quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Comandantes, ajam!


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Ney de Oliveira Waszak

Não existe nação evoluída que não tenha passado por agruras; uma guerra interna, externa ou grandes desastres, com perdas patrimoniais e de vidas humanas.

O Brasil não fugirá a regra, faço tal afirmativa há muito tempo.

Perdemos nossa oportunidade na Contrarrevolução de 1964, mas o espírito conciliador de nossas Forças Armadas (FFAA), inspirada por Caxias, não permitiu condenar à morte os apátridas, que tentaram vender nosso Brasil.

O ciclo dos governos Militares, que eram compostos em grande parte por civis, retirou o Brasil do caos e o conduziu a ser reconhecido internacionalmente, em condições favoráveis.
Foi criada a lei da anistia, permitindo àqueles apátridas vencidos, retornarem, outro erro, mas no mesmo espírito já mencionado assim fora feito.

Infelizmente o resultado foi permitir que os vencidos iniciassem a tentativa de deturpar a história e novamente enganar nosso povo, colocando a si como democratas e não como inimigos do Brasil, terroristas, ladrões, assassinos, sequestradores e vendilhões da Pátria.

Com a proposta de poder permanente e implantação de um Estado comunista, instalaram o Foro de São Paulo, com acordos entre todos os partidos de esquerda da América Latina e fiança do pt e dos Castros da ilha prisão.

O braço armado do Foro de São Paulo, na implantação da república bolivariana, é o grupo de narcotraficantes e terroristas, FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia). O pt organiza no Brasil, o seu braço armado composto dos ditos movimentos sociais: MST (Movimentos dos Sem Terra); Via Campesina e outros de menor porte e também compõe o braço armado o grupo criminoso, de São Paulo, PCC (Primeiro Comando da Capital).

As FARC praticam ações como na comunidade de Bojayá, no noroeste da Colômbia, onde houve o massacre em uma igreja que deixou 79 mortos, entre os civis moradores do local, em 2002. São os aliados do pt e da esquerda no Brasil, que assinaram o Foro de São Paulo.
Desde os governos da chamada nova república, vimos o crescimento da corrupção e enriquecimento de políticos ligados ao poder.

O pt aprimorou a corrupção a ponto comprar a maioria dos políticos e colocar a maior empresa do Brasil, a Petrobras, em situação de pré-falência e desacreditada no mundo inteiro, a Eletrobrás está no mesmo caminho. Vivemos assistindo descobertas de escândalos sucessivos, desde os correios, passando pela amante do ex-presidente até agora com a Petrobras, que deverá ser seguido pelo do BNDES.

A esquerda está preparando o CAOS há bastante tempo: Nações indígenas; Acordos internacionais, com risco para nossa integridade; Destruição da família; Anulação da educação; Apartheid; Ligação com governos de esquerda; Perdão de dívidas de governos ditatoriais e Aparelhamento do Estado.

Para este ano vindouro de 2015, a esquerda tentará dar passos mais largos em direção ao verdadeiro governo comunista e para demonstrar isso já identificamos algumas atitudes:

1. A tentativa do governo petista da atual terrorista em aprovar o Decreto 8.243, projeto que implanta o soviets brasileiro, anulando o Congresso;

2. Foi para SANCIONAMENTO presidencial lei que irá permitir o ACESSO de FORÇAS ESTRANGEIRAS em nosso PAÍS, sem o CONTROLE de NOSSAS FORÇAS ARMADAS: 22/12/2014 SF PLC 00034 2014. Esta altera a Lei Complementar nº 90, de 1º/10/1997, permite forças estrangeiras transitar pelo território nacional;

3. A criação, nesta última reunião realizada em Quito, da URSAL - União das Repúblicas Socialistas da América Latina, congregando, Cuba, Argentina, Uruguai, Bolívia, Brasil, Equador, Venezuela e Nicarágua, constitui um enorme risco para a própria soberania do Brasil. Perto disso, a corrupção é um mal menor. Notem que o Chile, Colômbia e o Paraguai não pertencem ao grupo. A URSAL propõe acabar com as fronteiras e até as Forças Armadas estrangeiras poderão entrar em nosso território.

Pelo projeto do Foro de São Paulo e da UNASUL (URSAL), está sendo criado o exército vermelho da república bolivariana, que irá controlar todo o bloco, a exemplo da antiga União Soviética.

A completa inoperância do Congresso e a omissão do Judiciário, leva às FFAA a responsabilidade de manutenção das instituições e integridade do território brasileiro.

As FFAA deixarão ocorrer uma guerra civil no Brasil?
Tal pergunta deve ser respondida pelos comandantes militares, pois se não tomarem uma decisão e posição corajosa, sem dúvida haverá uma GUERRA CIVIL.

A grande maioria dos brasileiros não é partidária ao comunismo e fatalmente haverá conflito. A forma de impedir esse conflito é uma ação pró-ativa dos COMANDANTES MILITARES, com base no Art. 142 de nossa constituição.

Não é revolução e sim a preservação do BRASIL.

COMANDANTES DA MARINHA, EXÉRCITO E AERONÁUTICA.
PELO BRASIL, AJAM!


Ney de Oliveira Waszak é Coronel na reserva do EB.

6 comentários:

Anônimo disse...

entrevista feita antes da eleição. ambos acreditam ingenuamente no sistema eleitoral brasileiro... acharam que o PT, que apronta até no sangue, não ia aprontar na eleição. As pessoas parecem personagens bonzinhos de contos de fada que não acreditam no lobo nem na bruxa...

Dep. Arolde de Oliveira apura importação de sangue de cidadãos cubanos

https://www.youtube.com/watch?v=SvvwzyOatf0

Anônimo disse...

Esses canalhas não vão fazer nada. Vocês da reserva é que precisam para de chorar feito VEADOS DESMAMADOS e começar a fazer alguma coisa prática, que não seja ficar escrevendo notinhas e artiguinhos afrescalhados.

Anônimo disse...

Se a constituição garante liberdade de expressão e integridade do território nacional garantido pelas forças armadas, nada mais natural que haja intervenção das mesmas, quando houver ameaças concretas.
Já se sabe que isto está ocorrendo na Amazônia, mas ninguém está reagindo.
Não seria o caso de patriotas de cada um destes países do foro de são paulo, se reunissem e também trabalhassem em conjunto para somar inteligência e esforços para agir na fonte de cada um desses países?
Ficaria evidente a corrupção conjunta de todas as nações deste foro, e se publicaria na internet tudo o que é proibido de cada país.
Onde estão os bons das grandes democracias?
Onde estão os bons dos organismos internacionais?
O que houve com a Onu?
Está todo mundo vendido?
A quem interessa a queda da democracia no Brasil e na América Latina?
O cidadão comum nunca foi tão roubado, humilhado, estuprado, esculhambado e iludido.
Os profissionais que se instalaram em todos os postos chave, minaram a nação.
O Brasil como nação, não existe mais.
Virou cassino, circo, piada, humilhação, paraíso das gangues, bancada de negociações "paralamentares", do tráfico de drogas, de menores, de meninas, de órgãos, de influência...
A nação se perdeu.
No meio de tanta corrupção, tanta enganação, tanta mentira, formou-se um nevoeiro onde a verdade desapareceu.
Não estamos mais perplexos - até isto já se foi.
Estamos anestesiados, inertes, alienados.
Deixamos passivamente acontecer a perda do rumo, da dignidade, da capacidade de reagir, da vontade de corrigir o rumo.
Não somos mais nação.
Somos zumbis autistas, avacalhados diariamente pela desfaçatez e cara de pau de gente insana.
Todo mundo virou individualista, como último refúgio.
Não tem mais para onde se retirar.
Quando só resta você mesmo, você sabe que está sozinho.
É você e seu caráter.
É tu e tu mesmo.
Penso que milhões de brasileiros estão na mesma situação.
O que podemos fazer?
Vamos ficar assistindo?

Anônimo disse...

Unicamente no objetivo de reforçar as procedentes afirmações do Coronel Ney,reporto-me ao texto que fiz aqui mesmo no "Alerta",sob o título "A Nova Santa Inquisição no Brasil".S.A.Oliveira.
http://www.alertatotal.net/2014/04/a-nova-santa-inquisicao-no-brasil.html

Anônimo disse...

Eu Não acredito mais nas FFAA, deveriam agir no dia da posse, hoje, agora demostram que os seus comandantes se venderam também, como os políticos. Não há mais oque fazer, Infelizmente, pobre de nós brasileiros patriotas. Não sei como ficará nosso país num regime comunista, lulista, bolivariano, etccccc....

Anônimo disse...

A nossa caserna infelizmente estra tremendo de medo de cumprir o seu papel constitucional em dedesa da democracia brasileira e pela independencia do julgo de naçoes estrangeiras