segunda-feira, 10 de agosto de 2015

"Aí, eu choro"


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Paulo Roberto Gotaç

O comportamento atual dos nossos políticos atingiu um estágio lamentável que excede os mais baixos limites éticos, fazendo uso intenso e superlativo da premissa de que os fins nunca justificaram tanto os meios. 

São eles odiosos individualistas, alucinadamente pragmáticos e insensíveis às críticas e angústias da sociedade, à qual deveriam dedicar o melhor de suas capacidades e bons propósitos, desestimulando, por tabela, a juventude, descrente, a participar responsavelmente  dos destinos do país, triste repercussão do exemplo que dão diariamente. 

Dentro desse ambiente insólito, é desanimadora a informação que vem sendo veiculada por alguns órgãos da imprensa e pelas redes sociais, dando conta de que o ex-presidente Lula, ameaçado pelos trâmites do processo da operação lava jato, pode assumir, por sugestão partida dos subterrâneos do PT, um Ministério, a fim de que passe a dispor do indispensável, face às circunstâncias, foro privilegiado e, assim, se manter blindado da saraivada de suspeitas que se abatem sobre ele. 

O mais desesperador é que está sendo divulgado ainda que duas são as pastas cogitadas, a da Defesa e a das Relações Exteriores.

A se confirmar tais especulações macabras, só resta sentar no meio fio mais próximo e exclamar: "Aí, eu choro " como lamentava um personagem, Galeão Cumbica, da saudosa Escolinha do Professor Raimundo, criação imortal do saudoso Chico Anísio.


Paulo Roberto Gotaç é Capitão de Mar e Guerra, reformado.

Um comentário:

Loumari disse...

CHORA ENTAO!
Brota todas lagrimas de seu corpo.
Maman, c'est fini!!!