domingo, 1 de novembro de 2015

Manual Prático


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

“Resistência pacífica, mas não passiva contra as injustiças” (Mahatma Gandhi)

Conhecendo os inimigos do povo brasileiro, apresentamos as seguintes sugestões:

-Pague tudo o que puder em dinheiro (vivo); principalmente os itens de sua rotina diária : padaria, empório , tinturaria, etc.

-Jamais entre em programas de “benefícios” de qualquer tipo; supermercados, postos de gasolina, livrarias, etc. usarão as informações para lhe extorquir no futuro. Se já está inscrito em algum, saia imediatamente.

-Não forneça o número de seu CPF para nada a não ser em último caso.

-Há bandidos públicos e privados: desgovernos e bancos. Cuidado com ambos.

Os primeiros não pagam precatórios e os segundos não querem mais receber as contas de consumo (luz, gás, telefone, etc.) para obrigá-lo a aderir ao débito automático, o que lhe dá acesso aos seus hábitos, e, no futuro, irão vender os dados a terceiros (o negócio do BigData).

Alguns bancos não fazem mais autenticação mecânica no próprio título pago. Geram uma “tripinha” de papel vagabundo e tinta que logo desaparece, grampeada ao documento.

-Cumpra à risca com todas as leis e obrigações enquanto aguentar; qualquer deslize o tornará alvo do “rigor seletivo” do crime no poder.

-Se você tem fé, amaldiçoe esses diabos até a enésima geração.


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

5 comentários:

Ricardo disse...

Essa questão do debito automatico é uma grande armadilha, não apenas por poderem ter conhecimento de nossos habitos, mas porque ficaremos nas mãos dos credores que poderão,no momento em que desejarem,lançar debitos de valores que não correspondem a realidade e teremos ate que entrar na Justiça para fazer valer nossos direitos.Eu tenho experiencia propria e tive muitas dificuldades para resolver

Loumari disse...

Existem em todo o homem, a todo o momento, duas postulações simultâneas, uma a Deus, outra a Satanás. A invocação a Deus, ou espiritualidade, é um desejo de elevar-se; aquela a Satanás, ou animalidade, é uma alegria de precipitar-se no abismo.
(Charles Baudelaire)


O diabo é subtil, e onde não pode entrar com a cabeça mete a cauda.
(Torquato Tasso)


O diabo está em nós e nas estruturas que inventamos quando vão por um caminho que não nos deixa crescer, que destrói e desagrega (diabólico significa dividir, por oposição a simbólico, que implica unir).
"Vasco Pinto de Magalhães"


A tentação diabólica, digamos assim, está em pensar que ser feliz era não ter problemas. (...) Se pensarmos assim, vivemos fora da realidade, e acabamos por usar a regra «se não vai a bem, vai a mal», ou seja, à força.
"Vasco Pinto de Magalhães"


Somos sempre muito mais fascináveis pelo imediato, pela solução rápida e fácil, do que pelo caminho longo e difícil, com sofrimento, que é o do bem... O bem diz que tens de estudar muito; a ausência de bem, ou o mal, diz: toma lá umas pastilhas que isso passa! A tensão entre o preço de crescer e o truque «eficaz».
"Vasco Pinto de Magalhães"

Loumari disse...

O Pobre Diabo Face à Guerra

Se tivessem contado ao diabo, que sempre teve uma enorme paixão pela guerra, que um dia haveria homens para quem a continuação desta representa um interesse comercial, que eles nem se dão ao trabalho de disfarçar e cujo produto ainda os ajuda a ocupar um lugar de destaque na sociedade, ele teria dito para irem contar isso à avó dele. Mas depois, quando se tivesse convencido do facto, o inferno teria ficado abrasado de vergonha e ele não teria outro remédio senão reconhecer que toda a vida fora um pobre diabo!

"Karl Kraus, in 'O Archote'
Austria 28 Abr 1874 // 12 Jun 1936
Escritor

Loumari disse...

É mais fácil mobilizar os homens para a guerra que para a paz. Ao longo da história, a Humanidade sempre foi levada a considerar a guerra como o meio mais eficaz de resolução de conflitos, e sempre os que governaram se serviram dos breves intervalos de paz para a preparação das guerras futuras. Mas foi sempre em nome da paz que todas as guerras foram declaradas.
(José Saramago)

Anônimo disse...

Conversa. O problema dele é que achou que podia tudo e resolveu passar a perna nos massas. Por isso é que o bolivarianismo está em franca derrocada na AL. Lula, sabemos que vc é o máximo, mas está na hora de pegar sua fortuna e desaparecer.