quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Demissão: corra ou esteja preparado para a sua!


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Marcelo Scharra

A economia está desacelerando – o desemprego vai aumentar – este é cenário traçado por grandes especialistas e validado pelos principais índices econômicos nacionais e internacionais. Vivemos um momento de pouco ou nenhum crescimento e, inevitavelmente, todas as empresas serão “convidadas” a melhorar sua eficiência. Para isso terão de modificar as variáveis mais controláveis que possuem: Custo e Despesa, uma vez que o aumento de Receita não depende apenas dela.

De um lado as forças externas da economia exigem uma rápida melhoria na eficiência das organizações, de outro a força dos acionistas objetiva lucro. E no meio de tudo isso está VOCÊ. E por mais evoluídas que sejam as políticas de recursos humanos da sua empresa, ela terá que encarar esta pressão.

Todos nós, empresários ou funcionários, sofreremos os efeitos desta pressão, então o que fazer para sermos protagonistas e não coadjuvantes deste cenário? Empreender – mobilizando pessoas e recursos a fim de atingirmos nossos objetivos.

No papel de funcionário, não é possível executar apenas as tarefas que lhes são confiadas. É importante utilizar a energia, determinação e foco para ir além das funções de rotina. Com o conhecimento de que o cenário exige uma melhoria de eficiência da organização, e tendo em mente que resultados não positivos podem “penalizar” a ele mesmo, cabe ao profissional ser o ator que ajudará a alcançar os resultados da sua empresa ou área.

Com essa postura, o funcionário estará se sobressaindo como uma figura importante para empresa e quem sabe contribuindo para que o processo de demissão seja minimizado ou nem exista. Na pior das hipóteses terá se desenvolvido intelectualmente.

Já para os empresários, é preciso sempre ser transparente com seus colaboradores e se possível, não esperar o último minuto para tomar decisões que possam impactar famílias. Pior que ficar sem sua principal fonte de renda, é receber esta notícia de última hora. Algumas empresas, mais capitalizadas, realizam programa de demissão voluntária, ou mesmo de recolocação profissional. Estes dois caminhos são os ideais, mas nem sempre possíveis.

Embora esta seja uma política que tem deixado muitas empresas com sua reputação em alta mesmo nos momentos de crise, ela nem sempre é viável. Nesse caso o foco passa a ser fazer o possível para minimizar os impactos daqueles que eventualmente sairão, mantendo as decisões que podem beneficiar tantos outros com uma empresa mais saudável e que poderão ter mais estabilidade.


Marcelo Scharra é consultor de gestão da Inside Business Design (www.insidebd.com). É formado em Administração de Empresas pela PUC-SP, com especialização em Finanças pelo Insper. A Inside é uma consultoria que identifica, propõe metas e ajuda a solucionar.

Um comentário:

Anônimo disse...

http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/congresso/psdb-renuncia-ao-auxilio-conjuge-de-eduardo-cunha/

Me senti honrado pelo PSDB. Nunca pensei que, neste fim de campeonato, um partido me respeitaria como Brasileiro e Patriota. Não tenho nem como explicar. Encheu meus olhos de lágrimas de alegria.

Nunca vou esquecer deste ato.

Sou apartidário. Mas o PSDB, acabou de ganhar meu respeito.

Que se ferre a aliança PT + PMDB + Simpatizantes.

A verdade sempre vem à tona.