segunda-feira, 7 de março de 2016

Histriônico


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Paulo Roberto Gotaç

O pronunciamento de Lula (não foi entrevista, disso ele não gosta), bradado no Diretório do PT logo após o depoimento na Polícia Federal, consistiu num espetáculo histriônico dirigido aos poucos acólitos lá presentes. 

Em nada contribuiu para esclarecer a população sobre os reais motivos que levaram a Justiça, por ele atacada com veemência na ocasião, a decidir sobre a convocação, além de não permitir que os meios de comunicação, também vilipendiados em seu discurso, esclarecessem a opinião pública sobre as verdadeiras razões das investigações às quais está sendo submetido. 

Ao invés de falas vazias enaltecendo as conquistas dos pobres, nas quais nem eles mais acreditam, e execrando a elite, com a qual, no entanto, flertou durante e após o tempo de poder, mediante a promiscuidade com empreiteiras, estatais e bancos, melhor seria se tivesse a dignidade de enfrentar as suspeitas que pairam sobre sua conduta e se comportasse como um cidadão normal - o que realmente é - questionado pela sua justiça. 

Seria também decente de sua parte que esquecesse por algum tempo seus rompantes personalistas e, através do carisma que ainda julga possuir, ajudasse o Brasil a desatar os nós político, econômico e moral em que se encontra, resultantes do corrosivo populismo e da sofreguidão de segurar o poder a todo custo que marcaram os últimos treze anos, durante os quais foi e, de certa forma, continua sendo, protagonista.


Paulo Roberto Gotaç é Capitão de Mar e Guerra, reformado.

Nenhum comentário: