terça-feira, 30 de junho de 2015

Idiotas sem fronteiras


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Os jornais estão acabando. Não dão mais notícias; só mini crônicas ou textos de propaganda disfarçada.

Os antigos e então respeitáveis diários estão como a feifoada. Tem carne de porco mas não é mais porco.

As seções mudaram. Hoje temos só “mondo cane”, bizzarro, tragédias, violência, etc.

“Os fatos, ora os fatos , o leitor tem preguiça de ler, de pensar ; quer mesmo e ver o horóscopo e a previsão do tempo” devem pensar os editores em todos os países.

O ditado é:”Mais vale uma imagem que mil palavras”.

Na era dos telefones móveis inteligentes, tudo é filmado e postado nas redes sociais.

Vejo eu mesmo e tiro minhas conclusões. Raramente compartilho algo.

Como na peça teatral de Ionesco, muitos de nós estamos virando rinocerontes.

No país já temos várias rinocerAntas.

Aqui d'El Rey !


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

3 comentários:

Anônimo disse...

Tirando as notícias frias que só servem para encher linguiça em almanaques e o desfile de tragédias humanas em que fomos conduzidos por essa ideologia desgraçada, que conteúdo político, cultural, jornalístico, tem esses jornalões tradicionais oferecem hoje? Por mim eles estão morrendo. Só estão vivos por conta dos "recursos" da revolução cultural que ajudam a promover.

Loumari disse...


Todos os Minutos São Precisosos

Às vezes, quando me encontro com velhos amigos, lembro-me da rapidez com que o tempo passa. E isso faz-me pensar se temos utilizado o nosso tempo de forma adequada ou não. A utilização adequada do tempo é tão importante. Enquanto tivermos este corpo e especialmente este cérebro humano incrível, eu acho que cada minuto é algo precioso. O nosso dia-a-dia é muito vivido à base de esperança, embora não exista a garantia do nosso futuro. Não há garantia de que amanhã a esta hora estajamos aqui. Mas estamos sempre na expectativa de que isso aconteça, puramente na base da esperança. Por isso, precisamos de fazer o melhor uso possível do nosso tempo. Acredito que a utilização adequada do tempo é a seguinte: se você puder, esteja disponível para as outras pessoas, ou para outros seres sensíveis. Se não, pelo menos, abster-se de os prejudicar. Eu acho que esta é toda a base da minha filosofia.

Concluindo, precisamos de reflectir no que é realmente de valor na vida, o que dá sentido às nossas vidas, e definir as nossas prioridades com base nisso. O propósito da nossa vida precisa de ser positivo. Nós não nascemos com o propósito de causar problemas, prejudicando outros. Para que a nossa vida seja de valor, acho que devemos desenvolver boas qualidades humanas básicas - o calor, a bondade, a compaixão. Então, a nossa vida torna-se significativa e mais pacífico, mais feliz.

"Dalai Lama, in 'The Art of Happiness'

Loumari disse...


Vivemos num sistema de mentiras organizadas, entrelaçadas umas nas outras. E o milagre é que, apesar de tudo, consigamos construir as nossas pequenas verdades, com as quais vivemos, e das quais vivemos.
"José Saramango"
Tabu (Sol) / 20080419


A minha vida é muito boa para que possa desprezá-la. A solução é viver o dia-a-dia. Relaxa e goza.
(Millôr Fernandes)