quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Férias no Triplex do Guarujá


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Agamenon Mendes Pedreira

Eu, Agamenon Mendes Pedreira, sou o único desempregado do Brasil que tira férias. Como todo trabalhador no “desvio”, depois de ficar 11 meses procurando serviço e sem fazer rigorosamente nada, tenho o sagrado direto de gozar de merecidas férias não remuneradas. Como estou no maior miserê, tenho que lançar mão da generosidade dos amigos para poder usufruir de alguns dias na praia ou na montanha. Desta vez pude contar com o meu amigo Luísque Inácio Lula da Silva, o Brahma, que fez questão de ceder o seu tríplex (que não é dele) no Guarujá, de frente para o mar, com vista para África, onde o Lula tem uns negócios (que também não são dele).

O Edifício Solaris é uma espécie de Kremlin do PT, Partido do Triplex. Todos os dirigentes importantes do partido também fazem questão de NÃO serem proprietários de nenhum apartamento no condomínio mulo-petista. O apê do Lula (que não é dele) é uma maravilha! Tem elevador privativo, adega, sauna e uma lavanderia a jato, tudo pago pela OAS (Obras Arrumadas pelo Sindicato). Tem duas piscinas: uma de cachaça e outra só de botox pra ex-Primeira Dama e atual Primeira Dona do Apartamento (que não é dela).

Tem também uma suíte só para receber a Rosemary, a Segunda Dama. Na área de lazer tem uma sala de jogos para os filhos do Lula fazerem suas jogadas e receberem seus amigos e propinas. Não necessariamente nesta ordem. No quarto do casal construíram um closet gigantesco, onde, ao lado de ternos de grife, ficam penduradas as contas do BNDES, da Caixa Econômica Federal, do Banco do Brasil,da Nuclebras e os Fundos de Pensão. Tudo feito sob medida. Medida provisória.

Cansado daquela vida mansa al mare, parti então para uma temporada na serra. Isaura, a minha patroa, e eu nos instalamos na suíte presidencial do Sitio do Lula em Atibaia que, por sinal, também não é dele. O lugar é esplêndido e bucólico. Tem até um laguinho onde romanticamente passeamos na canoa da Dona Marisa (que também não é da D. Marisa). No meio da represa é que descobrimos que a canoa estava furada. Foi aí que a Isaura, a minha patroa, ficou toda molhadinha.

À noite acendemos a lareira e ligamos a TV para assistir, juntinhos, a um filme de terror. Escolhemos “A Volta dos Mortos Vivos”. Uma história que se passa durante a reabertura dos trabalhos legislativos em Brasília. Três zumbis: Zyka Roussef, Eduardo Pulha e Renan Canalheiros, disputam para ver quem consegue devorar mais cérebros de parlamentares. Mas quase morrem de fome. Cérebro é coisa que ninguém tem no Congresso Nacional. Principalmente depois da microcefalia transmitida pelo mosquito da dengue.

Agamenon Mendes Pedreira também não tem tríplex no Guarujá.
No carnaval de Brasília, os blocos de sujos da base aliada do governo prometeram cair na folia, mas avisaram que, na quarta-feira de cinzas, vão entrar num Lava Jato.


Agamenon Mendes Pedreira é... Paciente do Doutor Jacinto Leite Aquino Rego.

Um comentário:

Vinícius disse...

Perfeito!!!