quinta-feira, 10 de março de 2016

Lula vai preso, será ministro ou mito derrotado?


Edição Extra do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Pode gritar: "Vitória na Guerra"! Institucionalmente, o Brasil se transformou em um grande hospício penitenciário. A Presidenta Dilma Rousseff comete a loucura de indicar Luiz Inácio Lula da Silva para ministro-chefe da Casa Civil. Lula teria recusado a manobra explícita para torná-lo Presidentro de fato e de direito, ganhando o necessário e providencial foro privilegiado, no momento em que é alvo da Lava Jato e o Ministério Público em São Paulo pede sua prisão preventiva. A bomba será decidida pela juíza Maria Priscila Fernandes, da 4a Vara Criminal de SP...

Outra prova de suprema loucura judiciária. A mais alta corte do País da Impunidade acaba de validar o presentinho natalino dado por Dilma Rousseff aos mensaleiros. O Supremo Tribunal Federal concedeu indulto ao ex-deputado petista João Paulo Cunha e ao ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares. Foi um perdão completo da pena e tem previsão na Constituição Federal. Outros sete condenados na Ação Penal 470 podem ficar livres de condenação: o ex-diretor do Banco Rural Vinícius Samarane; o advogado Rogério Tolentino; os ex-deputados Roberto Jefferson (PTB-RJ), Pedro Henry (PP-MT), Romeu Queiroz (PMB-MG), Valdemar Costa Neto (PR-SP) e Bispo Rodrigues (PR-RJ).

O STF tomou uma decisão totalmente na contramão da vontade esmagadora da sociedade brasileira - penalizada pela corrupção sistêmica promovida pelo desgoverno do crime organizado. O mesmo Supremo parece, nos bastidores, claudicante sobre a homologação da bombástica delação premiada do senador petista Delcídio do Amaral - que detona a cúpula da petelêndia e de outros partidos, inclusive os da suposta oposição ao Palácio do Planalto. Com base na "colaboração" penal de Delcídio, o ministro-substituto André Luiz de Carvalho, do Tribunal de Contas da União, pede a responsabilização de Dilma Rousseff e demais conselheiros da Petrobras pela criminosa compra da refinaria de Pasadena, no Texas.

O clima fervente é de "tudo pode acontecer", às vésperas das grandes manifestações populares de domingo, 13 de março, sob ameaça de reação violenta da messiânica e radicalóide petelência. Enquanto isso, a facção criminosa continua dominando e, com hegemonia agora questionada, só pode sussurrar, cheia de dúvida, o slogan criminoso: "Vitória na Guerra".

A novela das nove da Globo está acabando... No Brasil onde "A Regra do Jogo" nunca esteve tão obscura, estamos iniciando um processo de ruptura institucional que está bem longe do fim. Lula vai preso, será ministro ou mito destruído? Esta novela não acabe nem quando termina... Parece um grande BBB - Bandidos Brasileiros Barbarizando... Enquanto isso, a Força Tarefa e o juiz Sérgio Moro seguem o dinheiro deles...


© Jorge Serrão. Edição Extra do Blog Alerta Total de 10 de Março de 2016.

Um comentário:

Anthony Mayer disse...

Imaginar o Supremo Tribunal apoiando essa corja é uma coisa absurda, embora real. E a vontade do povo fica onde? Recorrer a quem? Onde é que está os polícos e juízes justos?