sexta-feira, 10 de julho de 2015

Vamos de Sérgio Moro ou seguimos de Al Capone?


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

A desqualificada classe política tupiniquim anda tão sem credibilidade, tão caída moralmente, que nem dá para acreditar quando alguém da cúpula do poder, em aberta e autofágica conspiração para permanecer onde está, vem a público afirmar que a Presidente Dilma Rousseff não tem chances de cair. No Brasil, a negação de fatos evidentes costumam ser o prenúncio do que já aconteceu de verdade, e só aguarda a confirmação oficial forçada pela ululante obviedade da realidade.

Quem acreditou no que proclamou ontem o Presidente em Exercício Michel Temer, em visita ao Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras, em Dourados, Goiás: "Não precisa segurar a presidente Dilma, ela não cai. Tem capacidade de trabalho e somos aliados. Naturalmente colaboramos com o País". Em recente entrevista à Folha de São Paulo, a própria Dilma também já tinha dito: "Eu não vou cair. Eu não vou, eu não vou. Isso aí é moleza, é luta política”.

Como diria Karl Marx, no Brasil, as declarações se repetem como farsas... Dilma e Temer podem dizer o que quiserem. Ambos não têm credibilidade moral e perderam a confiança da maioria dos cidadãos-eleitores-contribuintes para continuarem comandando o Brasil. A desconfiança generalizada (sem trocadilho infame) sobre ambos e toda a oligarquia dirigente afronta e inviabiliza a governabilidade.

Dilma e Temer ainda têm ilusória sobrevida porque a politicagem de uma pretensa oposição não os incomoda, de verdade. Acontece que a maioria da sociedade, interligada em rede virtual, está de saco cheio deles. Grandes mudanças históricas costumam acontecer quando o povo perde a paciência com a tríplice crise: econômica, política e moral. Inclusive no Brasil Capimunista, onde tudo é cartorial, corrupto e lento, o jogo pode virar de uma hora para outra. O que pode acontecer é imprevisível...

Os políticos parecem viver em outra dimensão completamente irreal. O bom maçom inglês Michel Temer, que pediu licença da Maçonaria por suposta alegação de que não estava se sentindo seguro para frequentar sessões de sua Loja, tenta vender, publicamente, a absolutamente falsa tese de que o Brasil vive "uma normalidade institucional". Claro e evidente que, para Temer e tantos outros membros de nossa oligarquia da politicagem, não é conveniente jogar mais lenha ainda no conflito aberto entre os três poderes da república que os militares proclamaram em 1889, mas que ainda não foi implantada de verdade.

Um de nossos maiores dramas é, exatamente, essa crise estrutural. O Brasil Capimunista mais parece um grande cartório de corrupção e má gestão, sem transparência e com alto índice de impunidade em favor dos bandidos da oligarquia. O Presidente da República funciona como um "imperador absolutista", centralizador, que conta com a conivência de um parlamento mais focado em promover negociatas que, efetivamente, fazer Política.

Na prática, o Brasil é uma nação confederada de mentira, onde cada ente (Estado e Município) faz o que quer, embora se submeta às vontades totalitárias de uma União - acionista majoritária de grandes estatais de economia mista, que comanda bilhões em negócios para favorecer os amigos, aliados e até os adversários e inimigos transformados em politiqueiros profissionais. A equivocada estrutura de poder no Brasil existe para assassinar nossa capacidade de se tornar uma Potência Mundial de verdade.

A novidade no processo histórico, graças à mobilização das pessoas em redes sociais, é que os brasileiros começam a perceber que são feitos de otários pelos "donos do poder". Ninguém aguenta mais pagar tanto imposto elevado, tanto juro extorsivo e tanta corrupção com o dinheiro público, enquanto o desgoverno Capimunista da União e seus entes da federação de mentirinha nos sonegam os benefícios mais elementares de bem estar: ensino de qualidade, saúde eficiente e infraestrutura eficaz. Chega de rentismo improdutivo! Só a politicagem profissional finge não perceber a demanda básica da sociedade por trabalho, produtividade, renda e consumo.

Outra novidade no processo histórico, também gerada pela interconexão entre as pessoas comuns via internet, é a demanda por Justiça. Ninguém suporta mais tanta impunidade ampla, geral e irrestrita. Também não aguenta mais o famoso "rigor seletivo" (punição leve de uns bodes expiatórios inimigos do Estado ou do governo de plantão e a punição rigorosa para quem não tem as benesses do poder político e econômico).

Por isso, um servidor público como o Juiz Sérgio Fernando Moro, que apenas cumpre seu dever ético, moral e profissional, se transformou em um "Super Herói Nacional". Mais uma novidade excelente? Apesar da falha estrutural de um judiciário que funciona sob a lógica da estrutura capimunista tupiniquim, vários "Moros" começam a se multiplicar, silenciosamente, compreendendo que o clamor da sociedade por Direito e Justiça não é uma mera demanda conjuntural, mas uma pressão que tem de ser atendida imediatamente, sob risco de o País mergulhar em completa ruptura institucional.

Todos esses fatores políticos, econômicos e psicossociais que exigem uma mudança estrutural do sistema de poder brasileiro tornam obsoleto, inútil e completamente caído qualquer desgoverno. Por isso, nem adianta discutir se Dilma vai sair ou ser saída, por renúncia presidencial, impeachment ou intervenção constitucional (art.142 da CF). Dilma (ou qualquer um que sentar no trono dela) já era, sem nunca ter sido. Nossa falha estrutural nos impõe presidentes de mentira, sem legitimidade, apesar das centenas de milhares de normas legais em vigor.

O Brasil não tem Democracia, porque não tem Segurança do Direito! Se aqui houvesse um mínimo de Justiça e judiciário operantes (roubamos aqui a tese do advogado e sociólogo Sérgio Alves de Oliveira, no artigo "Constituição para Inglês ver"), Dilma e Temer já teriam caído por força de cassação de mandados prevista no artigo 14, parágrafo 10º, da Constituição, por crimes que os processos da Lava Jato e suas "colaborações premiadas" demonstram, com provas objetivas: abuso do poder econômico, corrupção e fraude.

Vale repetir, por 13 vezes 13, até que produza o remédio institucional que impeça Bois e Vacas de tossirem e nos ferrar. A Elite Moral, que andava adormecida e perdida no Brasil, começa a despertar, a partir do clamor e da pressão popular. Começam a ser criadas as efetivas pré-condições históricas para profundas transformações.

A grande dúvida ainda é se teremos capacidade de agir na velocidade correta para que as mudanças estruturais sejam realmente benéficas, e não apenas mais um arranjo promovido pela oligarquia de sempre para deixar tudo como dantes no prostíbulo do cafetão Abrantes...

O tempo ruge: Vamos no estilo Republicano de um Sérgio Moro? Ou seguiremos no modelo Capimunista Al Capone?

Com a palavra, a Elite Moral do Brasil... Quem escolher o lado errado tem tudo para se dar muito mal na hora do juízo final...

Corrupção Nunca Mais


A campanha maçônica "Corrupção Nunca Mais - Por um Brasil Honesto" será oficialmente lançada no Estado de São Paulo, no dia 22 de agosto, em evento público no Monumento da Independência.

O anúncio foi feito na noite de 9 de julho pelo Grão-Mestre da Grande Loja Maçônica do Estado de São Paulo, Ronaldo Fernandes, na solenidade de abertura da 44a Assembleia Geral da Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil, no Espaço das Américas, com a presença do governador Geraldo Alckmin.

A CMSB 2015 reúne, até dia 13, na capital paulista, representes de 27 Grandes Lojas Maçônicas estaduais do Brasil, congregando 2765 lojas maçônicas e 126 mil maçons ativos em todo o País.

Verdades Secretas?


Abaixo o golpe português da Dilma analisado pela turma do Antagonista.



Para o mês do desgosto


Por onde anda?


Colabore com o Alerta Total

Neste momento em que estruturamos mudanças para melhor no Alerta Total, que coincide com uma brutal crise econômica, reforçamos os pedidos de ajuda financeira para a sobrevivência e avanço do projeto.

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente conosco poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 10 de Julho de 2015.

14 comentários:

Veronica Ruzzi disse...

Os 17 mil servidores publicos que recebem bolsa familia (denúncia do Estadão), deveriam como punição começar imediatamente na CAPITAL FEDERAL a construção de uma cerca elétrica de alta voltagem entorno de todas as areas ocupadas pelos assaltantes e criminosos do povo brasileiro com uma abertura central onde sera usado para lançar atravez de um empurrazinho TODOS os individuos que levaram este povo a extrema decadência moral criminosa a condenação a miséria extrema sem esperanças, condenadas e aviltadas perante o mundo como o povo mais vergonhoso existente na face da terra. Quando todos estiverem unidos dentro desta area cercada, lacra-se tudo, liga-se a ALTA VOLTAGEM, e ali ficaram esquecidos pela humanidade até o final dos tempos. DEUS FAZ MILAGRES, MAS JAMAIS VAI CONSEGUIR REALIZAR UM QUE SALVE ESTA GENTE.

Anônimo disse...

Cleonice I Ferreira disse:
Excelente artigo Sr. Jornalista Jorge serrão. Se houver Segurança Jurídica, nosso país pode ter solução.
Que Deus ilumine a todos.

Anônimo disse...

Estamos nas trevas


Chico Luz

Anônimo disse...

A campanha maçônica "Corrupção Nunca Mais - Por um Brasil Honesto" será oficialmente lançada no Estado de São Paulo, no dia 22 de agosto, em evento público no Monumento da Independência.

Vem aí o lançamento oficial da campanha de um bando de sem-vergonha que vem roubando e destruindo o Brasil há séculos.

Sinceramente, homem que é homem, chefe de família exemplar, cumpridor de seus deveres de cidadão, honesto, transparente, decente, bom caráter e que pensa em fazer o bem ao próximo, não se junta a outros marmanjos para se fechar em sociedade secreta que chama ao nosso Senhor Jesus Cristo de GADU e se prostra a merda de um bode satânico.

Com a presença do governador Geraldo Alckmin, Aécio Never, José Sarney, Jorge Serrão, juízes de direito, desembargadores, gerentes de banco, generais, coronéis, almirantes, brigadeiros, José Roberto Arruda, os honestos desembargadores da maçonaria do Mato Grosso que desviaram dinheiro público para a lojinha do bode entre outros farsantes que estão querendo o "progresso" do País.

Conta outra piada Jorge Serrão, hipócrita, que se esconde na proteção dessa turminha secreta, pois essa de "Corrupção Nunca Mais, Por um Brasil Honesto" não cola seu otário metido!!!

Martim Berto Fuchs disse...

"Aguardar pelo projeto de Capitalismo Social não dá. Então, para enfrentar a crise atual, mais uma vez forjada pelos governantes e não pelo capitalismo, apresento a proposta abaixo, que é simples, de maior justiça e de eficácia mais rápida, logo, menos traumática para o país, pois não entraríamos em recessão (que já estamos), com suas já conhecidas consequências:

1. A Lei de Responsabilidade Fiscal determinará que as folhas de pagamento do setor público não poderão ultrapassar 30% da receita líquida, sob pena de cassação do mandato do chefe do Executivo.
2. Todos os Tribunais de Conta passarão à ter seus Ministros escolhidos por concurso.
3. Os Ministérios deverão ser no máximo em número de 14, dá mesma formas as Secretarias Estaduais e Municipais.
4. Todas as empresas estatais terão suas diretorias escolhidos entre profissionais do ramo, sem mais indicações políticas."

http://capitalismo-social.blogspot.com.br/2015/07/207-anos-de-enrolacao-chega.html

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Prezado J.Serrão: Se eu for para as "grades", por causa do meu artigo,garanto que vou me "defender" fazendo uma "delação premiada",dizendo que grande parte do que eu escrevi aprendi aí no "Alerta Total",não só com seus magníficos colaboradores e articulistas,porém,principalmente, com seu Editor Chefe,que diariamente denuncia nos seus escritos as barbaridades políticas que estamos assistindo passivamente.

Anônimo disse...

É Serginho você vai para trás das grades, mas não é pelos seus comentários, mas todos sabemos porque. NÃO ADIANTA DISFARÇAR, A PF VAI TE BUSCAR...

Anônimo disse...

Se eu entendi estão querendo tirar o poder do PT e passar para a Maçonaria? Aí só vai trocar a latinha a merda vai continuar a mesma. Acorda brasileiros do bem, tira fora essa merda de Maçonaria, quem tem que fazer as coisas entrar nos eixos é o povo de bem que luta para sobreviver quer ver o estrago que a maçonaria faz é só vir em Limeira e ver a merda que essa cidade se tornou.

Loumari disse...

Sérgio, quando o João Baptista foi preso até ser decapitado, por acaso ele arrastou alguém com ele?
Jesus Cristo quando foi preso até ser crucificado, por acaso ele embarcou alguém com ele?
Cada homem deve ser ele mesmo uma torre fortificada e com a coluna suficientemente sólida e assumir com o que lhe toca por assumir com orgulho e valentia.
Imagina se Jesus Cristo tivesse embarcado todos seus apóstolos para a morte?
Agora diga-me menino! Você é Jesus ou você é Judas Iscariotes???

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Duas Respostas: (1) Ao anônimo das 11:36: Nenhuma Polícia Federal do mundo,nem mesmo a "sua",vai me trancar a liberdade de pensamento,inclusive de propor nova constituição que admita alguma coisa que hoje é vedado.Deu para entender ? (2) À Loumari: Sempre tive grande admiração e respeito por suas intervenções nesse blog. Mas no caso presente,você não conseguiu captar o "espírito-da-coisa". Não gosto de atribuam nenhuma ideia nova a mim mesmo. Sempre trabalho em cima de outras ideias já concebidas,com as quais concordo e busco aperfeiçoar,assim como espero que outros prossigam no seu aperfeiçoamento .Parece que VªSªnão entendeu o uso que estou fazendo dessa tal de "delação premiada",bem ao estilo de pindorama. Jamais eu cometeria a covardia (que acho um dos piores defeitos humanos) de envolver quem eu admiro por minhas atitudes.Não tenho nenhuma vocação,portanto,para "Judas Iscariote".

Loumari disse...

Sérgio, eu sabia que se tratava de uma broma tua. Por isso que usei o termo menino.
Ja que és o meu fervente leitor, alguma vez você leu algum comentario meu onde trato alguém de menino?
So foi uma broma minha para te puxar um pouco as orelhas nada mais, e foi com toda a FRATERNIDADE.


Anônimo disse...

Como brasileiro de 46 anos de idade fico estarrecido de ler e ver tanta gente comentando asneiras como a maioria dos comentaristas desse blog. Sem entrar na questão política do nosso grande problema "corrupção" vejo muita bizarrice e ignorância nos comentários e no modo de pensar da maioria dos brasileiros. Nem sabem o que é a maçonaria e a atacam como se fosse uma seita criminosa ou algo de feitiçaria, bem típico de pessoas que nem ao menos sabem pensar sozinhas, tem de fazê-lo através de alguém e quando se identificam com esse alguém, o defendem como se fosse um deus. O homem é ganancioso e egoísta por sua própria natureza e acho até plausível uma certa quantidade de ignorância, mas a que vejo atualmente nos brasileiros me preocupa. Primeiro porque não estão estudando e se informando para saber ou reconhecer as verdades e outra porque acabam seguindo pessoas "espertas" e inescrupulosas que se aproveitam da ingenuidade e ignorância. Muitos daqui dos comentários falaram tanta besteira que nem daria para lê-las até o seu final. São verdadeiras aberrações humanas e digo uma coisa, pessoal, leiam e estudem mais. Aprendam a entender as coisas e os seus significados ao invés de seguir idealistas soberanos que têm seus objetivos voltados para os seus próprios interesses. Um governante que se preze jamais faria o que a maioria dos nossos o fazem. Criticar o Juiz Sérgio Moro por praticar o seu laboro para mim foi e está sendo um absurdo. É como alguém que quisesse ajudar uma nação cega e ela por atitude unilateral o apedrejasse para poder continuar sendo guiada e governada por bandidos. Criticar a maçonaria, isso nem insulto é, acaba sendo algo inimaginável ou pelo menos totalmente irracional, pois é o único grupo da sociedade que vem fazendo algo para ajudá-la e sem querer nada em troca, apenas fazer o certo para que um dia voltemos a ter mais educação, saúde, justiça, transporte e um Brasil melhor para os nossos filhos. Leiam mais sobre a maçonaria e vejam os trabalhos sociais que ela faz no mundo todo e não só no Brasil e aí verão que a magia negra e aquela sociedade paralela que destrói chama-se nossa própria consciência e não a maçonaria.

Unknown disse...

O anónimo 5:55 você que deveria estudar mais a respeito da maçonaria para depois inventar de falar pura Mérida aqui nesse blog...

Ex ilum disse...

O anónimo 5:55 você que deveria estudar mais a respeito da maçonaria para depois inventar de falar pura Mérida aqui nesse blog...