quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Generais da Banda?


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Sérgio Alves de Oliveira

Não, não se trata da marchinha de carnaval GENERAL DA BANDA (“Chegou o general da banda he,he ; Chegou o general da banda hea,he a...”), interpretada  pelo prestigiado carnavalesco “Blecaute”, nos anos cinquenta e  sessenta, nos desfiles da Cinelândia. O tema a seguir vai se desenvolver em torno do “generalato” do Exército Brasileiro e das mais Altas Patentes da Marinha e da Aeronáutica, da Ativa e da Reserva, que de uma ou outra estão omissos frente ao descalabro  moral, político, social e econômico  que assola o país.

Recentemente causou enorme reboliço nas Forças Armadas a provocação feita pelo filósofo  Olavo de Carvalho nas redes sociais, dirigido às mulheres, para que elas enviassem “uma calcinha a cada militar que  conheçam: não  é preciso explicar, eles vão entender”.

O Gen Bda Paulo Chagas não deixou passar em branco e respondeu com firmeza: “Meu convite para que ele venha conhecer o que mais os militares têm dentro das calças, além das cuecas”. Baixaria pura. Recíproca.

Mas quem está com a razão? O General Paulo Chagas? Olavo de Carvalho?
Sem dúvida Olavo errou. E errou feio. Por duas razões. A primeira é que a inusitada proposição de abastecer o guarda-roupas dos “militares” com calcinhas de mulher nunca poderia ser extensiva a TODOS os militares, e sim, restritivamente, quando muito, aos comandantes militares, com algum poder para interferir na situação vivida.

O segundo erro é que essa “ofensa” foi feita pouco antes de se tornar público o teor  do  Decreto 8.515, de 3.09.2015, e da sua “retificação”, tão absurdos, que até  serviriam como o melhor exemplo de que “a  emenda ficou pior que o soneto”. Dita proposição do Dr. Olavo talvez  tivesse alguma consistência se tivesse sido feita  DEPOIS  de conhecido esse decreto e  sua retificação, com a mesma ressalvado item anterior.

Ditos atos administrativos - o decreto e a sua retificação -  só podem ser considerados um deboche, um desrespeito, às Forças Armadas, de tanta ignorância jurídica, política e ética envolvidas nas suas elaborações. Mais parece uma medida de desprezo, revidou vingança contra as Forças Armadas, provavelmente devido ao papel que tiveram no contragolpe de 64. Pior que isso seria somente alguém do Governo fazer “xixi” ou “cocô” na cabeça dos militares. Talvez seja um teste preliminar para que se chegue a tanto. Mas “eles” já perceberam que as FFAA estão conformadas e cabisbaixas com a desmoralização gradativa a que estão sendo submetidas, devido ao fato de não terem esboçado nenhuma reação, exceto com palavras, ante a ameaça do falastrão Lula da Silva de colocar o “exército do Stédile” nas ruas.

Nelson Jobim, ex-Ministro e Presidente do Supremo Tribunal Federal, pelo qual não tenho nenhuma admiração no campo da política, mas no qual reconheço  sólida cultura jurídica, escreveu na Zero Hora (P.Alegre) de 14.09.2015 (Opinião): “A Presidência não pode delegar ao ministro competência que a lei atribui aos comandantes”. Logo após: “O ministro não pode subdelegar competências que não poderia ter recebido por delegação, pois eles já são comandantes”. Prossegue Jobim: “O caminho escolhido foi tortuoso, ilegal e, ainda, reiterado”. Mais adiante: “ A lei complementar nada vale, quando atribuir aos comandantes, sem intermediação, o exercício da direção e da gestão da respectiva força?”.

Tentando traduzir em miúdos o conteúdo desse malsinado decreto (8515 e “retificação”), vê-se  que o Ministro da Defesa tem “permissão” para subdelegar os poderes  recebidos da Presidência aos comandantes das forças, isto é, uma faculdade, podendo subdelegar, ou não, os poderes, de acordo com as suas conveniências e vontade (e certamente também submissão partidária), além do que, sem prejuízo das subdelegações, poderá também praticar todos os atos  subdelegados  DIRETAMENTE, com ou sem  interveniência, conhecimento ou anuência  dos comandantes.

O que aconteceu, em resumo, foi um radical rebaixamento de status dos comandantes militares, e por extensão, de  todas as Forças Armadas, sempre soterrados pelo  prefixo “sub”, ”sub”, e  mais “sub”, machucando  o orgulho que porventura ainda lhes resta. É por esse motivo o título desse artigo. Só mesmo um “general de banda” para aguentar tanta provocação e humilhação sem a mínima reação.

Mas há que se reconhecer, todavia, que esse pessoal do Governo tem agido com muita competência para abafar qualquer foco de contrariedade que surja na sociedade.  Esses focos estão desaparecendo, paulatinamente, um após o outro. A Grande Mídia, quase na totalidade, já está comprada e servil. A Justiça (STF) está nas suas mãos, através dos Ministros nomeados pelo PT.  

E para meu espanto, estou vendo isso acontecer agora até no excelente  “Site” da Revista da Sociedade Militar, que sempre acompanhei, e  que de uma hora para outra mudou radicalmente de atitude, e agora passou a andar de “mãos-dadas” e aos “beijinhos” com o pessoal do Governo, inclusive com os antigos “inimigos” que estão no  Ministério da Defesa, onde inclusive tem gente do MST (do “exército” de Stédile) “acampada” no seu alto comando.


Sérgio Alves de Oliveira é Sociólogo e Advogado.

11 comentários:

Anônimo disse...

Cleonice I Ferreira disse:
Não existe nada mais perigoso do que conviver com os inimigos, sair do meio deles,só assim é possível vence-los.
Quando Ernesto "Che Guevara" foi encurralado e assassinado, estava entre seu grupo um agente da CIA infiltrado.
Os que saem do" meio deles" são os mais perigosos, pois os conhecem muito bem.
Nunca acreditei no Sr.Lula,mas acredito 100%(cem por cento)na sua afirmação que todo mundo sabe que a Europa está toda quebrada. Esqueceram os milhares de brasileiros que emigraram para o exterior e voltaram para o Brasil, relatam como é difícil a sobrevivência naquele continente.O mundo todo está um caos.

Loumari disse...

Tudo o que adianto termina tarde ou cedo por se revelar. Eu já fiz um comentário onde eu falei e eu me dirigia a estes do Exército do Brasil que é (que é já não) a segunda instituição católica depois da igreja, e disse-se-lhes eu: Quando os pastores da igreja universal diante de multidões de gentes e as imagens eram projectadas na televisão, eles como gentes em transes a darem ponta-pés a imagem da Virgem, e clamavam eles: é virgem essa, feia assim? E toca a dar ponta-pés e o povo a jubilar cumplices naquela acção de profanação ao sagrado. E os grandes do exército do Brasil, fizeram como se não lhes concernasse que a sua própria mãe fosse violada e profanada. E aquelas imagens foram mostradas na Europa e todos europeus católicos se sentiram muito chocados. O que faz que as igrejas que surgiram no Brasil em muitos países de Europa são classificados como seitas satânicas.
Mas do Brasil foi silêncio absoluto. Todos consentiram com aquelas execções macabras perpetradas pelos pastores da igreja universal. Não lhes chocaram nem no mínimo. E a igreja universal se instalou em total impunidade.
E eu quando fiz o meu post no ano passado onde eu lhes recordava aquele sucedido eu classifiquei os militares de filhos indignos. E precisei: vireis a ver a vossa honra violada, profanada da mesma maneira que foi violada e profanada a imagem de vossa mãe a Virgem.

E ao ler esta redacção de Sérgio Alves de Oliveira hoje, vem afirmando que a violação e a profanação da honra dos militares já está sendo executada. Deixaram o bicho pegar e agora sois vítimas do vosso próprio laxismo face ao mal que tomava raiz, lhe deixaram se instalar ao detrimento dos princípios e valores fundamentais quais esta nação foi edificada.
Brasil é uma árvore que cujas raízes já estão podríssimos e a praga pegou até a ponta do mais alto ramo dela. E esta árvore vai cair dentro de pouco. E vai ser uma terrível deflagração. E desta o país não se levanta mais. E o Brasil vai ser o escárnio mundial. Brasil acumulou dinheiro, e com o seu dinheiro multiplicou suas prostituições e com estas abominações todas, Brasil perdeu a alma.

Anônimo disse...

Olavo não errou. Está certíssimo. São uns VIADOS, FROUXOS, TRAIDORES E CANALHAS e merecem ser achincalhados de TODAS as formas possíveis. Lembro ao articulista que esta não foi a primeira e nem será a última humilhação imposta a esses cornos desonrados. Então, que recebam o deboche, enquanto se escondem atrás de desculpas calhordas como "hierarquia", "disciplina" ou a preferida dos palhaços: "respeito à Constituição". Falo, é claro, dos que não foram ainda cooptados, pois a essa altura tenho absoluta convicção de que há BANDIDOS de altíssima periculosidade, verdadeiros traidores da pátria no alto oficialato, inclusive em posição de comando, trabalhando para a consolidação do esquema criminoso de poder continental. Acordaremos um dia com generais cubanos e venezuelanos, podem esperar, mas ao menos esses desgraçados (os covardes que não foram cooptados) terão o fim que merecem os parasitas, incompetentes, carreiristas, chibungos e puxa-sacos.

Loumari disse...

Se há brasileiros que regressam de Europa para voltar ao Brasil só podem ser daqueles que o governo brasileiro paga para a sua castração como homem e transformá-los em mulheres para ir se darem a prostituição. E desta raça de imundos que saíram do Brasil para irem se dar a prostituição na Europa, os países de Europa expulsa sem contemplação nenhuma.
Leiam por favor a redacção do Valmir Fonseca que desenha a realidade do Brasil no tempo real.
E muitas mulheres brasileiras viajam para África para irem se prostituirem, e na África são vistos como a mazela do Brasil, porque saem do seu país para países africanos, para se darem a prostituição pela mazela que sofrem no Brasil.

Anônimo disse...

Então Olavo não errou. São uns borra botas mesmo. Vejam o vídeo da jornalista questionando o idiota do ministro da defesa de nome wagner (minúsculo mesmo). O general ao lado ficou calado.

F. Amaral disse...

O silêncio dos Oficiais dói em nossos ouvidos. A população fica sem saber se terá respaldo ou não. Então, Olavo está certo novamente. E, além das calcinhas, podem enviar uns batons vermelhos para que passem em seus lábios que não se abrem nunca. O acovardamento das FFAA frente à crise que enfrentamos é irritante.

Anônimo disse...

Boa tarde.

1. Sra. Loumari: estás corretíssima nas tuas afirmações.
No Brasil, a própria CNBB é mais comunista que o próprio PT e seus porcos correlatos. A CNBB comunista "esquece-se" que o papa Pio XII publicou o decreto popularmente conhecido o Decreto contra o comunismo" no dia 1 de Julho de 1.949 e que este documento confirma a "excomunhão automática ipso facto (ou latae sententiae) de todos os católicos que, em obstinação consciente, defendiam abertamente o comunismo e colaboravam com organizações comunistas e afins"... "outros decretos contra o comunismo também foram publicados pelo Santo Ofício entre as décadas de 1.940 e 1.950".
Por outro lado, tais "decretos supramencionados foram declarados inválidos pelo novo "Codex Iuris Canonici", promulgado em 25 de janeiro de 1.983 pelo Papa João Paulo II, entretanto alguns canonistas sustentam que a condenação da Igreja à quaisquer ideologias totalitárias e atéias associadas ao comunismo ou socialismo modernos (bem como ao capitalismo irrestrito), permanecem atuais". (sic!, fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Decreto_contra_o_Comunismo)
É... a CNBB está colaborando com os vermelhos.
Também concordo que os comandantes não merecem ser Comandantes, pois parece que são verdadeiros "melancias". Inertes, calados, amedrontados, submissos... cagões medrosos enchendo suas botinas de merda (desculpe a vulgaridade, mas é bem a náusea que me dá tal comportamento vil e lesa-Pátria).
Concordo que o Brasil chegou ao seu fim: um monte de províncias socialistas povoadas por escravos medíocres. É em que estamos nos tornando. Talvez haja racha nas FFAA e uma guerra civil, à la Síria, com Europa, USA, Rússia e China disputando e a se apropriando de cada pedaço desse rico território.

2. O Sr(a) Anônimo(a) das 12:33 também está corretíssimo(a) nas tuas afirmações.
Covardia, desculpas esfarrapadas sobre o motivo da covardia.
Lembra-se, em 2.013, do episódio dos aviões venezuelanos que literalmente descarregaram tropas no Brasil (Campo Grande) e as FFAA nada fez? Então... aparentemente os militares venezuelanos já estão batendo às nossas portas.

3. Sr. Jorge Serrão: tenho acompanhado teu blog desde o início e noto que o Sr. tornou-se intervencionista.
Parece-me, s.m.j., que o Sr. tem conhecimentos acima da média sobre o que está por acontecer ou já acontecendo.
O Sr. certamente já notou o tamanho do desânimo e desgosto dos patriotas em relação à inação (para não repetir os sentimentos expressos acima) dos comandantes das FFAA!
Ou será que a possibilidade de impeachment será ainda a última chance de termos uma mudança sem que as FFAA mostrem a cara? Medo de que eles tem? Ou de quem?
É lógico, é óbvio que, numa guerra, não se declara aos 4 cantos qualquer passo contra o inimigo.
Por gentileza, faça um artigo nos acalmando ou chutando o balde com relação à necessária e urgente intervenção.

Anônimo disse...

Uma empregada doméstica de Dilma teve mais dignidade e coragem que todo o alto comando do exército, ao ser agredida injustamente pela búlgara comunista revidou jogando um cabide
na cara. O alto comando do exército é composto de fracos e covardes, estão vendo nosso pais ser invadido por forças hostil e nada fazem . COVARDES

Anônimo disse...

AF disse:

Discordo completamente do articulista. Olavo expressou de forma SUAVE o tamanho da omissão, covardia e, possivelmente, traição, que o alto comando das FFAA está fazendo. E o pior é que não tem ninguém que tenha a ombridade e a coragem de levantar a voz dentro das FFAA para corrigir esta situação... que falta faz um Mourão...

As FFAA NÃO ESTÃO CUMPRINDO COM SEU JURAMENTO, estão se escondendo atrás de uma teoria de povo autodetermindado, não tutelado, etc... esquece-se que é NOTÓRIO que o povo não quer este governo que MENTIU NAS ELEIÇÕES, E QUE FRAUDOU AS ELEIÇÕES, mas esse povo não tem meios de derrubar esse governo de apátridas, ladrões e mentirosos, pois o governo se esconde lá no planalto central, longe dos grandes centros (se o governo ainda fosse no RJ já teria caído).

Assim, cabe à parcela do povo (as FFAA) que detém os meios (as armas) para tirar os apátridas do poder, ir lá e retirar esses comunistas do poder, não há outra leitura, que diz diferente ou é muito ignorante ou é safado, cúmplice deste esquema de escravização e dominação de toda a nação brasileira.

FARSA! FARSA! AS FFAA ESTÃO OMISSAS PORQUE SEUS COMANDANTES SÃO OMISSOS, E/OU COVARDES, E/OU CÚMPLICES DOS COMUNISTAS! FARSA! FARSA! CHEGA! BASTA!

Anônimo disse...

Loumari quantas picas você já chupou, quantas vezes você cobrou pra da uma trepada??? Nem todo o povo brasileiro é uma puta rampeira igual a você, então vá da o seu cú sujo de estrangeiro pro capeta... e graças ao Serrão o Sergião escapou de um sermão,

Loumari disse...

A velhota se reconhece la categoria que lhe corresponde. Prostituta uma vez prostituta SEMPRE.