terça-feira, 13 de outubro de 2015

A traição dos comandantes - o fim da última esperança


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Milton Pires

Por ocasião da troca de comando do Ministério da Defesa, assumiu aquela pasta o senhor Aldo Rebelo. Deputado Federal eleito várias vezes pelo Partido Comunista do Brasil (PC do B), Rebelo representa, junto com Jandira Feghali e tantos outros, os princípios do comunismo chinês no Brasil. 

Não faz sentido (perdoem a ironia da expressão) apresentar neste pequeno artigo a trajetória desta organização no nosso país. Anteriormente já escrevi que as origens do PC do B remontam a 1961 e que tem razão na ruptura com aquilo que é a base, a instituição fundadora do comunismo tupiniquim - o Partido Comunista Brasileiro que foi fundado em março de 1922. 

Ontem, dia 9 de outubro de 2015, passou a circular através do youtube, um vídeo (inquestionavelmente verdadeiro) em que aparece o próprio Aldo Rebelo - coisa que aqui não nos interessa - e depois os comandantes militares das três forças. 

O que ali se pode assistir é algo de inacreditável: o Almirante Eduardo Ferreira, o General Villas Boas e o Brigadeiro Luiz Rossato literalmente rasgam-se, desmancham-se em elogios a Rebelo. Diz Ferreira que a "a Marinha do Brasil vê com muita satisfação Aldo Rebelo assumindo o Ministério da Defesa e que este sempre teve uma visão muito positiva das Forças Armadas (FFAA)". O General Villas Boas diz que "não haveria escolha melhor e que não haveria ninguém com tanta identificação com os valores próprios dos militares" e Rossato - "desejamos ao senhor muito sucesso e felicidades. O senhor tenha certeza de que poderá contar com as três forças..."

Sigo este pequeno artigo dizendo o seguinte: seria ridículo gastar tempo detalhando o que os comunistas pensam das FFAA e a traição que estes três comandantes fazem, ao vivo, dos valores que lhes deram origem no Brasil. Inadmissível também é apresentar explicações como "isso é apenas uma declaração política e não representa o que eles pensam no fundo". Bobagem! Esse tipo de raciocínio não funciona mais nem com os fanáticos católicos que tentam sempre desculpar as declarações de um argentino maluco. 

Escrevo aqui para dizer que NUNCA MAIS volto às ruas pedindo "intervenção militar", que NÃO confio mais nos nossos militares e que é um risco - um risco gigantesco - apelar a este tipo de gente para derrubar Dilma Rousseff. 

Os comandantes são comunistas, não estão ao lado do povo brasileiro e deram sinais claros disso no vídeo que circula agora. Tais declarações representam o fim de uma esperança e devem servir de alerta para o ENCERRAMENTO imediato de todos os grupos e movimentos que vinham se postando em frente aos quartéis e bases militares de todo Brasil pedindo intervenção. 

Insisto na ideia de "Desobediência Civil" como uma única alternativa que restou. Digo que a forma fundamental de desobediência deve se fazer através da Greve Geral mesmo com todas as dificuldades que isso representa num país em que os sindicatos são controlados por marginais petistas. 

Enquanto escrevo, ganham forma três processos que podem tirar o PT do Governo. O primeiro diz respeito ao resultado do julgamento do TCU - este vai demorar até ganhar repercussão política e o próprio Eduardo Cunha já disse que só em 2016 pode-se esperar alguma decisão. O segundo envolve o Tribunal Superior Eleitoral e poderia derrubar, ao mesmo tempo, Dilma e Temer. O terceiro - o pedido de impeachment feito por Hélio Bicudo - é o que vai ter resultado mais importante. Cunha pretende arquivar este pedido e, numa jogada ensaiada, a oposição no plenário da Câmara vai protestar e fazer com que o mesmo seja colocado em votação. 

O que importa na semana que se aproxima - e aqui eu me dirijo a todos aqueles que fizeram comigo parte do Grupo Intervencionista - é que sejam encerrados em definitivo os pedidos de para que as Forças Armadas "façam alguma coisa". 

Os comandantes nos traíram - é o Fim de uma Esperança.


Milton Simon Pires é Médico. 

8 comentários:

Estéfani JOSÉ Agoston disse...

Andamos a ler aqui no Alerta Total, como tontos, entre um artigo a favor do Brasil e outro de alguém que considero um patife consumado, um traidor do Brasil e dos brasileiros, o gal Paulo Chagas. Oras, no Alerta Total não existe uma linha editorial? Uma linha moral e Ética que como divisor, separe o útil do ominoso?

Em suas linhas acima, dr. Milton Pires, exprime a verdade. Não sei se lembra e não sei se acessava minhas linhas no Grupo Guararapes, no Portal Militar e em emails nos quais denunciava que um grupo muito forte, grande e coeso de militares na ativa e reserva e civis, participavam de um complô que teria a finalidade de levar o Brasil à ruína completa, à destruição em todos os sentidos, quando então assumiriam com mão forte o govêrno, impondo uma brutal ditadura ligada ao Vaticano; se lia o que escrevi, verificará que em nenhum momento nomei-os com um nome, à esse grupo, que hoje sei são os Fabianos ligados à instauração de uma ordem mundial popularmente sabida como Nova Ordem Mundial (Illuminatis). Lembrará também, talvez, que não acreditava que existissem os Illuminatis, e errei, confesso, existem sim, e eles são os Fabianos.

Quando comecei a ter percepções sobre meu erro de julgamento, percepções tênues então, achei por bem que teria que utilizar uma estratégia para que tal grupo se denunciasse nos momentos em que sentisse segurança, e assim procedi lançando mão por todos os meios possíveis do pedido por uma Intervenção Militar, hoje conhecida como Intervenção Militar Constitucional, pois sabia que não aconteceria por o Alto Comando estar de quatro no chão diante dos comunistas. E não foi fácil pois diante da segunda candidatura à presidente de Dillma Rousseff, a totalidade dos desinformados apoiavam Aécio Neves, que eu sabia que também era um Fabiano. E como fui desancado, não acreditado, ignorado, alguns irônicos e votaram em Aécio (que hoje sabemos ser um aliado de Dillma, conforme declarações públicas delle mesmo); porém o tempo dizem "é senhor da verdade", e hoje uma parte inteligente da população e que conta com bom senso, percebeu que confiar nas Forças Armadas para salvarem o Brasil da comunização total e completa é um erro de julgamento, pois os comandos das três forças caminham junto com os vermelhos, que sabemos serem corruptos, ligados ao MST, ao PCC e outras organizações de criminosos. Antes de finalizar, um adendo, sabemos que a alta cúpula do PT (conforme reportagens na mídia impressa e eletrônica) está de alguma forma envolvida em comportamentos sexuais aberrantes, alguns acusados de pedófilia para dizer o menos, o que me leva à indagação de que os comandantes das três forças, caminhando junto a elles, será que também compactuam?

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Caro Dr.Milton Pires: Devemos levar em consideração e até elogiar a"paciência oriental" dessa turma do PT. Eles esperaram o tempo necessário para os antigos generais passarem à reserva. Os novos,que ainda estão na ativa (os outros podem ser chutados como cachorro morto),na sua imensa maioria,devem ter sido guindados ao generalato na época do PT,ou seja,tudo com o amém do "partidão". Como esperar,então,que os generais da ativa ,na sua maioria,fiquem ao lado do povo e contra a sua "comandanta-em-chefe" ? Jango só caiu porque não se "meteu" na política de promoções das FFAA. Os espertinhos que aí estão não cometeram esse erro. Então a sociedade só pode ter ainda alguma esperança de reação militar nos coronéis para baixo,ou seja,numa "intervenção interna" preliminar,para após fazer-se a "principal". Não creio que a caserna esteja apoiando seus comandantes nesse crítico momento.

Anônimo disse...

Lamento concordar, caro Milton.
Não se pode acender vela ao diabo , isso é um perigo.

Anônimo disse...

Quem diria - as Forças Armadas do Brasil sob o comando de um comunista e os comandantes só tecem elogios a ele! Aqui está ficando cada vez mais parecido com o da venezuela.

Anônimo disse...

Não estranharei se começar um movimento de insubordinação no seio das FFAA, mormente no Exército, pois o oficiais de média patente (de coronel para baixo) estão possessos com o esquerdismo escrachado do alto comando!!!

Anônimo disse...

AF disse:

Calma Dr. Milton, CONCORDO INTEGRALMENTE que estes comandantes sejam comunistas, agora não tenho mais dúvida! Mas será que todos (ou a maioria) dos oficiais também o são? Será que não há patriotas lá dentro (mas tem que ser a maioria) que poderiam derrubar esses FDPtas traidores comunistas desgraçados?

Agora dois pontos:
1- Além de eu não acreditar em impeachment ou cassação, pois vão enrolar até 2018, ainda sim isso não nos ajudaria quase nada.
2- Eu acredito sim que a população tem que PARAR O BRASIL EM DIA DE SEMANA!! Isso em todas as cidades! Parar de fazer manifestação domingo, isso é coisa do PSDB, para ter o que dizer no congresso... temos que fazer dia de semana e lá ficar até alguma coisa acontecer.

Anônimo disse...

AF disse:

Complementando, faço das palavras do Sr. Sérgio Alves de Oliveira, postadas em 9:27 AM, as minhas.

Edson Tessuto disse...

Vamos aguardar. Todos sabemos que na frente do patrão você não pode falar mal dele, pois corre o risco de perder a chefia. Clube Militar fazendo muito barulho. O Alto Comando não é todo contingente das FFAA.