domingo, 21 de dezembro de 2014

Uma inútil lamúria


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Valmir Fonseca

Exceto alguns contundentes protestos, e até um processo judicial, lemos muitas lamúrias de militares da reserva e de alguns civis sobre o relatório da Comissão da Verdade.

Um General de Exército e da Ativa divulgou sua nota defendendo o seu falecido pai, listado com os demais (377), como um dos algozes dos comunistas nacionais.

As injustiças e as acusações do rancoroso relatório, certamente já deveriam estar enfiadas em nossos crânios muito antes de seu término.

Portanto, com surpresa, verificamos tantas queixas apontando incoerências e incorreções da Comissão, e ficaríamos boquiabertos se na sua apoteose, a famigerada agisse com mínimo de equilíbrio.

Infelizmente, dizem que somos pessimistas, ao que rebatemos, “somos realistas”.

Lamentavelmente, a Comissão que deveria ser alertada pelos comandantes militares sobre o que poderia acontecer, caso, não atuasse com dignidade, nunca o foi.

Sem freios, a Comissão chutou a paciência dos militares dignos e ofendeu personalidades como Presidentes e Ministros, os quais além do alto cargo no executivo foram ícones para os militares.

A Comissão usou e abusou, ofendeu, acusou e perjurou, não apenas militares de altíssimo escopo, mas as próprias Instituições Militares, inclusive a Força Aérea Brasileira, na pessoa de seu ínclito Patrono, o Brigadeiro Eduardo Gomes. 

Alguém esperava algo diferente?

Infelizmente, apesar da magnitude do revanchismo, ao qual cabia uma resposta ou interferência nos anos da nefasta e orientada pesquisa da Comissão, nenhum chefe militar reagiu e o desgoverno só prestigiou o revanchismo.

Quando estudamos nas Escolares Militares a figura do líder ou do chefe militar, lembramos de Gastón Courtois e cultuamos os ícones da nossa Identidade, desde Caxias, Osório, Sampaio e tantos outros, cuja vida é narrada em inúmeros livros, com passagens da maior grandeza, quando em decisão corajosa os lídimos chefes deram um basta no que maculava a sua Instituição Militar e a própria Pátria.

Aqueles baluartes são respeitados como um exemplo. Para o desconhecido universo da caserna de hoje, não?

Quantas epopeias de sua estória são lembradas com admiração? Mesmo quando eles provocaram prejuízos para si, mas nunca em sua dignidade?

Ah! Velhos tempos, quando os Valores e as Virtudes Militares faziam parte de nós.

Hoje, parece que os princípios mudaram, e esperamos que em breve não seja institucionalizada outra Comissão.  Bastou a das polpudas indenizações, e pela atual cúpula das Forças Armadas, o silêncio da submissão deverá perdurar.

Até quando? Não sabemos.

Alguns afirmam que pior do que está não poderá ficar; discordamos, a Pátria afunda econômica e moralmente, nomes de ruas de militares são substituídos por “heróis” comunistas, o mesmo ocorre com as estátuas que são derrubadas por decisão de velhacos criminosos.

Temos acompanhado o dia a dia da Nação, mais greves, mais assaltos, mais assassinatos, mais corrupções, mais drogas, mais mordomias e altos salários para os camaleônicos parlamentares.

A Nação está no fundo do poço, e nada visualizamos que poderá modificar este terrível cenário.

Por vezes, miramos a decadente Argentina, e muitos dizem que seremos aquele País amanhã, entretanto, lá vai firme a sua “presidanta”, como a nossa, e lá como aqui, nada é feito para mandar as duas para o quinto dos infernos.

Com pesar, concluímos que esta M... não tem solução. Não vemos nenhum segmento, classe, grupo, ou indivíduo que possa modificar o nefando rumo que seguimos.

Outros, desiludidos como nós, esperavam que as Forças Armadas pudessem atuar, pelo menos como um poder moderador, mas a nossa realidade é de total descrença, o comunismo - sócio - lulo - petista - sindicalista, pelas beiradas e por vezes com as fuças no meio do pote, segue lépido e sem oposição.

É triste, mas é a pura e desagradável verdade.

A Pátria não merece, mas o nosso povinho, sim.


Valmir Fonseca Azevedo Pereira é General de Brigada reformado.

4 comentários:

Anônimo disse...

ESTA COMISSÃO É E TEM A CARA DA ANTA GORDA QUE SE ACHA NO COMANDO DO BRASIL.
Está justamente lá para falar e fazer o que a terrorista traidora do Brasil não tem coragem de fazer pessoalmente.
Sabe o que me passa pela cabeça: é que a anta gorda tem com os militares algum rabo preso acerca das suas delações no passado quando ela em troca de boa vida, sim por que ela nunca mostrou sinal nenhum de que fora torturada, deve ter prometido um silencio secular.
creio que isso se conjumina com aquela decisão do STM em esconder seu processo e tudo que se relaciona com ela e aquele período em que usava armas para implantar uma ferrenha ditadura comunista.
Se os nossos jornalistas não estivessem bem comprados e fossem investigar a fundo em algo se defrontaria acerca do por que não se saí desse marasmo...
Um abraço.

Carlos Bonasser

Anônimo disse...

É a comissão mais mentirosa que já apareceu por estas bandas,dá nojo!!!

paulo

Anônimo disse...

Cleonice I Ferreira disse:
Excelentíssimos Generais, Valmir Fonseca Azevedo Pereira, Paulo Chagas e Newton Álvares Breide, sempre leio os artigos neste respeitado Blog e em outros também.
Hoje o Sr. Gel.Valmir Fonseca afirmou: "A Pátria não merece, mas o nosso povinho, sim". DISCORDO E EXPLICO. O que é " A Pátria"? É seu território e seu povo, com sua história.
Qual a instituição responsável em garantir a nossa Constituição?
O Sr. Gel Valmir afirmou nesse Blog no artigo "UMA INFAME GUERRA CIVIL NÃO DECLARADA", OPINIÃO COMPARTILHADA COM MAIS DE 90% DA POPULAÇÃO BRASILEIRA. Se para os senhores a situação é tão difícil, imagina para o povo.
Se o povo pode governar a si próprio far-se-ia desnecessário qualquer tipo de governo.
Não vejo o povo apoiar qualquer ataque às FFAA. Porém estão assustados e muitos desanimados com a falta de respostas a tantos "PEDIDOS DE SOCORROS".
Estamos abandonados à própria sorte. Enganam-se os que pensam que o povo não sabe quem são os verdadeiros responsáveis por tantos sofrimentos, esses homens que já perderam a Europa, a Ásia, o Oriente, a América do Norte e a África. E agora querem a América do Sul como sua colônia de exploração.
Gel. Paulo Chagas nós o povo sabemos que discutir sobre os mortos é mais fácil do que cuidar dos vivos. Assim o tempo vai passando e o Brasil descendo ladeira abaixo, rumo a um abismo desconhecido. É muita tristeza ver o que está acontecendo com nosso Brasil. Gel. Newton Álvares Breide, li o seu artigo e pedirei ao Grande Legislador do Universo que dê sabedoria e derrame muita Luz nas vossas vidas, sabemos que a vida de um soldado é de luta constante.
Que Deus ilumine a todos.

Loumari disse...

É claro que o deus das prostitutas, o deus dos assassinos, o deus dos corruptos e corruptores, deus dos estupros, deus da pedofília, o deus dos traficantes e de todo tipo como de drogas, de seres humanos e de órgãos humanos e de todos profanadores do sagrado nestas terras que se chama Brasil, que os ilumine a todos mesmo. É que estes todos têm uma mãe que cauciona todos os seus atos e abominações e dá a cara por eles. Esta invoca o seu deus para que os ilumine a todos no 100/%. N'est-ce pas madame?