quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Fala Vazia


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Paulo Roberto Gotaç

“Nós, brasileiras e brasileiros, vivemos sem dúvida um momento especial. Estamos diante da tarefa de continuar trilhando o caminho da democracia, da tolerância, do respeito às diferenças, da convivência democrática e solidária”. 

Palavras da Presidente Dilma, durante a cerimônia de entrega da Ordem do Mérito Cultural, para a qual o governo despendeu, segundo consta em noticiário das redes sociais, R$ 1,1 milhão. 

São pertinentes, entretanto, as seguintes observações para que a população não seja acometida da constante e nociva falta de memória, grande  responsável  pela lamentável qualidade da nossa classe política: 

O momento não é especial, é desesperador, em virtude da completa deterioração da economia, proveniente da política artificial de represamento de tarifas chapa branca e dos gastos desordenados praticados durante o último mandato, visando à  reeleição a qualquer custo; 

O caminho não é tão democrático assim, pois, recorrentemente, a sociedade é surpreendida com decretos autoritários cujo objetivo é tão somente a consolidação do poder, projeto prioritário do PT; 

A tolerância é evidente em relação a determinados movimentos clandestinos, como o do MST, por exemplo, inclusive com apoio velado do Planalto, mas não o foi para com o dos  caminhoneiros, com suas reivindicações justas, o que compromete o respeito às diferenças e a convivência democrática e solidária. 

Assiste-se, assim, a mais uma fala vazia que está colocando à prova a paciência da população, sofrendo com taxas de desemprego cada vez maiores e inflação ameaçadora.


Paulo Roberto Gotaç é Capitão de Mar e Guerra.

Um comentário:

Loumari disse...

Algumas pessoas dizem que eu sou pessimista porque reconheço o eterno ciclo do mal. Tudo o que eu digo é, olhem para a história da humanidade até este momento, e o que é que vocês encontram?
"Wole Soyinka"
Tema - Mal
Nigéria n. 1934
Poeta/Dramaturgo/Escritor [Nobel 1986]


O homem morre em todos aqueles que se calam.
(The Man Died )
"Wole Soyinka"