quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Almoço com as estrelas: rapa do tacho de 2014


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Paulo Ricardo da Rocha Paiva

16 de dezembro.  A presidenta, comandante-em-chefe (ou “comandanta”, não sei mais qual é a grafia correta) das FFAA, almoça com seu alto comando. Parece que estou vendo, um coquetel de abertura. Os “estrelados”, já esquecidos do engolido “a fórceps” no ano passado (ver “A RAPA DO TACHO NO ALMOÇO COM AS ESTRELAS, no ”ALERTA TOTAL “, em 27/02//2013), entre um gole e outro de champanhe, comentando sobre seus quartéis, que agora viraram “casa da mãe Joana”, constantemente invadidos que foram pela horda vermelha da CN”M”V, ao longo deste ano.

Para variar, os que não contam mais, aqueles que foram escrachados na saída do Clube Militar/Ri no dia 29 de março de 2012, ah, esses ficaram de fora. Tanto melhor é o pensamento em meio ao caviar! Afinal de contas, essa história “démodé“ de Revolução de 1964 poderia ser ventilada e deixar mal aos que já foram cooptados, aqueles absolutamente indiferentes ao relatório final de uma revanchista comissão que, tão somente, só deseja que peçamos desculpas pelo tresloucado posicionamento de, já “esclerosados”, antigos comandantes e instrutores de escolas de formação que precisam, urgentemente, se dobrar à nova ordem e renegar o seu passado de luta.

Eis que os convidados se dirigiram para suas mesas, as estrelas refulgindo a submissão dos dominados.Só que o sobrecenho, daqueles agora mais acomodados profissionais das armas, não está mais tão sobrecarregado como no ano passado. Não corrói mais os generais-de-exército o fato da constante/permanente incapacidade dos sistemas operacionais das grandes unidades/brigadas da Força Terrestre nem a realidade de uma governança que não disponibiliza recursos para equipá-la e mantê-la em condições para operações de defesa externa contra os grandes predadores militares que, hoje, mais do que nunca, ameaçam colocar por terra o legado maior do Duque de Caxias, qual seja, a integridade do território nacional.

Almirantes e brigadeiros, que beleza, se entreolhando conformados. Nas comissões do congresso apenas mendigam, não exigem os recursos para compra/fabricação de mecanismos de alta tecnologia, tudo de vital importância para equipar suas forças em curto prazo, já que, no momento presente, MB e FAB não somam absolutamente nada para dissuadir, quiçá enfrentar, ameaças mais do que reais, sobremodo e particularmente, em face à região norte e ao pré-sal.

Brigadeiros ressabiados, sussurrando quanto ao preço que o Brasil pagará pelos caças, previsto no contrato final, que é quase US$ 1 bilhão superior ao previsto em dezembro de 2013. Almirantes comentando sobre o que está rolando na INTERNET, uma explicação do comandante da Marinha pela declaração atribuída a ele em apoio ao relatório da Comissão Nacional da “Meia” Verdade, recentemente divulgado. Com certeza se perguntam: se seu comandante não tivesse recebido pesadas críticas de companheiros, indignados com uma manchete dos jornais de sábado, na qual ele teria dito: “A Comissão da Verdade cumpriu o seu papel”, este teria se dado ao incômodo de tantos esclarecimentos nas redes sociais? Salvo melhor juízo, teria sido melhor permanecer em silêncio obsequioso, como sempre fazem seus pares na FAB e no EB.

Será que a "presidenta" estaria sendo alertada na “mesa da santa ceia”, por quem de direito e dever, de que o espírito de corpo da brigada de infantaria de montanha do Exército ficou abalado pela proscrição da utilização do seu nome BRIGADA 31 DE MARÇO?  Ah! Mas e se fosse dito, para ela, que os oficiais-generais ali presentes estavam apenas cumprindo um ato de serviço, posto que estavam/eram totalmente solidários com a atitude tomada pelo seu companheiro, o general chefe do DGP?

Porém isto seria acreditar ainda e muito em Papai Noel! A presidenta, com certeza, se engasgaria entre uma garfada e outra se lhe segredassem ao pé do ouvido que aquele busto, afrontando os brios do 1º BPE-BATALHÃO MARECHAL ZENÓBIO DA COSTA, estava com os dias contados e, se logo depois do brinde costumeiro, para azedá-lo, que, em seu lugar seria aposta a imagem do nosso Major José Júlio Toja Martinez, assassinado pelos seus “cumpanheros” da luta armada!

Parece que estou vendo o momento da sobremesa. Entre um docinho e outro, não houve como fugir: a calda adocicada se misturou ao fel do vil achincalhe da “Medalha do Pacificador” e suas correspondentes nas forças irmãs. Que não se duvide! Sim, conjeturaram que ainda se vai criar uma “Medalha José Genoíno Resistente” e que, em nome da tão invocada “disciplina” (que atualmente pretere a lealdade à Pátria), devem sem constrangimento receber o galardão para não desagradar a governança comunopetista.

No contexto da difamação da Força Terrestre, generais intimidados, incapazes de uma reação á altura de seus postos, à boca pequena comentam, entre outras guloseimas, a intempestiva remoção, pela Prefeitura de Taquari/RS,da estátuaerigida pela cidade onde nasceu o ex-presidente Artur da Costa e Silva, um oficial-general do Exército Brasileiro que teve seuperfil atirado na calçada como se fosse um Lenin de triste e ignominiosa memória, e isto porque, simplesmente,Comissão da “MEIA” Verdade motivou  a iniciativa, como afirma Emanuel Jesus (PT/RS)!

Bem disse o filósofo alemão Georg Christoph Lichtenberg: - “Quando os que mandam perdem a vergonha, os que obedecem perdem o respeito! ”Profissionais das armas deste País! Alerta! Nada mais nada menos! Simplesmente! Desavergonhadamente! O busto do Excelentíssimo Senhor Marechal Artur da Costa e Silva, ex-presidente do Brasil, foi atirado ao chão e não se ouviu um maldito “ai” pelo alto comando da Força Terrestre. Que fato tiranicamente inacreditável! Estou vendo Lula dizendo: -“ Nunca na história deste País... “

Por fim, não posso deixar de imaginar o "papo do cafezinho", aquele sorver amargo, servido com a cobertura insossa das recomendações finais do relatório da famigerada CN”M”V.Entre outros absurdos o cacho eletrizante do “reconhecimento de culpa” pelas FFAA. Segundo a insidiosa comissão, “até agora as Forças Armadas não negaram que ocorreram abusos de direitos humanos cometidos em suas instalações, cometidos por seus militares. Mas isso não seria suficiente. A primeira recomendação do relatório final é que as forças reconheçam sua responsabilidade institucional pelos abusos ocorridos durante a ditadura. ”

Meus irmãos em armas, que se diga: ATÉ SOBEJAS PROVAS EM CONTRÁRIO, seria válido a instituição de uma loteria, por que não dizer, de um “bolão”: QUEM VAI DECLARAR O “MEA CULPA” DAS FFAA, PELO FATO DELAS TEREM IMPEDIDO A IMPLANTAÇÂO DE UM REGIME COMUNISTA NO PAÍS?

Brasileiros, façam suas apostas: será um general, brigadeiro ou um almirante?

Quem viver verá!


Paulo Ricardo da Rocha Paiva é Coronel de Infantaria e Estado-Maior.

5 comentários:

Anônimo disse...

Coitadas da estrelinhas estão com luzes bruxuleantes. Hoje existe uma tênue imagem do que foram as FFAA. Hoje, seus tiros não dão xabu. Mas a culpa não é das FFAA. Faz parte do projeto do Foro de São Paulo, em consonância com os demais países da AL que integram a Grande Pátria, extinguir as FFAA e criar uma força militar moldada nos ideais bolivarianos. Por isso, Lula criou a Força Nacional. Eles têm a pasta encefálica devidamente lavada e irão cuidar da segurança do Brasil.

Loumari disse...

Ora, quando vós virdes a abominação do assolamento, que foi predito, estar onde não deve estar (quem lê, entenda).
( MARCOS 13:14 )



Porque se levantarão falsos cristos, e falsos profetas, e farão sinais e prodígios, para enganarem, se for possível, até os escolhidos.
Mas vós vede; eis que de antemão vos tenho dito tudo.
( MARCOS 13:22 )



Preparai a matança para os filhos, por causa da maldade dos seus pais, para que não se levantem, e possuam a terra, e encham o mundo de cidades.
Porque me levantarei contra eles, diz o SENHOR DOS EXÉRCITOS, e desarraigarei de Babilónia o nome, e os resíduos, e o filho, e o neto, diz o Senhor.
E reduzi-la-ei a possessão de corujas, e a lagoas de águas:
e varrê-la-ei com vassoura de perdição, diz o SENHOR DOS EXÉRCITOS.
( ISAIAS 14:21 )

Anônimo disse...

PARABÉNS, CORONEL PAULO RICARDO DA ROCHA PAIVA...! O SR. É UM VALENTE...!
UM PATRIOTA...!TEM BRASILEIRO QUE VESTE A FARDA DO EXÉRCITO, MAS, NÃO É DIGNA DELA, NÃO É DIGNO DO BRASIL, É UM TRAIDOR DA PÁTRIA. QUE MUITOS SE INSPIREM NO SENHOR...! POIS, PRECISAMOS DE HERÓIS PARA QUE DEFENDAM O NOSSO QUERIDO BRASIL.

Anônimo disse...

AF disse:
Ah quem me dera um novo Mourão, todo o resto, impeachment e etc é só para dar tempo para eles se armarem. Qualquer pessoa lúcida sabe que não há outro jeito, eu até queria acreditar que houvesse, mas não há. No mais, os traidores cooptados devem ser presos por traição, ou, no mínimo, responsabilizados por COVARDIA.
Deus nos ajude!

Anônimo disse...

Sim, e o que você fez quando estava na ativa ao ver o sucateamento e o desprestígio crescente com que eram tratadas as FFAAs, generaleco garganteiro?

Como vocês reagiram, ainda no governo FHC, frente às primeiras sinalizações de que os terroristas estavam ganhando a guerra, com o reconhecimento de vultosas indenização a BANDIDOS da pior espécie?

BANDO DE MERDAS DA MESMÍSSIMA LATRINA, é isso que vocês são, tanto os da ativa, quanto os da reserva. Reserva IMPOTENTE (em todos os sentidos), velhos capões que se submeteram a toda essa avacalhação, deixando as tropas à míngua e com soldos defasados, desde o governo FHC, e hoje, na reserva, querem cantar de galo.

Alguns dos que hoje bradam ainda estavam na ativa durante o governo do ladrão de nove dedos, e o que fizeram?

VOLTEM PRA DEBAIXO DA CAMA E TROQUEM O FRALDÃO GERIÁTRICO! Tô de saco cheio da bravataria de covardes e desonrados.