sábado, 27 de fevereiro de 2016

Casamento por um fio


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Renato Sant'Ana

Eles nunca se amaram. E têm cada vez mais motivos para odiarem-se. Vinda do PDT, Dilma é tida por "petista sem pedigree". Como o PT é de uma esquerda sectária, fanática e movida a rancor, ela sempre foi alvo da
desconfiança dos "petistas de raiz".

E a coisa está cada vez mais azeda. Depois de ficar um ano com Joaquim Levy e suas "reformas neoliberais" (segundo os rapazes do grêmio estudantil), Dilma acabou apoiando o projeto de José Serra que desobriga a Petrobrás de ser a operadora única e de ter participação mínima de 30% na exploração do pré-sal. Aí é demais! O pessoal "de raiz" partiu para o ataque.

O presidente do PT carioca, denominado Quaquá (sic), avisou que Dilma não será "bem-vinda" à festa de aniversário do partido. Agora ela está em cima do muro: para acalmar os ânimos, dá sinais de poder melar o projeto que acaba de apoiar.

Futuro? Um diz que Dilma sai do PT; outro, que ela regressa ao PDT. E há quem preveja cena parecida à de casados que, com ódio recíproco, poderiam encontrar alívio no divórcio, mas querem um a ruína do outro.


Renato Sant'Ana é Psicólogo e Bacharel em Direito.

Nenhum comentário: