domingo, 21 de junho de 2015

Com menos ou mais dinheiro


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Regis Fusaro

É uma pergunta que eu me faço constantemente e procuro respostas precisas , Parece, entretanto, que  para a primeira parte - com MENOS dinheiro - todo mundo já tem a resposta pronta: se com o que temos já não podemos fazer grandes coisas, com menos então  é que estaremos todos  como o queijo de soja, isso mesmo: TOFU (rioso, becado, ribundo ou qualquer outra terminação que se lhe ocorra !).

Com mais dinheiro porém a figura é completamente outra.  Essa pergunta dirigida àqueles que têm um espírito empresarial viria acompanhada de muitas ideias, não importa se no campo, na indústria, no comércio e, ainda, nos serviços.  E por que será que está aumentando o desemprego, fechando muito comércio e desativando muita indústria?

Penso que todos estamos com MENOS dinheiro, compramos MENOS - porque as coisas estão custando mais, então o comércio não vende mais ao público e não compra mais à indústria e esta vai fechando suas portas. Parece elementar mas, seja a inflação ou quem quer que seja, o fato é que estão nos tirando o nosso rico dinheirinho, estão nos empobrecendo e logo logo estaremos todos muito bem socializados, por obra e graça das fraudes e roubos (seria ofensa falar assim?) que nos tem proporcionado o SOCIALISMO de "mer" que o partido de "bos" quer nos impor.

Isso me remete à figura da cobra que à falta de alimento começa a engolir o próprio rabo.  Onde ela vai chegar?

Solução? Há! O difícil e demorado está sendo o primeiro passo.

Impostura

Leu-se no Estadão que Economistas da FGV, do Insper, da Fipe-USP e da FAAP manifestaram apoio ao ajuste fiscal promovido pela equipe econômica. 

Sem comentários mas, e sempre há um "mas!... Será que entre eles não há algum que tenha a criatividade suficiente para sugerir um outro medicamento econômico para a crise que nos afeta?

Já estamos fartos de soluções, tais como, MAIS IMPOSTOS!!!!  Nenhum deles terá pensado que também é possível fazer com MENOS IMPOSTOS????

Repete-se mais uma vez:  há solução!


Régis D.C. Fusaro é Cidadão.

Um comentário:

Anônimo disse...

Economistas, só se for com a demissão de mais de cem mil sanguessugas nomeados "ad nutum" , com o corte de vinte e cinco ministérios, com juros praticados no mundo decente, para pagar a dívida pública, juros de quase 500.000.000.000,00 por ano, e com o fim dos desvios de dinheiro da nação, ai sim vai dar, abaixando os impostos e deixando livre a economia para que percorra, como um rio em seu curso, o caminho do Progresso! É fácil!