheiro José Dirceu...

E a Medalha. General?

A maioria bem intencionada que ama o Exército Brasileiro não para de perguntar nas redes sociais?

“Quando é que o Comandante Enzo Peri vai cassar a Medalha do Pacificador dada a José Genoíno”?

As pessoas de bem protestam que não é justo manter um condenado à prisão no Mensalão com aquela que é uma das maiores honrarias do Exército, em homenagem à coragem, honra e bravura do Duque de Caxias.

Se o EB não revogar a medalha do Genoíno, no processo de revisão histórica pela versão petralha, daqui a pouco, estará escrito que “Luiz Alves de Lima e Silva foi um terrorista, assaltante de banco, sequestrador e assassino sanguinário, companheiro de Genoíno na Guerrilha do Araguaia, que ficou famoso por ter delatado todos que lutaram ao seu lado, quando foi preso pelas forças de repressão da dita-dura”.

Farsa confirmadíssima

Laudo assinado por cinco cardiologistas constatou que o deputado José Genoino (PT-SP) não é portador de doença cardiovascular grave.

Os médicos  Luiz Fernando Junqueira Júnior, Alexandre Visconti Brick, Fernando Antibas Atik, Cantídio Lima Vieira e Hilda Maria Benevides da Silva de Arruda concluíram que a cirurgia à qual o petista foi submetido em julho passado corrigiu o problema cardíaco que ele apresentava.

Portanto, Genoíno pode cumprir pena normalmente na penitenciária da Papuda ou em outra cadeia que a Justiça indicar.

O triste é que Genoíno, ajudado pela mídia aliada dos petralhas, conseguiu iludir até o Super Joaquim Barbosa, que autorizou, na semana passada, provisoriamente, que o petista fizesse tratamento médico domiciliar ou hospitalar...

Farsa da Farsa da Farsa

Sem autorização do STF, uma outra junta médica da Câmara examinou ontem o “deputado licenciado” José Genoino para avaliar seu pedido de aposentadoria por invalidez.

O parecer da junta médica deve sair até quinta-feira, antes da reunião da Mesa Diretora da Câmara que decidirá sobre abertura de processo de cassação contra o condenado no Mensalão.

Na verdade, Genoíno já é aposentado da casa, mas deseja o título de “inválido” para ter direito a uma gratificaçãozinha de 100 por cento sobre o provento de deputado aposentado, ou seja, duas vezes R$ 26,7 mil...

Meio secreto

O Senado aprovou ontem à noite que passam a ser abertas apenas as votações para cassações de mandatos e vetos presidenciais.

Permanecem sob sigilo a votação para indicação de autoridades e para a eleição da mesa diretora.

Portanto, para os nossos senadores, vale o meio-segredo...

Foto do Zé trabalhando...


Consolo...


Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 26 de Novembro de 2013.

Inadimissível, General

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Humberto de Luna Freire Filho

General Enzo Martins Peri, "O Brasil espera que cada um cumpra com o seu dever", já dizia o patrono do nosso Exército, em um ato de estímulo e coragem exaltando os soldados brasileiros a enfrentarem os soldados de Francisco Solano Lopes na guerra do Paraguai. Nossa guerra hoje é mais amena. Não se trata de enfrentar um exército, ainda bem, teríamos muitos oficiais trocando a cueca por um fraldão da Johnson.

Apenas devemos enfrentar uma quadrilha ideológica que tomou conta do poder. Um bando que possuí a chave do cofre, fez parceria com um Congresso corrupto, aparelhou a Justiça, e é dirigida por uma guerrilheira de pouca expressão, mas que, por omissão total de nossas FFAA, a cada dia ganha terreno e põe em risco nossas instituições democráticas. General, o Exército não pode ser desmoralizado, vamos mostrar a coragem e a altivez que o cargo exige, começando por caçar a Medalha do Pacificador concedida a um ex-guerrilheiro, bandido, assaltante dos cofres públicos e que atualmente cumpre prisão após ser julgado e condenado pela suprema corte do país.

Tenha certeza de que a cassação da referida comenda (ex ofício em ato do comandante do Exército), seria o melhor exemplo de  coragem, cidadania e respeito aos demais agraciados com o referido titulo.

Humberto de Luna Freire Filho é Médico.

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Petralhas avacalham a Justiça com pedido de Dirceu para trabalho em hotel e doença inventada de Genoíno

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Avacalhar com a imagem do Judiciário, se possível, causando danos pessoais a Joaquim Barbosa. Eis a tática evidente dos condenados petistas no Mensalão. O fato de José Dirceu de Oliveira e Silva pedir autorização judicial para “trabalhar” durante o dia no Hotel Saint Peter (que fica pertinho do Palácio do Planalto e da explanada dos ministérios, em Brasília) é encarado como um escárnio jurídico. Se o Super Barbosa permitir, perante a opinião pública, é ele quem acaba conivente com a piada de mau gosto.

Barbosa já foi induzido a entrar de gaiato na farsa da doença cardíaca de José Genoíno. O Super Presidente do STF se viu pressionado pelas circunstâncias e pelos argumentos jurídicos a autorizar Genoíno, em caráter temporário, a começar o cumprimento da pena pelo Mensalão em “prisão” domiciliar ou hospitalar. Dificilmente o laudo da junta médica da Universidade de Brasília vai alegar que o caso de Genoíno é grave. Mesmo assim, para avacalhação geral da nação, Genoíno será aposentado como deputado, tendo direito aos proventos de R$ 26,7 mil de parlamentar, mais 100% de gratificação pela suposta “invalidez”.

Mais piada que os atos de Dirceu e Genoíno contra a Justiça é a invenção midiática sobre uma briga intestina entre Luiz Inácio Lula da Silva e seu ex-ministro da Casa Civil. Os dois sempre foram e serão unha e carne. Por isso, é mero jogo de cena qualquer nota plantada na imprensa de que Dirceu estaria PT da vida com Lula porque o Presidentro administrando mal suas declarações sobre o resultado do Mensalão e a prisão dos companheiros mensaleiros. O que Lula tem feito, até agora, é colaborar com a tática de desmoralização da Justiça. Nada mais, nem menos.

Estranho mesmo é o comportamento da defesa de um dos “mensaleiros” presos em Brasília. O publicitário Cristiano Paz, ex-sócio de Marcos Valério, apontado como o operador do mensalão, pediu transferência para um presídio de Minas Gerais. No entanto, seu advogado Casteljar Neto logo voltou atrás: “Após reflexão do requerente, em conjunto com sua família e, sobretudo diante da constatação de que o mesmo se encontra recolhido em local seguro, conclui-se que que a melhor alternativa a melhor alternativa é sua permanência na capital federal”.

Como Valério também não sabe se volta para MG ou se fica no DF, tudo indica que os condenados devem estar recebendo as esperadas “pressões” para que não abram a boca sobre verdades até agora não contadas sobre o Mensalão. A petralhada ainda teme até quando Valério vai aguentar a humilhação da cadeia totalmente calado...

Top, top, top



Golpe de Mestre

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 26 de Novembro de 2013.

Alimentos mentais para um fascismo com cara democrática

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Arlindo Montenegro

Deve-se a Noam Chomsky a lista das “10 estratégias de manipulação” mental através da mídia, para semear nas mentes as doutrinas que submetem os famintos e desinformados a digerir as rações fornecidas pelo Estado a serviço dos grandes controladores que impõem o “fascismo com cara democrática”, acolhido como globalização.

No passado a missão do jornalismo era o compromisso ético com a reflexão como alimento das mentes, a informação exibida sobre todos os aspectos, situando a notícia no contexto e principalmente mostrando os mecanismos políticos, econômicos e filosóficos geradores dos acontecimentos.

Hoje, as estratégias de manipulação mental estão presentes em nossa mídia com força total, confirmando que estamos em guerra, cujo objetivo é o lucro financeiro de interesse dos fabricantes de armas, banqueiros e investidores. Para manter o poder e o modelo global sem modificar o sistema financeiro internacional, seus controladores dominaram toda a informação, transformando as mídias em departamentos das empresas da economia global.

Os meios de informação deixaram de ser independentes e os jornalistas nem lembram da dignidade de sua missão. O objetivo é “faturar” e entregar a mercadoria notícia seguindo a norma, que desvia “a atenção do público sobre temas de importância. Valem os assaltos e acidentes em tempo real, pegadinhas, intimidade dos “famosos”. É a “estratégia da distração” de Chomsky. “Manter a atenção distraída, longe dos verdadeiros problemas, cativada por temas sem importância real. Manter o público ocupado, ocupado, ocupado, sem nenhum tempo para pensar...”

Outras estratégias indicadas e utilizadas por nossos governantes nos últimos anos, são: 1) Identificar uma situação que mobilize a reação pública, para que a gente se sinta mandante da solução pré fabricada: “Por exemplo: deixar que se desenvolva ou se intensifique a violência urbana, ou organizar atentados sangrentos, a fim de que o público seja o mandante de leis de segurança e políticas em prejuízo da liberdade.”
2) Estratégia da gradação: “aplicar medidas inaceitáveis, a conta gotas, gradativamente, por anos consecutivos... Protelar, prometer para o futuro, porque o público infantilizado tende a esperar ingenuamente que “o amanhã será melhor”. 3) Tratar a informação como se o público fosse criança. “Se você se dirige a uma pessoa com linguagem e gestos infantis, a reação será desprovida do senso  crítico.
Utilizar emoções é oura técnica clássica para bloquear a análise racional da notícia. 

Com o sentido crítico ausente, abrem-se as portas do inconsciente, onde são implantadas as ideias, os medos, os desejos e os comportamentos. O público, com o passar do tempo, torna-se incapaz de compreender as tecnologias e metodologia empregada na veiculação de notícias.  “A qualidade da educação dada aos inferiores deve ser a mais pobre e medíocre possível, de forma que a distância da ignorância que paira entre os inferiores e governantes” seja cada vez maior.

Outra indicação de Chomsky é: “Induzir o pensamento de que é moda o comportamento estúpido, vulgar e inculto. Fazer o indivíduo acreditar que é o único culpado pela própria incapacidade, por insuficiência de esforços ou inteligência”. A consequência é a baixa estima e o estado depressivo que inibe a crítica e a ação.

Os avanços acelerados do conhecimento científico, particularmente da biologia, neurobiologia e psicologia aplicada, têm propiciado ao sistema de dominação global as ferramentas avançadas para conhecer os hábitos e aspirações, a estrutura mental das pessoas comuns. Isto facilita o controle e um grande poder sobre os indivíduos.

Diante deste atoleiro, os meios de comunicação e seus jornalistas, editores, repórteres, etc., deixaram de lado a posição ética a serviço das populações, traduzindo as alegrias, medos, decepções e expectativas, adotando a missão de tratar a notícia em seus aspectos históricos, antropológicos, políticos e econômicos. Isto seria diferente de agir profissionalmente sob o domínio de técnicos de efeitos especiais, empresários, banqueiros e do Estado.

É tudo que não interessa aos governantes e sua corte, que estão confortáveis quando a informação é tratada como produto, mercadoria. A independência para lidar com as notícias, quase perde o sentido quando se fala tanto em internet, celulares, tablets, redes sociais que aceleram a comunicação. Resta saber que tipo de informação alimenta as mensagens, quando os governantes manipulam os dados, porque o interesse global é o controle sobre a liberdade de informação.

Vale lembrar o que o dissidente russo Vladimir Bukovsky escreveu em sua autobiografia:  (Construir um castelo, minha vida como dissidente) “As democracias ocidentais esqueceram seu passado e sua essência, isto é: a democracia não é uma casa confortável, um carro elegante ou um salário desemprego e sim a habilidade e o desejo de defender nossos direitos”. Nossas liberdades também. Mas isto só é possível com a informação correta, de importância real para nossas vidas.


Arlindo Montenegro é Apicultor.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Parte do sistema financeiro já aposta que dá para investir contra esquemas que sustentam PT-PMDB

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

A disputa reeleitoral de 2014, que ainda está morna politicamente, será marcada por uma titânica guerra nos bastidores econômicos. O sistema hegemônico de grandes bancos dá todas as indicações de que vai se rebelar e fazer oposição à máquina petista-peemedebista que é centrada em alguns pilares visíveis, porém frágeis, pois dependem do financiamento do Estado Capimunista-Mensaleiro para sobreviver.

Os petralhas e seus comparsas se sustentam em três frentes. Pelo voto, no populismo eleitoreiro das bolsas de compensação de renda. Pela corrupção, nos esquemas de alavancagem, com dinheiro público ou incentivos fiscais, a grandes empreiteiras, cartéis “nacionais” e transnacionais “chinesas” – que retornam a grana mensaleiramente aos chefões políticos. Pelo ilusionismo ideológico, na propaganda milionária de falsas ações de governo (como o Programa Mais Médicos) – que já desperdiçou, até agora, R$ 500 milhões de recursos públicos em marketagem.

Já se aposta no mercado que o sistema financeiro tem plenas condições de financiar uma “oposição” política para derrotar o PT-PMDB. A grande dúvida, por enquanto, é qual nome deve receber o decisivo apoio. Uma tendência natural seria apoiar Aécio Neves. Mas o tucano não dá indicações de que consiga decolar com facilidade. A chapa Eduardo Campos/Marina Silva enfrenta a mesma dificuldade do ex-governador de Minas Gerais. Talvez o sistema precise fabricar “um nome novo” para 2014. Mas a grande dúvida é se haverá tempo para isto. Dinheiro, sem dúvida, não faltará.

Da mesma forma como vai sobrar na campanha do PT-PMDB. O pleito de 2014 terá gastos bilionários. Visíveis e invisíveis. O trio formado por Luiz Inácio Lula da Silva, Antônio Palocci Filho e José Dirceu de Oliveira e Silva (mesmo atrapalhado pela prisão do mensalão) opera a pleno vapor nos bastidores para garantir recursos para a dispendiosa e decisiva campanha do ano que vem. Pelo lado do PMDB, os costureiros de alianças financeiras são o vice-presidente Michel Temer e o ministro da Aviação, Wellington Moreira Franco – que está em alta depois de conseguir operar a privatização do Aeroporto do Galeão (supostamente, e  bota supostamente nisto) por um valor maior (R$ 19 bilhões) do que o governo entregou o pré-sal de Libra (também supostos R$ 15 bilhões).

Palocci é quem tem a missão mais espinhosa de todas: evitar que Bradesco e Itaú desembarquem, definitivamente, com seus cofrinhos, do Titanic petista para os barquinhos de Aécio, Eduardo e Marina. Se os dois maiores bancos mudarem de lado – e já há indícios de que mudaram de lado há muito tempo -, a coisa pode se complicar para a dupla PT-PMDB.      

Propagandeada exaustivamente, a tese geral é que Dilma Rousseff, por enquanto, ainda é favorita à reeleição, por carência de adversários. Mas, no raciocínio estratégico mais reservado, os petistas não têm tanta tranquilidade sofre o fácil favoritismo. Por isso, a prioridade é conter a chamada “traição” dos banqueiros. Se der certo, a reeleição fica menos complicada. Mas, se der errado, 2014 será um ano infernal para o casal PT-PMDB.


Um Grito calado no ar

Para a petralhada ficar PT da vida com a obra do José de Abreu – que só aguarda apoio para publicação:


Palestrando em Curitiba

O editor-chefe deste Alerta Total, Jorge Serrão, dá hoje à noite a palestra “Pílulas de Comunicação e Marketing para Médicos”.

Será a partir das 19h 30min no Auditório da Sociedade Paranaense de Anestesiologia, em Curitiba.

O debate será moderado pelo médico Fábio Topolski.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 25 de Novembro de 2013.