quarta-feira, 30 de julho de 2014

Investidores avaliam que "guerra" contra Santander pode vazar provas sobre problemas na Petrobras


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

A revanche com ares de ira marciana de Lula da Silva e Dilma Rousseff contra o Banco Santander representa o risco de se transformar em um dos maiores tiros pela culatra já dados pelos petistas desesperados com o risco concreto de perderem a reeleição. O banco espanhol, controlado pelos britânicos, tem a memória financeira daquilo que investidores apostam ser um dos mais graves problemas na Petrobras: as aplicações de mais de US$ 7 bilhões no fundo BB Millenium 6, que viraram pó, e podem se transformar em alvo de uma ação judicial na corte de Nova York. O pânico toma conta do PTitanic, na beira do abismo rumo às profundezas abissais.

Investidores apostam que a alta direção mundial do Santander sabe absolutamente de tudo que aconteceu na Petrobras, nas gestões Lula e Dilma. Fábio Barbosa, ex-presidente do banco no Brasil e hoje dirigente do Grupo Abril, foi membro do Conselho de Administração da Petrobras, na estranha qualidade de “representante dos acionistas minoritários”. O Santander foi o gestor do fundo Vênus – uma aplicação que também foi alvo de investigação da Comissão de Valores Mobiliários, mas acabou arquivada, como tantas outras queixas de investidores contra a falta de transparência em negócios da Petrobras.

Se a briga entre o governo e o Santander não for estancada, pode sobrar para a turma da Petrobras – segundo avaliação de vários investidores da companhia. A tendência é que vigore a tática de colocar panos quentes no conflito gerado pelo relatório que relacionava a melhora das intenções de voto em Dilma com o risco de “piora” econômica do Brasil. O sinal de paz foi dado pelo presidente mundial do Santander. Emilio Botín confirmou ontem que demitiu a responsável pelo estudo. Não citou o nome da prejudicada, em comunicado lacônico e complicado de entender:  “A pessoa foi demitida porque o banco, advertido, disse que tinha que ser demitida antes”.

Mais focado ontem no encontro mundial de reitores, que vai alavancar o super empreendimento educacional do Santander, e menos preocupado com as ameaças do governo Dilma contra o banco, Emilio Botín até chegou a fazer uma média com o ex-Presidente Lula, que vociferou broncas contra o banco: “O presidente Lula é muito amigo meu, e para ele só tenho elogios”. O “amigo” Lula tinha reclamado que: “Não tem nenhum lugar do mundo em que o Santander esteja ganhando mais dinheiro do que no Brasil. Aqui ele ganha mais do que em Nova York, mais do que em Londres, do que em Pequim, Paris, Madri, Barcelona”.

O governo não deve atrapalhar o Santander em sua estratégia de ganhar dinheiro no Brasil. Caso queira dar uma de marciano contra o banco espanhol, detalhes incômodos sobre o fundo venusiano e o BB Millenuim 6 podem emergir do esgoto das profundezas abissais da impunidade.

Mistura natural

Não deveria ser surpresa a notícia de que funcionários de vários órgãos dos ministérios de Minas e Energia e da Fazenda — como Receita Federal, Tesouro Nacional, Secretarias de Acompanhamento Econômico e de Política Econômica, além da própria secretaria executiva da pasta — foram encarregados de preparar a candidata-presidenta Dilma Rousseff para o debate eleitoral que a Confederação Nacional da Indústria (CNI) fará com os três principais candidatos a presidente da República.

A tal “consultoria pública”, a partir de uma ordem que teria partido do comitê de campanha da Dilma, foi criticada pelo presidenciável tucano Aécio Neves, que deveria também valer como uma crítica a Fernando Henrique Cardoso, o “pai da reeleição”:

“Se eu já tinha muitas dúvidas sobre a reeleição, esse tipo de ação do governo ajuda a desmoralizar ainda mais o instituto da reeleição — disse Aécio, que complementou: — Essa é mais uma demonstração do governo do PT de não separar a coisa pública da partidária. Antes os ministros tinham certo pudor, não faziam campanha na hora do trabalho. Agora estão fazendo campanha full time e agora os técnicos do governo também estão sendo vinculados à campanha eleitoral”.

Censura denunciada

Recado do economista Felipe Miranda, sócio da consultoria brasileira Empiricus Research, inconstitucionalmente censurado pelo TSE, em entrevista à Infomoney:


“O que você viu com o Santander e com a gente foi uma censura muito grave. Agora os bancos, em geral, já estão adotando novos procedimentos para se relacionar com seus clientes a respeito de eleições. Então a liberdade de expressão já está prejudicada gravemente. Isso é algo muito sério e preocupante para o nosso País”.

Quem ainda não viu o texto “O Fim do Brasil” pode conferir no link, com áudio para facilitar a compreensão da leitura:
http://www.empiricus.com.br/video-ofimdobrasilpopup/

Bobagem eletrizante?

O presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tomalsquim, será o responsável por cuidar das propostas para setor de energia na campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT).

Engraçado é que os petistas garantem que ele fará isto apenas nos finais de semana e depois do horário do expediente, mantendo-se no comando da EPE.

Vai trabalhar junto com Adhemar Palocci, diretor de Planejamento e Engenharia da Eletronorte, que é irmão do ex-ministro da Casa Civil Antonio Palocci (que anda meio sumido do noticiário).

Tomalsquim participou na montagem do novo modelo do setor elétrico nacional – este mesmo que tem dado problemas e prejuízos aos investidores.

No FMI é mais embaixo...

Precisa de mais alguma prova de que a Oligarquia Financeira Transnacional quer derrotar o PT?

A turma de Dilma e Guido Mantega ficaram PTs da vida com a crítica feita ontem pela diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), a francesa Christine Lagarde:

“É verdade que temos revisado para baixo nossas projeções para o Brasil e é verdade que todos temos reiterado as mesmas fortes recomendações para que reformas estruturais sejam feitas, gargalos sejam reduzidos na economia e que o potencial, a capacidade de o Brasil entregar crescimento seja liberada. E isso não vem sendo feito”.

Especialistas em terrorismo


Atenção, "oposição"

Um leitor do Alerta Total apresentou uma interessante sugestão para ser utilizada pela oposição ao questionar Dilma nestes tempos de campanha. É a seguinte a íntegra de sua mensagem:

“Assistindo ao Jornal da Band desta terça-feira (29), fiquei sensibilizado com a aflitiva situação de mães que ficaram sem ter onde deixar seus filhos depois do fechamento de uma creche em São Paulo.

Conforme informou o jornalista Boris Casoy, ‘A falta de creches é um problema enfrentado por milhares de mães em todo o país. Sem ter onde deixar os filhos, muitas são obrigadas a parar de trabalhar. Em São Paulo, 110 mil crianças de até três anos estão à espera de uma vaga.’

Lembrando-me que uma das principais promessas de Dilma na campanha das eleições em que saiu vitoriosa foi a abertura de vagas em creche, fui pesquisar o assunto em um site de busca.

Entre diversas outras coisas, encontrei no Estadão de 17 de dezembro de 2012 a matéria ‘Dilma promete 6 mil creches, mas entrega 7”. Na matéria, se lê: ‘A presidente Dilma Rousseff prometeu entregar 6 mil creches até 2014, mas chega à metade do mandato com apenas 7 unidades prontas – uma execução abaixo de 1% - sem previsão de quando serão inauguradas novas unidades. A expectativa de quem tem urgência em matricular os filhos vira decepção.’

Serrão, acho importante que a oposição seja alertada para fazer a comparação das promessas de Dilma com as matérias citadas, cujos links se seguem   



“Oposição”, vê se toma vergonha e cobra as burradas feitas pela petralhada...

Candidata amestrada



Quem tiver estômago, confira a íntegra a entrevista da presidenta Dilma Rousseff na Sabatina Folha UOL, realizada no dia 28 de julho de 2014 no Palácio do Planalto.

A tática petista é evidente: pode perguntar o que desejar que a Dilma só responde o que e como ela quiser...

Velha lembrança...

Como diria o falecido Millôr Fernandes, em recado válido para os petistas e petralhas pressionados pela Oligarquia Financeira Transnacional:

"Pepper in the oher's asshole is refreshment"...

Rainha de Sabá?



Não era este o nome da amiga do Rei Salomão, que fez o templo...

Saia da reta



Dentro, porém fora



Autosabotagem



"Onestaldo" da Silva



Doações ao Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente conosco poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.
                           
Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 30 de Julho de 2014.

10 comentários:

Anônimo disse...

Taí o Lula avisando pros abestados socialistas e comunistas que apoiam o pt: em nenhum lugar do mundo bancos ganham tanto como no Brasil. Oposição idiota, trate de colocar esse comentário do Lula na propaganda eleitoral.

deforti disse...

O primeiro passo para mudar o sistema é uma Reforma Política. O modelo político mais representativo é o parlamentarismo unicameral no governo federal, estadual e municipal, fim dos poderes executivos em todas as esferas do governo, fim do senado federal e instituir o voto distrital. O Brasil pode ser dividido em 150 distritos para eleger dois deputados por distrito para um congresso de 300 deputados. A maioria dos países do mundo adotam o modelo de voto distrital, um modelo político onde as campanhas poderiam ser feitas com doação de pessoas físicas no valor máximo de 100 reais por eleitor e limite de 100 mil reais por candidato. No modelo distrital cada distrito tem o mesmo número de eleitores, as campanhas políticas ficam mais acessíveis e o eleitor vai poder escolher um representante da sua região ou da sua cidade. Acho mais democrático ter dois deputados por distrito, desta forma o eleitor tem o dobro de chance para se identificar com seu representante e o distrito não fica sendo visto como um feudo que pertence a um só político. O financiamento de empresas públicas e privadas nas campanhas é o início do processo de corrupção, já que as empresas como empreiteiras, mineradoras e os bancos investem nos políticos para depois desviarem os gastos públicos por meio das licitações fraudulentas. O financiamento público tem sido defendido por alguns políticos, mas isso não impede o caixa dois. Essa proposta só ajuda para que os políticos desviem o erário antes que sejam eleitos. Tem boas propostas de reforma política como impedir a reeleição para o mesmo cargo eletivo, acabar com os partidos políticos, os cargos comissionados de confiança e instituir a lei que permite ao eleitor impedir o mandato político de um parlamentar, também conhecida como lei do recall. Existem propostas que podem distorcer a política nacional, como fazer com que o voto seja facultativo, mas se isto for aprovado vai reduzir bastante o número de eleitores e ficaria fácil para pequenos grupos controlarem o processo eleitoral.

Cristiano disse...

Caríssimos,

Acompanhem o meu raciocínio. Os guerrilheiros de PuTin minaram, isso mesmo, colocaram minas terrestres nos locais onde estão os destroços do Boeing 777 da Malaysia Airlines no leste da Ucrânia.
http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/separatistas-poem-minas-em-area-com-destrocos-do-mh17

ISSO É PROVA DE QUE ELES ATACARAM O AVIÃO DE VERDADE. ELES ESTÃO TENSOS E NÃO QUEREM QUE MAIS COISAS SEJAM DESCOBERTAS.

DIZER QUE FOI ATACADO POR ENGANO, ORA, ORA, UM AVIÃO DE ATAQUE NÃO TEM TURBINAS DEBAIXO DE IMENSAS ASAS NEM FUSELAGEM LARGA.

E OUTRA COISA, ELES ACOMPANHAVAM AS TRANSMISSÕES DE RÁDIO, ELES SABIAM QUE O AVIÃO ERA DA MALAYSIA.

AGORA AS PEÇAS DO QUEBRA CABEÇAS COMEÇA A DAR FORMA AO CRIME QUE FOI A QUEDA DO OUTRO AVIÃO DA MALAYSIA. O AVIÃO CAIU QUANDO A RÚSSIA INVADIU A CRIMÉIA. QUERO DIZER QUE O AVIÃO DA MALAYSIA FOI DERRUBADO PARA DESVIAR ATENÇÃO. ENGRAÇADO QUE NOS SITES QUE FINGEM NÃO SER PRÓ-RÚSSIA O NOS SITES ESQUERDISTAS, OS ESTADOS UNIDOS JÁ ESTAVAM SENDO ACUSADOS DE DERRUBAREM O AVIÃO NO MAR E A MESMA ATITUDE FOI FEITA QUANDO A RÚSSIA DERRUBOU O SEGUNDO AVIÃO.

ESTAMOS EM ÉPOCA MAIS COMPLICADA DO QUE DURANTE A QUEDA DE JANGO.

ATENCIOSAMENTE,

CRISTIANO ARRUDA
Campo Grrande, MS.

Unknown disse...

VEJAM A QUE PONTO CHEGOU A SEDE DE PODER DE UM PARTIDO PT E SEUS COLIGADOS

Um país dividido - CLÁUDIO SLAVIERO


GAZETA DO POVO - PR - 26/07/2014



Os discursos (sic) do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva têm deixado claro não só as estratégias eleitorais de seu partido, mas a ideologia dos que grudaram ao poder e não querem dele apear de forma alguma. Elas pretendem, sobretudo, a divisão das pessoas do país, consolidando o popular “nós contra eles”, como se “nós” fossem os santos que merecem os céus eternamente, nele mandando e desmandando, e os “eles” aqueles que devem ser condenados ao fogo eterno dos infernos.



Reparem nos pronunciamentos de Lula, Dilma, Rui Falcão e seus seguidores. Seguem a linha do nacional-socialismo, guiado por Hitler e Goebbels, que já infelicitou o mundo e que teima em ressurgir em formatos modernos. Um dos exemplos é sua tentativa de caracterizar a mídia como “golpista”.



Joseph Goebbels, ministro de Propaganda do Reich, 11 dias depois de Hitler ter assumido o cargo de chanceler, fez o mesmo. Seu alvo era a “imprensa judaica”, que acusava de “ameaçar o movimento nacional-socialista. Um dia nossa paciência vai acabar e calaremos esses judeus insolentes, bocas mentirosas!” Naquela época, Hitler, Goebbels e os nazistas cumpriram sua ameaça.



Enquanto não calam a boca da mídia no Brasil, os petistas a desmerecem, ameaçam criar códigos disciplinadores da comunicação e se manifestam pelos blogs e veículos de comunicação escolhidos a dedo por Lula. Em todas as manifestações petistas, se condena a “elite branca”, a classe média (vide a filósofa Marilena Chauí, uma estrela intelectual petista: “A classe média é o atraso, a estupidez, o que tem de mais reacionário, conservador, ignorante, petulante etc.”), os conservadores, entre outros, por eles considerados “inimigos” do desenvolvimento preconizado pelo PT. E o país é dividido em brancos e negros, ricos e pobres, nordestinos e sulistas, progressistas e conservadores, estatizantes e privatizantes, bons e maus etc., incentivando a divisão de classes e, o que é pior, o ódio entre elas.



Enquanto isso, o PT beneficia apenas seus asseclas e aqueles que se aliam ao seu projeto de poder, desenhado por filósofos da Papuda. E o país vê desenhar-se um perfil catastrófico de sua economia: déficits, inflação, índices recessivos na produção industrial, desindustrialização e fuga de empresas para países limítrofes, dívidas interna e externa crescentes, economia estatizada, enriquecimento dos banqueiros e sócios do Lula, tudo paralelo à demagogia, populismo, bolsas de miséria, ausência de projetos de desenvolvimento socioeconômico e sustentável, aparelhamento do Estado e dos três poderes, descrença absoluta no Judiciário e desrespeito ao Supremo Tribunal Federal, cristalização da corrupção.



Uma nação enorme e triste! E que corre o sério risco, a seguir a cantilena petista, como querem Dilma, Lula, Rui Falcão e os filósofos da Papuda, de transformar-se em uma nação dividida, uma enorme e triste Venezuela

Unknown disse...

VEJAM A QUE PONTO CHEGOU A SEDE DE PODER DE UM PARTIDO PT E SEUS COLIGADOS

Um país dividido - CLÁUDIO SLAVIERO


GAZETA DO POVO - PR - 26/07/2014



Os discursos (sic) do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva têm deixado claro não só as estratégias eleitorais de seu partido, mas a ideologia dos que grudaram ao poder e não querem dele apear de forma alguma. Elas pretendem, sobretudo, a divisão das pessoas do país, consolidando o popular “nós contra eles”, como se “nós” fossem os santos que merecem os céus eternamente, nele mandando e desmandando, e os “eles” aqueles que devem ser condenados ao fogo eterno dos infernos.



Reparem nos pronunciamentos de Lula, Dilma, Rui Falcão e seus seguidores. Seguem a linha do nacional-socialismo, guiado por Hitler e Goebbels, que já infelicitou o mundo e que teima em ressurgir em formatos modernos. Um dos exemplos é sua tentativa de caracterizar a mídia como “golpista”.



Joseph Goebbels, ministro de Propaganda do Reich, 11 dias depois de Hitler ter assumido o cargo de chanceler, fez o mesmo. Seu alvo era a “imprensa judaica”, que acusava de “ameaçar o movimento nacional-socialista. Um dia nossa paciência vai acabar e calaremos esses judeus insolentes, bocas mentirosas!” Naquela época, Hitler, Goebbels e os nazistas cumpriram sua ameaça.



Enquanto não calam a boca da mídia no Brasil, os petistas a desmerecem, ameaçam criar códigos disciplinadores da comunicação e se manifestam pelos blogs e veículos de comunicação escolhidos a dedo por Lula. Em todas as manifestações petistas, se condena a “elite branca”, a classe média (vide a filósofa Marilena Chauí, uma estrela intelectual petista: “A classe média é o atraso, a estupidez, o que tem de mais reacionário, conservador, ignorante, petulante etc.”), os conservadores, entre outros, por eles considerados “inimigos” do desenvolvimento preconizado pelo PT. E o país é dividido em brancos e negros, ricos e pobres, nordestinos e sulistas, progressistas e conservadores, estatizantes e privatizantes, bons e maus etc., incentivando a divisão de classes e, o que é pior, o ódio entre elas.



Enquanto isso, o PT beneficia apenas seus asseclas e aqueles que se aliam ao seu projeto de poder, desenhado por filósofos da Papuda. E o país vê desenhar-se um perfil catastrófico de sua economia: déficits, inflação, índices recessivos na produção industrial, desindustrialização e fuga de empresas para países limítrofes, dívidas interna e externa crescentes, economia estatizada, enriquecimento dos banqueiros e sócios do Lula, tudo paralelo à demagogia, populismo, bolsas de miséria, ausência de projetos de desenvolvimento socioeconômico e sustentável, aparelhamento do Estado e dos três poderes, descrença absoluta no Judiciário e desrespeito ao Supremo Tribunal Federal, cristalização da corrupção.



Uma nação enorme e triste! E que corre o sério risco, a seguir a cantilena petista, como querem Dilma, Lula, Rui Falcão e os filósofos da Papuda, de transformar-se em uma nação dividida, uma enorme e triste Venezuela

CEL CESAR PINTO - AVERDADEDASMENTIRAS-UNKNOWN disse...

CARO JORNALISTA SERRÃO
ESTE COMENTÁRIO É CONTINUAÇÃO DO ANTERIOR.





HOJE ESTA É A VERDADE BRASILEIRA.


Revolução já.


SEM VIOLÊNCIA


"Para fazer a revolução que o País precisa basta que no dia 05 de outubro de 2014 a maioria dos eleitores brasileiros não compareçam na sua sessão eleitoral. Torne-se um revolucionário Votar em branco significa que o eleitor não quer votar em nenhum dos candidatos inscritos e tal decisão deveria ser respeitada pela Justiça Eleitoral e não inventar este desrespeito ao eleitor que é o voto válido. Em vez de votar em branco ou anular seu voto vá passear com a família, vá para a praia e se estiver chovendo vá a um cinema ou um teatro. Se você é idoso ou idosa não compareça para votar, mostre que não aceita o roubo legalizado que é feito mensalmente na sua aposentadoria. . Se a maioria dos eleitores não comparecer para votar está feita a revolução sem nenhuma violência. Em consequência deste resultado a Eleição deve ser anulada. Não argumentem com essa bobagem de voto válido o que significa valorizar o voto de uns sobre o voto de outrem.


Não acreditem nas pesquisas que não deveriam ser divulgadas, pois, seu resultado pode ser facilmente manipulado além de influenciar o eleitorado




O que fazer para o Estado brasileiro continuar funcionando após 1º de janeiro de 2015 é assunto para outro artigo".



Brigadeiro do ar Reformado – Ercio Braga

Loumari disse...


Jorge Serrão escreveu:

O “amigo” Lula tinha reclamado que: “Não tem nenhum lugar do mundo em que o Santander esteja ganhando mais dinheiro do que no Brasil. Aqui ele ganha mais do que em Nova York, mais do que em Londres, do que em Pequim, Paris, Madri, Barcelona”.



Senhor Serrão, este tal Brasil é um país de que GALAXIA??? Como se vai para lá? Isto está fabulosamente interessante. Os manos da consórcio estão muito interessados em conhecer esta nova Galáxia

Paulo Figueiredo disse...

Serrão, nenhum desgoverno, na história da humanidade, teve uma oposição tão frouxa e inerte como este. Eu sempre observei que PSDB e PT são as faces contrapostas da mesmíssima moeda; fingem antagonismos apenas para iludir o povo e dividir o poder; mas nem por isso o PSDB precisava ser tão acovardado e desleixado. Até para fingir eles são incompetentes.

Loumari disse...

Caro Paulo Figueiredo,

No Brasil não existe oposição. Não se pode considerar cabritos que comem onde estão amarrados de opositores. Sai de Brasil e pergunta aos franceses, aos portugueses, aos moçambicanos, aos angolanos, aos sul-africanos quem é o chefe da oposição no Brasil? Todos são unânimes: Nem ideia. Portanto, pergunta as mesmas pessoas: quem é o chefe da opisição em Venezuela? Todos conhecem o nome de Capriles.

Anônimo disse...

Quanto mais confusão o PT aprontar com bancos, melhor!
Os bancos são controlados por judeus, donos das finanças mundiais e arranjar encrencas com Israel dá mais combustivel para queimar o prestigio do PT, a nível de poleiro de pato, já que o país pertence aos judeus globais que o mantêm, mais o turismo e alta tecnologia que os inteligentes judeus inventaram e sempre aperfeiçoam; os árabes são uns dependentes de Israel e por serem aliados dos idem fracassados comunistas que se entendem.
A vitrine dos comunistas são as "grandes potencias em miséria e atraso" são Cuba e Coreia do norte!
Já os árabes, estão no mesmo plano dos comunistas: fracassados e vivendo de toda a tecnologia exterior, inclusive dos judeus, sendo ainda nesse ponto do tempo de Cleópatra, daí que os comunistas do PT são muito chegados!