quinta-feira, 16 de julho de 2015

Porta de Privada


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Enio Mainardi

Eu criei o Porta por raiva. Quiz repartir, por escrito, minha sensação de impotência frente ao PT, que cada vez mais se mostrava como um ajuntamento de oportunistas - de dinheiro e poder.

Meu horror ao Lula me causa até refluxo gástrico, se o papo for na direção dos desmandos do petismo em hora de refeição. Sentimento hoje reforçado pelo asco físico que tenho pela Dilma.

Eu conheci, nos começos do PT, amigavelmente, alguns dos personagens que hoje rodeiam o cadáver insepulto da presidenta. Eles não pareciam (o Cardoso, Mercadante etc.) na época, o que mostraram ser depois. Iguais ao Fidel, que no começo da Revolucion jurou que jamais seria comunista. E depois que se agarrou ao poder, criou a ditadura cruel que agora é Cuba.

Passaram os tempos, o Porta sempre registrando os protestos e comentários de gente igualmente revoltada com a corrupção e a deslealdade deste partido que traiu e roubou o país, em escala jamais vista.

O Porta de Privada virou uma espécie de sismógrafo político registrando abalos sucessivos na reputação (putação, diria) desse PT em decadência, nos seus estertores. Mas cuidado em pisar nessa cobra, pois ela ainda pode dar um bote e matar quem anda distraído.

Ficar alerta contra o Golpe bolivariano do PT, em andamento - e continuar lutando - é mais do que uma obrigação, é um dever. Nós queremos a democracia. Eles não querem. É o bastante para agudizar nossa vontade de querer vê-los pelas costas, para que nunca mais voltem.

Vão para o Inferno, preferencialmente, onde vão encontrar colegas como o Stálin, Pot Pol, Hitler, Nero e outros afins.


Enio Mainardi é Publicitário. Originalmente publicado no Facebook do autor em 16 de julho de 2015.

Nenhum comentário: