domingo, 20 de março de 2016

A Peregrina da Mentira


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Renato Sant'Ana

É imprescindível desmascarar a grosseira mentira com que Dilma tenta enganar os simples. Aos fatos. A força-tarefa da Lava-Jato (a) colheu prova do que todo mundo já sabia, que Dilma daria um ministério a Lula para ele fugir da competente investigação de Curitiba. (b) Os procuradores da Lava-Jato, atenção!, consultaram o petista Rodrigo Janot (procurador-geral da República, seu chefe), sobre o sigilo. (c) Janot mandou seguir o "procedimento padrão" (palavras dele), tornando público o conteúdo das provas. (d) Procuradores peticionaram ao juiz competente (Sergio Moro, claro!), requerendo a publicização. (e) Moro levantou o sigilo. (f) pudemos ouvir a baixeza, a truculência, a desfaçatez de Lula e seus cúmplices.

Frisem-se duas coisas: foram "grampos" legais, judicialmente autorizados
por juiz competente. E a publicação das gravações ocorreu com a concordância do petista Rodrigo Janot (aquele que Lula chamou de ingrato por ainda ter um pouco de decência).

Aí Dilma Rousseff saiu em peregrinação a dizer que foi grampeada na Lava-Jato. É mentira! Grampeado estava Lula! Na TV o petista Janot ajudou a esclarecer: o grampo é autorizado para um "alvo" (o elemento investigado, Lula no caso). E é normal (aliás, óbvio) que vai aparecer quem que telefonou para o "alvo". Tudo esclarecido por Janot.

É uma covardia que Dilma minta para os simples, como o fez em Feira de Santana (18/03); na plateia, além da pelegada, a gente pobre do Minha Casa, Minha Vida. Com ajudinha das TVs...

A Dilma "mulher honesta" (segundo FHC) saiu pelo Brasil a mentir para os simples. A Dilma "muito competente" (segundo Lula) afundou o brasil numa
crise sem precedentes. Só isso.

P.S. Leia no Alerta Total: "Amentira como método"


Renato Sant'Ana é Psicólogo e Bacharel em Direito.

Um comentário:

Anônimo disse...

Ele não quer sentir cheiro de vazamentos, mas o que vai encontrar nessas investigações é muito fedor de merda, e tudo do chefe.