quinta-feira, 24 de março de 2016

Como Moro, 13a principal liderança mundial apontada pela Fortune, pode ser sacaneado por 13 senadores?


2a Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Um é pouco, Dois dizem que pode ser bom... Mas, definitivamente, 13 é demais para a petelândia. Seu maior inimigo, o juiz da Vara Federal 13 de Curitiba agora é considerado pela revista Fortune a 13a principal liderança do mundo. Desafortunados são os 256 parlamentares da listinha da Odebrecht - agora totalmente sob sigilo judicial imposto por Sérgio Moro, o único brasileiro na lista da publicação norte-americana. Para se ter uma ideia do prestígio, o Papa Francisco aparece em quarto entre os 50 nomes encabeçados pelo fundador da Amazon, Jeff Bezos, e pela poderosa chanceler alemã Angela Merkel.

Moro só não anda prestigiado por alguns parlamentares do Congresso Nacional de Bruzundanga. Senadores protocolaram um pedido para que o presidente do Conselho Nacional de Justiça, Ricardo Lewandowski, mande abrir um processo disciplinar contra Moro. Tudo porque o Homem de Preto da República de Curitiba liberou o teor das indecentes conversas interceptadas pelos investigados ligados a Luiz Inácio Lula da Silva, incluindo aquela em que a Presidenta Dilma Rousseff foi pega tratando da negociação para dar o foro privilegiado para o Presidentro, com a contestada nomeação para a Casa Covil (repartição ideal para a Jararaca deitar e rolar).

Ganham imensa popularidade negativa os 13 que resolveram declarar guerra aberta a Sérgio Moro. São eles:  os petistas Ângela Portela (CE), Donizeti Nogueira (MG), Fátima Bezerra (RN), Regina Sousa (PI), Humberto Costa (PE), Paulo Rocha (PA), Lindbergh Farias (RJ), Gleisi Hoffmann (PR), Jorge Viana (AC), José Pimentel (CE), além de Lídice da Mata (PSB-BA), Roberto Requião (PMDB-PR), e Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM). O presidente do Senado, Renan Calheiros, alvo da Lava jato, também endossou o pedido... Legal, né?

Os 13 senadores contra o Moro, mais Renan, merecem o título distintivo de piadistas ou caras de pau do ano. Todos sugerem e defendem a condenação de Moro a reclusão de dois a quatro anos, pelo suposto crime de quebra do sigilo ou do conteúdo de interceptação telefônica sem autorização judicial. Insistem na tese de que Dilma não poderia ter sido exposta na divulgação das escutas, porque ela tem foro privilegiado. Só o Supremo Tribunal Federal poderia autorizar a divulgação de um "grampo" em que ela foi desafortunadamente metida.

Na listagem, Moro deve ter tido até uma profunda decepção pessoal. Ao menos, indiretamente. Paranaense que desponta na guerra ao Moro, o senador Requião tem entre seus principais assessores Luís Fernando Dellazari. Por ironia fatal do destino, o advogado é amissíssimo pessoal do Moro. É mais uma prova de que, em muitas situações extremas, amizade pode valer pouco... Ou nada...

A classe política tupiniquim já está completamente desmoralizada há muito tempo. Tudo fica ainda pior com um Congresso que tem a metade suspeita de receber propinas ou doações ilegais da Odebrecht, em uma lista digna da máfia mais canalha, pois é cheia de codinomes ou códigos. A turma da Lista Negra tem moral nenhuma para atacar, covardemente, o Homem de Preto que apenas cumpre seu dever de funcionário público do judiciário, junto com a jovem equipe da Força Tarefa do Ministério Público Federal e da Polícia Federal, entre outros órgãos onde gente decente ainda trabalha, para o bem do Brasil.

De toda forma, a batalha sangrenta de todos contra todos, aqui já batizada de "guerra do fim dos imundos", é benéfica para a construção da Democracia e dos princípios republicanos no Brasil. É necessário debater o papel correto, justo e perfeito do Judiciário e seus instrumentos como fatores de equilíbrio do sistema republicano (que temos aqui de forma falsa, cínica e defeituosa, com ações abusivas de gestapos, jagunçagens jurídicas, muito rigor seletivo (pegando uns inimigos e salvando os amigos de ocasião), além da hedionda impunidade ou efetividade do cumprimento das penas, com infindáveis chicanas judiciais.

Em condições normais de democracia, o juiz Moro não seria um herói - agora mundialmente reconhecido. Seria apenas mais um servidor público que cumpre seu dever funcional, sem prevaricações costumeiras. De toda forma, é melhor ter um Moro como "herói" do que o Pais de ignorantes cultuar políticos que são apenas fantoches de um sistema institucionalizado do crime organizado, sempre pronto a pilhar a sociedade brasileira, impedindo o real desenvolvimento do Brasil como Nação próspera, livre e soberana.

O bom exemplo é o que educa e frutifica, mesmo em tempos de grave desarranjo político, imensa dificuldade econômica e profunda crise moral. Os segmentos esclarecidos da sociedade brasileira precisam forçar o judiciário a cumprir seu papel como poder republicano. O livre debate, sem as sacanagens nazicomunopetralhas, tucanalhas ou peemedebostas, nunca foi tão fundamental no Brasil. É preciso coragem para encarar o monstro da corrupção - que é consequência, e não causa da estrutura falha do Estado Capimunista Rentista no Brasil. Os cidadãos, a sociedade, têm de controlar o Estado. Do contrário, teremos a democradura de sempre...

Por isso, torçamos que ganhem depressa hegemonia outros milhões de brasileiros com o mesmo patriotismo de Moro e a turma que atua na Lava Jato. Eles deram a partida, e nós temos de acelerar a Intervenção Cívica Constitucional que mudará o Brasil. Nekan Adonai e Vitória na Paz!  

Confira Carlos Maurício Mantiqueira: Na prática, a Teori(a) é outra?

Leia também o artigo de Merval Pereira: Obstrução da Justiça


Esquece isso...


Efeito Coelhinho da Crise


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 24 de Março de 2016.

7 comentários:

Anônimo disse...

Olha lá, no cantinho esquerdo da foto, a Marina Silva também pedindo o impeachment do FHC.

Anônimo disse...

Prof.Serrão: Esse verdadeiro massacre que a patifaria governamental está patrocinando contra o Juiz Sérgio Moro deveria ser denunciado nos tribunais internacionais que tratam dos direitos humanos. A "guerra" que se instalou é bastante desigual. Moro está sozinho,nem mesmo a Justiça Federal tomará as dores por ele no sentido de disponibilizar-lhe assistência e defesa jurídica. Ele vai ter que se "virar" sozinho,se for o caso pagar honorários de advogado do seu próprio bolso. Na verdade o seu adversário será o Estado Brasileiro,que colocará todo aquele batalhão de advogados da AGU,pagos pelos cofres públicos,isto é pelo povo, para "apurrinhar-lhe"a vida. Também batalhões de advogados "figurões" estão vendendo os seus serviços em troca de verdadeiras fortunas que vão sair da roubalheira que o bando de corruptos fez nos cofres públicos.Será que o Dr. Moro poderá competir em igualdade de condições com forças tão poderosas? Moral ele tem para isso. Mas é só.Sérgio A.Oliveira.

Anônimo disse...

É vamos lá, só uma correção, o senador Umberto Costa, é do Estado de Pernambuco, e Gleise Hoffman, e do Estado do Paraná, obrigado.

Anônimo disse...

SÓ É GOLPE SE FOR CONTRA OS ABUTRES DO PT, AÍ SIM, É GOLPE!
CHUMBO NA TRASEIRA DOS OUTROS NÃO DÓI, É REFRESCO!
Todos sabem que nas novelas os atores representam com muita maestria diversas situações irreais da vida, e fazem parecer certas situações verdadeiras, graças à capacidade de encenarem com perfeição certas cenas que beiram o real, de fazerem a muitos otarios de crerem que o falso se tornou verdadeiro!
E desafio a qualquer um: quem faz melhor o papel de vítima das elites, vítimas de golpes, vítimas de atrapalharem seus planos de ajudarem o povo, dentre mais firulas que os desequilibrados do PT?
O aloprado José E Cardoso por exemplo vomitando nas tvs, excelente ator que é, encenando serem honestíssimos os conspiradores Dilma e Lula!
Linda tese do RA:
... "Para encerrar: se Dilma é impopular porque é honesta, cabe perguntar se, como corolário da tese, Lula era popular porque era desonesto?...
Saiam dessa, tarados do PT!

Anônimo disse...

Serrão


o numero 13 é iluminado

Marcelo Baglione disse...

Valeu, GM! Conteúdo muito bom, mesmo. A tabelinha tá boa, viu? Gol!

Super parabéns, meu irmão. Conte comigo.
Meu T!!!

Marcelo Baglione

Anônimo disse...

Fico imaginando o que o boca suja, Lula, falou nas outras gravações que não foram liberadas.Será que os Ministros do STF vão deixar ele continuar a desmoralizar todos os poderes da República? Será que vai depender de quem foi o ofendido nessas gravações?