quinta-feira, 15 de outubro de 2015

O Brasil está salvo!


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Graças a Deus e a internet, o Brasil está salvo.

Há poucos anos, quase ninguém sabia o que era o Foro de São Paulo (a mídia amestrada era proibida de tocar no assunto).

O nióbio era praticamente desconhecido e ninguém sabia do seu verdadeiro valor. Era (e ainda é) exportado subfaturado.

Poucos sabiam que as “reservas indígenas” , por coincidência, estão exatamente sobre grandes reservas minerais.

Famílias destruídas pela violência do crime organizado, pela inação das”otoridades” responsáveis por segurança pública e pela hipócrita omissão das forças armadas, conformavam-se ao infortúnio, rezam ou emigravam.

Hoje mudou. Homens já velhos, com vida exemplar, cultos, educados e ponderados, já admitem fazer justiça pelas próprias mãos.

Enquanto a classe política saqueia os cofres públicos e o judiciário bovino e bizantino, pratica o rigor seletivo ou finge nada ver, os cidadãos que têm honra, patriotismo e desapego a uma vida sem esperança, estão prontos a por cobro em todos os desmandos do desgoverno.

É a fúria dos bons. Quem for vivo verá aqueles que têm toda força moral para agir.


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

7 comentários:

Loumari disse...

Há alguém que se interroga de que lado vai estar o exército caso o povo se levante num movimento de protesta?
Eu acho que devem ler o que foi publicado aqui mesmo no Alerta Total no artigo do dia 11-05-2013 Intitulado
"Ustra e aquilo que a “Omissão da Verdade” precisava ouvir"
Posted: 11 May 2013 06:55 AM PDT

Vos coloco aqui o texto em questão. Para saber aonde vamos devemos saber primeiro de onde viemos.


Por Jorge Serrão – serrao@alertatotal.net

O Estado Brasileiro, representado pelo Exército, é o único e total responsável por absolutamente tudo que aconteceu na guerra oficial ao terror e ao banditismo da guerrilha urbana e rural que tentou implantar um regime totalitário-comunista no Brasil, nas décadas de 60 e 70 do século 20.

Eis a principal e mais importante mensagem passada ontem pelo Coronel reformado Carlos Alberto Brilhante Ustra, em depoimento à Comissão Nacional da Verdade – que deveria se chamar “Omissão da Verdade”, pois só quer ouvir e aceitar as versões (muitas vezes fantasiosas e inverídicas) do lado ideológico esquerdista da História, e não dos militares ostensivamente desmoralizados por uma campanha revanchista de desconstrução de imagem.

Ustra foi bem objetivo no depoimento: “Nunca fui punido, repreendido. Recebi os melhores elogios na minha vida militar e a mais alta condecoração do Exército, a Medalha do Pacificador. Com muito orgulho digo que cumpri a minha missão. Quem deve estar aqui não é o Ustra, mas o Exército brasileiro. Não sou eu, não senhor. O Exército assumiu por ordem do presidente da República o combate ao terrorismo. E cumpri todas as ordens. Ordens legais. Nunca, como se diz, ocultei cadáver, cometi assassinato. Vou em frente nem que morra assim. Lutei, lutei e lutei”.

O Coronel Reformado deixou bem claro seu papel na História: “Lutamos contra o terrorismo. Eles atacavam quartéis, roubavam armas, incendiavam rádio patrulhas e explodiram dezenas de bombas. Enfrentei várias organizações de esquerda, entre elas quatro nas quais a atual presidente da República (Dilma Rousseff) atuou. Estávamos cientes que lutávamos para preservar a democracia e lutando contra o comunismo. Do contrário, íamos virar um Cubão”.

Loumari disse...

Autor do livro “A Verdade Sufocada”, que já está na oitava edição, inspirado no Projeto Orvil, o Coronel Ustra acrescentou: “Se não fosse nossa luta não estaria aqui hoje. Teria ido para o paredón. Não existiria democracia hoje em nosso país. Estaríamos num regime de Fidel Castro. Mas estou aqui porque nós vencemos. E nossos inimigos terroristas foram eleitos pelo voto e pela democracia que nós preservamos”.
Os membros do atual governo do crime organizado, que patrocinam as bem remuneradas atividades da (c)Omissão da Verdade, não têm compromisso com a Democracia. Bandidos políticos, que manipulam figurinhas ideológicas que se comportam como inocentes inúteis, não têm qualquer compromisso com a segurança do Direito ou com o pleno exercício da razão pública.

Os imbecis coletivistas apenas querem desmoralizar a única instituição nacional permanente com capacidade real para defender a Pátria que a esquerdalha deseja destruir, para implantar uma “Nova Ordem”. Os imbecis coletivistas – que tentam destruir a liberdade individual e a democracia – trabalham, como agentes conscientes ou inconscientes, para a Oligarquia Financeira Transnacional que não quer um Brasil livre, desenvolvido e soberano.

O que explica que os grandes bandidos que infestam o mundo da politicagem tupiniquim, seus familiares ou “laranjas” fiquem ricos da noite para o dia e se transformem, de repente, em sócios das maiores empresas e empreendimentos tocados no Brasil? O Governo do Crime Organizado é patrocinado de fora para dentro do Brasil.

A (c)omissão da verdade e mecanismos ideológicos afins cumprem apenas o papel tático de desviar a atenção dos militares para o verdadeiro papel que eles têm como legítimo poder moderador republicano, sem necessidade de intervenções ou “quarteladas” (como ironiza a esquerda pseudointelectual). Os militares – principalmente na ativa – só não podem ser coniventes com o Crime Organizado que nos governa.

Eis a verdade que não pode jamais ser omitida. Do contrário, o Brasil será fatalmente tragado pelo buraco negro da História. Antes que isto aconteça, releia o Padre Antônio Vieira...
A maioria das pessoas de bem já está ficando de saco cheio de tanta safadeza.

Sempre que isto acontece, uma hora, o rumo da História muda... Eis a verdadeira esperança...

Loumari disse...

E no dia 12-05-2013 eu reagi ao sujeito e enviei o meu comentário por e'mail ao senhor Jorge Serrão.

Olha que ontem eu me aborria com os programas que passavam na Televisão, então decidi percorrer todos os canais que eu tenho acesso, cujos neles há tantos que eu mesma ignorava que ai tenho. E calho num canal Brasileiro que se chama se não me equivoco: "Fala Brasil". Parei neste canal e pude ver o noticiário. Acredita que não houve nem sequer uma boa noticia. Alta violência em São Paulo, assaltos as lojas, e nas outras cidades, vi uma cena onde assaltaram uma senhora sendo isto filmado, lhe levaram o carro, e ainda lhe perseguiram para lhe arrancarem a carteira. Isto em plena cidade e aos olhos de toda gente e ninguém agiu. Este não é o Brasil que eu conheci em 2000 e em 2005. São Paulo é a cidade do mundo que prefiro. Troco Londres e Paris por aquela cidade. Era tranquila, fresca, limpa, e uma cidade muito bem estruturada, havia boa disciplina, óptima organização, a serenidade abundava naquela cidade.
E em 2009 achei aquela paz que eu conhecia que me tinha levado a regressar a São Paulo já era historia do passado, havia tenção, o nervosíssimo não só na parte dos policiais, mas até no hotel onde eu tinha o costume de hospedar-me já havia uma forma de desconfiança que já não deixava cômodo os hospedes. Por ex: já se exigia que os hospedes pagassem a factura todos cinco dias, o que não era de costume antes. Porque as precedentes vezes que lá me hospedei ficava quinze dias e só se pagava a conta ao fazer o check out. E o que causou-me o verdadeiro espanto, não só tinham triplicado o preço da hospedagem, e o hotel estava vazio. E o ar condicionado já falhava seriamente. E eu me dizia para mim mesma: como eles vão manterem este hotel em condições não tendo suficiente ingresso? Confesso que ao sair de Brasil em Março de 2009, não foi com o entusiasmo de antes. Agora com tudo o que posso ler do teu jornal, já não me inspira regressar a Brasil. E para quem assistiu o mesmo devasso de Venezuela, vejo que o mesmo vírus está a atingir a outra nação.
Há de quê admirar a inércia do povo Brasileiro.
Mas, se te pode confortar, não é só o Brasileiro que se imergiu na inércia total e absoluta. O povo do mundo inteiro.
Já ninguém quer ou gosta da verdade. O mundo hoje é constituído de mentiras, enganos, fraudes, estafas, mais és diabólico mais és adorado. O mal se tornou uma força maior e dominante na existência do homem. E nós entre eles nos tornamos como uns intrusos. O mundo é todo deles, eles se autoproclamaram deuses e donos de absolutamente tudo o que há na terra. Se servem de tudo quanto eles desejam, obtêm tudo o que eles se propõem, só lhes basta alçar o braço para alcançar o que desejam para satisfazer a sua insaciáveis apetite do mal.

Loumari disse...

Antes eu reservava os meus comentários unicamente aos meus contactos que são gentes são de espírito, inteligentes, que amam o intercâmbio de ideias e de experiências.
Mas quando realizei que o Brasil estava sendo embargado por gentes pouco recomendáveis, entrei no espaço dos comentários do Alerta Total para sensibilizar a opinião deste povo, abrir-lhes os olhos sobre o perigo que formava barriga no topo do seu governo. Mas, resultou de deparei com gente da pior espécie. De todos países quais passei, ou morei, nunca na minha vida estive confrontado a pessoas tão baixas, tão estúpidas, tão atrasadas intelectualmente, gentes sem o mínimo de educação social, e o pior descobri por primeira vez um povo cuja boca é verdadeiro sepulcro aberto. Foi quando realizei que a situação deplorável do Brasil não era só de culpa do executivo dirigente, mas a podridão está generalizada. No Brasil 90% da sua população são gentes com almas no estado de podridão, tal que é impossível uma solução alternativa que possa reverter o caos e instaurar novo sistema luminar e partir sobre boas bases.
A população do Brasil o que vomitam de suas bocas é o fertilizante que fez e continua a desenvolver a praga que os consome. E, é por isso que, a situação do país vai-se a passo acelerado rumo ao abismo.
E eu fui precisa aqui nos meus propósito: Mais me farei guerra, mais o mal prosperará. Tudo o que tenho adiantado se produz. Por várias vezes eu comentei aqui sobre a FFAA e disse: eles não se levantarão por este povo. Mas, se este povo vier a levantar um movimento de protesta contra o governo e isso riscar de destabilizar a seguridade nacional, olhem que o exército vai sair de suas casernas e vai trilhar contra este povo.
O exército do Brasil hoje é um instrumento ao serviço do IMPERADOR Lula.
Esta gente é DIABOLICAMENTE MUITO MALCRIADA. Já chega a hora de fazer-lhes tragar todos sapos podres que eles defecam de suas bocas porcamente imundas.
A espada que afiaram é que vai se virar contra vocês e sereis abatidos que nem cães.

Loumari disse...

O ofício do verdadeiro profeta

E, vendo ele que a espada vem sobre a terra, tocar a trombeta, e avisar o povo;
Se aquele que ouvir o som da trombeta não se der por avisado, e vier a espada e o matar, o seu sangue será sobre a sua cabeça.
Ele ouviu o som da trombeta e não se deu por avisado, o seu sangue será sobre ele; mas, o que se dá por avisado, salvará a sua vida.
Mas se, quando o atalaia vir que vem a espada, não tocar a trombeta, e não for avisado o povo; se a espada vier e levar uma vida de entre eles, este tal foi levado na sua iniquidade, mas o seu sangue demandarei na mão do atalaia.
A ti, pois, ó filho do homem, te constitui por atalaia sobre a casa de Israel; tu, pois, ouvirás a palavra da minha boca, e lha anunciarás da minha parte.
Se EU disser ao ímpio; ó ímpio, certamente morrerás; e tu não falares, para desviar o ímpio do seu caminho, morrerá esse ímpio na sua iniquidade, mas o seu sangue EU o demandarei da tua mão.
Mas, quando tu tiveres falado para desviar o ímpio do seu caminho, para que se converta dele, e ele se não converter do seu caminho, ele morrerá na sua iniquidade, mas tu livraste a tua alma.
( EZEQUIEL 33:3 )

Luiz Oliveira disse...

"Graças a Deus e a internet, o Brasil está salvo.". Gostaria, sinceramente, que isso fosse verdade mesmo. Mas pelo que vemos, ainda se está longe disso.

Loumari disse...

ELE é sábio de coração, PODEROSO EM FORÇA; quem se endureceu contra Ele e teve paz?
Ele é o que transporta as montanhas, sem que o sintam, e o que as transtorna no seu furor.
O que remove a terra do seu lugar, e as suas colunas estremecem.
O que fala ao sol, e ele não sai, e sela as estrelas.
O que só estende os céus, e anda sobre os altos do mar.
O que faz a Urza, o Orion, e o Sete-Estrela, e as recâmaras do sul.
O que faz coisas grandes, que se não podem esquadrinhar, e maravilhas tais, que se não podem contar.
Eis que passa por diante de mim, e não o vejo; e torna a passar perante mim, e não o sinto.
Eis que arrebata a presa; quem lha fará restituir? Quem lhe dirá: Que fazes?
DEUS não revogará a sua ira; debaixo dele se encurvam os auxiliadores soberbos.
Quanto menos lhe poderei eu responder ou escolher diante dele as minhas palavras!
A Ele, ainda que eu fosse justo, lhe não responderia; antes, no meu juiz pediria mesericórdia.
Ainda que chamasse, e Ele me respondesse, nem por isso creria que desse ouvidos à minha voz.
Porque me quebranta com uma tempestade, e multiplica as minhas chagas sem causa.
Nem me permite respirar, antes, me farta de amarguras.
Quanto às forças, eis que Ele é forte; e, quanto ao juízo, quem me citará com Ele?
Se eu me justificar, a minha boca me condenará; se recto me disser, então me declarará perverso.
Ainda que perfeito, não estimo a minha alma; desprezo a minha vida.
A coisa é esta; por isso, eu digo que Ele consome ao recto e ao ímpio.
Matando o açoite, de repente, então se ri da prova dos inocentes.
A terra é entregue às mãos do ímpio; Ele cobre o rosto dos juízes; se não é Ele, quem é logo?
E os meus dias são mais velozes do que um correio; fugiram, e nunca viram o bem.
Passam como navios veleiros; como águia que se lança à comida.
Se eu disser: Eu me esquecerei da minha queixa, mudarei o meu rosto e tomarei alento;
Receio todas as minhas dores, porque bem sei que me não terás por inocente.
E, sendo eu ímpio, por que trabalharei em vão?
Ainda que me lave com água de neve, e purifique as minhas mãos com sabão;
Mesmo assim, me submergirás no fosso, e os meus próprios vestido me abominação.
Porque Ele não é homem, como eu, a quem eu responda, vindo juntamente a juízo.
Não há entre nós árbitro que ponha a mão sobre nós ambos.
Tire Ele a sua vara de cima de mim, e não me amedronte o seu terror.
Então falarei, e não o temerei; porque assim não estou em mim.
( JOB 9:4 )