segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Contaminação


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Laercio Laurelli

Vamos enumerar alguns adjetivos do titulo! Viciado; corrompido; infeccionante; pegativo; infeccionar; contagiar; corromper.

Agora, a pergunta que todo brasileiro faz! Por que os corruptos instalados no governo de Brasília e os políticos ligados a eles não são atingidos e, nada se pode fazer para expurgá-los do poder?

Encontrei a resposta. Encontrei finalmente os fragmentos do conhecimento legando-me o tesouro da descoberta. Ora, como ninguém percebeu até hoje, o signo verbal que imprimiu o indelével selo sagrado do plano diabólico, tal qual, no sentido  do mal, o princípio da vibração – “ nada está parado, tudo se move, tudo vibra” .

Supõe-se que Hermes Trismegisto vivera no ano 2.700 antes de Cristo e, à  está evidência, o direito, no decorrer da história  foi contemplado pela difusão Hermética contando a filosofia com sete princípios, conhecidos também como “Princípios da Verdade” . São eles: Mentalismo; Correspondência; Vibração; Polaridade; Ritmo; Causa e Efeito e Gênero.

O princípio da vibração, ora trazido ao aconchego desta reflexão, reflete a influência dos preceitos firmemente estabelecidos na consideração do “bem”, veio-me à mente e, avancei para instruir o desenvolvimento desta ideia. Mas, devo submeter-me a uma merecida penitência, no sentido genuflexório e, pedir o necessário perdão ao “Três Vezes Grande”, que sempre estará no Altar da  Honradez da Lâmpada Perpétua da Sabedoria, por expô-lo, na disposição da linha paralela do atributo daqueles que elegemos, os políticos,  como os vilões da desconstrução da Nação brasileira.

Quando os comparei, aos vilões, e os coloquei em um movimento constante assemelhado a um “putsch”, o fiz para tornar evidente que em relação a eles nada está parado. Tudo se move, tudo vibra em todos os sentidos e, mormente,“no golpe”, manifestação e movimento para tomar o Poder, no formato do absoluto, composto do objeto, porção expelida pela mente, através da completa disseminação em produzir em outras pessoas indução de dogmas preexistentes.

Pelos pensamentos viventes, conclui-se que os corruptos e os corrompidos estão infectados pela contaminação. Todos, salvo raras exceções,se beneficiam do compadrio político, ávidos, aguardando a inércia jurisdicional.  Esta,enfim, a ênfase dada ao “tesouro da descoberta”

Se o Judiciário, pela fama que ostenta quanto a morosidade, não concluir “depressinha” a “persecutio criminis” e, em seguida, decretar, pelas provas obtidas na referida persecução penal,  sentença monocrática condenatória e,  os Graus Superiores não acompanharem a celeridade monocrática, o  nobre, pranteado mestre em Ciências Jurídicas e Sociais, exemplo da magistratura brasileira Juiz Sergio Fernando Moro, dificilmente escapará de ver frustrada a eficiência e suficiência de seu trabalho eficaz, pelo nefasto instituto da prescrição, quer da pretensão punitiva, quer da executória.

Se e quando, este aviltamento do acaso acontecer, igualmente frustrado estará o povo brasileiro que acredita, por ele, na extinção do mal em detrimento da prevalência do bem, pela confiabilidade no Poder Judiciário.


Laercio Laurelli é Desembargador aposentado do Egrégio Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Professor de Direito Penal e Processual Penal – Articulista – Conferencista – “Idealizador e apresentador do programa Direito e Justiça em Foco”.

5 comentários:

Anônimo disse...

A confiabilidade no poder judiciário no Brasil há muito já foi para o espaço, pois não tem como confiar em um poder que se faz de incompetente apenas para satisfazer os corruptores que estão há muito no comando do pais, é preciso criar uma policia especializada para desmantelar verdadeiras quadrilhas que estão instalados neste poder que se faz de cego surdo e mudo, enquanto não modificarem a lei da magistratura que está instalada desde 1974 e prossegue de um regime implantado para, escravizar, torturar e assassinar seu povo, continuarão com esta manobra de comandar tudo o que não presta no pais...

Loumari disse...


Faltou um adjectivo que é: "Degenerescente" Patologia qual sofre a vossa presidenta..

Anônimo disse...

Caro Desembargador, agora é tarde já estamos em rota de colisão.

Tutankamom

marco aurelio de nigris boccalini disse...

Desembargador, adoro assisti-lo e le-lo (estou sem o acento circunflexo), mas, cá pra nós, o nosso Estado de São Paulo tem importantes membros dos tres Poderes sob muitíssima suspeita. Sou advogado e, por essa razão, me deparo com leis e atos normativos estaduais e municipais que são editados e cumpridos que deixariam os detentores dos Poderes de Brasilia com inveja. Para aqueles, também, inexiste CF/88.
"Tudo isso existe/Tudo isso é triste/Tudo isso é fado."

marco aurelio de nigris boccalini disse...

Desembargador, adoro assisti-lo e le-lo (estou sem o acento circunflexo), mas, cá pra nós, o nosso Estado de São Paulo tem importantes membros dos tres Poderes sob muitíssima suspeita. Sou advogado e, por essa razão, me deparo com leis e atos normativos estaduais e municipais que são editados e cumpridos que deixariam os detentores dos Poderes de Brasilia com inveja. Para aqueles, também, inexiste CF/88.
"Tudo isso existe/Tudo isso é triste/Tudo isso é fado."