domingo, 27 de março de 2016

Presentão de Páscoa para o Brasil


- Deixa eu lhe falar uma coisa. Esses meninos da Polícia Federal e esses meninos do Ministério Público, eles se sentem enviado de Deus.

- É, mas eles são todos crentes. Os caras do Ministério Público são crentes, né?

- É uma coisa absurda. Uma hora nós vamos conversar um pouco, porque eu acho que eu sou a chance que esse país tem de brigar com eles para tentar colocá-lo no seu devido lugar. Ou seja, nós queremos instituições sérias, mas tem que ter limites, tem que ter regras.

(Diálogo entre o Coelhinho da Páscoa e seu amigo Nervoso, captado em uma ligação telefônica, em março de 2016)

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Feliz Páscoa! Que Jesus Cristo ressuscite no coração de cada um de nós. Que os ensinamentos dele abençoem o povo brasileiro. Que nossos cidadãos (eleitores ignorantes e contribuintes compulsórios de 93 tributos) saiam da passividade e consigam colaborar com a Revolução Brasileira, em andamento, para que tenhamos um País próspero, justo e desenvolvido. Temos urgência urgentíssima de promover uma Intervenção Cívica Institucional focada na Democracia - a Segurança do Direito, em estrito respeito a uma Constituição enxuta, digna de ser cumprida irrestritamente, de maneira consciente.

Temos de superar o Capimunismo rentista. Precisamos romper com o Estado antidemocrático de direito em vigor no Brasil. A democradura é o regime do Crime Organizado. Não intervir, para mudar de verdade, é o mais canalha ato de traição! O Brasil comete e reproduz erros históricos que assassinam a galinha dos ovos de ouro. Não podemos ficar esperando pelo presentinho dado por um coelhinho da Páscoa. Falso herói, o bicho só promete e traz chocolate escatológico. Precisamos de Ordem Pública (o bem mais valioso da sociedade) que só pode ser conquistado com o árduo e sincero compromisso com a Democracia, através do exercício da razão pública.

Valorizemos e respeitemos as pessoas sábias - aquelas que usam corretamente o conhecimento. Uma delas é um General de Exército que defende publicamente a Democracia. Pena que esteja na reserva o livre pensador Maynard Marques de Santa Rosa, que deu uma dica valiosa no encerramento de seu recente artigo "Democracia e Legalidade, publicado neste Alerta Total em 26 de março de 2016: "A crise em que estamos mergulhados pode ser uma valiosa oportunidade de evolução cultural, se levado a termo o trabalho patriótico dos agentes legais responsáveis pela Operação Lava-Jato. A eles cabe o apoio moral de todo o cidadão que aspira alcançar o verdadeiro estado de direito no Brasil".

Uma outra personalidade mais jovem, e que demonstra equilíbrio, sabedoria e compromisso democrático, é o procurador federal Deltan Dellagnol, coordenador da Força Tarefa da Lava Jato. Na próxima terça-feira, dia 29 de março, Deltan e sua equipe levarão ao Congresso Nacional o projeto de iniciativa popúlar, assinado por mais de 2 milhões de pessoas, com a "Dez Medidas contra a Corrupção":.
Deltan Dellagnol explica a filosofia das propostas: "Elas são propostas de alteração legislativa com três focos: prevenir a corrupção, isto é, evitar que aconteça; propiciar uma pena para a corrupção que seja proporcional ao mal que ela causa e garantir que essa pena saia do papel, dando um basta nas brechas da lei que geram impunidade; por fim, criar instrumentos que permitam a recuperação satisfatória do dinheiro desviado dos cofres públicos".

O gesto cívico do MPF, atuando politicamente, na forma institucionalmente correta, como ativista da legalidade e da legitimidade, é um avanço democrático. O problemão é que nosso parlamento, com quase 300 deputados e senadores suspeitos, investigados, processados ou já condenados por corrupção, não tem a menor capacidade, isenção, ética, honestidade, legitimidade e vontade política, para analisar e aprovar tais sugestões. Felizmente, nada se perde... ideias da turma do MPF, após amplo debate, valerão na hora da Intervenção Cívica Constitucional...

Em recente entrevista exclusiva ao jornal O Globo (26 de março), Deltan Dallagnol identificou nosso problema de forma justa e perfeita, em uma linha otimista, porém realista, pregada pelo General Santa Rosa, sobre a grande oportunidade que não podemos perder. Deltan Dellagnol resumiu o grande dilema de um País que sobrevive sob a ditadura do crime organizado, de modo estrutural, institucionalizado e, pior de tudo, cultural:

"A corrupção é um mal histórico, sistemático e apartidário de que padece nosso país. Já sabíamos disso antes da Lava Jato, mas ela colocou esse monstro assustador, em carne e osso, em nossa frente. Ela tornou palpável que a corrupção desvia bilhões que afetam nossa vida, retirando do cidadão brasileiro o hospital, o remédio, a escola, o ensino de qualidade e a segurança a que ele tem direito. Gerou uma consciência a respeito da gravidade desse câncer que suga energias e recursos que poderiam minorar outros problemas sociais, abrindo uma oportunidade histórica para mudanças. Cabe a todos nós, contudo, aproveitar essa oportunidade".      

Até o decadente mito $talinácio - esfacelado por suas próprias palavras chulas e derrotado por seus gestos antidemocráticos - ganha súbita razão quando prega que o Brasil precisa de instituições sérias, que sigam regras claras e tenham limites. A Democracia brasileira só se tornará viável quando o cidadão, a sociedade, tiver e exercer o legítimo controle sobre a máquina estatal, nos poderes Executivo, Legislativo, Judiciário e até no Militar. Só o Poder Insitituinte do Cidadão, após livre, amplo e exaustivo debate, tem condições de promover as mudanças necesárias.

A Revolução Brasileira tem de inspirar no que deu certo historicamente. Temos de outorgar uma Constituição correta, cidadã, sem demagogias e autoaplicável, independentemente de interpretações (judicializações políticas) de um Supremo Tribunal Federal. O povo dos Estados Unidos da America fez isto em 1776, após 13 (olha o número aí de novo) anos de ferrenho debate entre os representantes dos Estados (que eram colônias da Inglaterra, com interesses diversos, porém convergentes no sentido da liberdade e da democracia).

O que precisamos? Constituição legítima. Federalismo de verdade. Democracia vigilante. Fim do voto obrigatório. Implantação do Voto distrital e distrital misto. Eleição com fiscalização pública (e não meramente informatizada) na recontagem. Aplicação severa da Lei da Ficha Limpa (permitindo candidaturas comprovadamente idôneas). Possibilidade de candidaturas independentes dos Partidos. Emprego da tecnologia para livres consultas populares. Transparência total na arrecadação e gastos públicos. Simplificação tributária, com regras claras e estáveis. Implantação do "Imposto Justo" (na venda, na importação e na exportação). Fim do "Imposto sobre salário" (nome real do "Imposto de Renda das Pessoas Físicas). Extinção do imposto sindical obrigatório. Enfim, racionalização da máquina estatal nos municípios, nos Estados e no governo da União.

Só assim o Brasil se tornará um País de verdade. Abuso de poder e ditadura do crime organizado escravizam os brasileiros. Basta de traição!

Seria um belo presente de Páscoa - a reinvenção e renascimento do Brasil!      

Releia o artigo de sábado: Brasil sob Ditadura do Crime: Não Intervir é Trair!


Ratalhagem


Paz falsa


Pergunta pertinente...


Páscoa com Força e União


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 27 de Março de 2016.

3 comentários:

FORAPT disse...

Flagrante da quadrilha usando dinheiro público em São Paulo.



https://www.facebook.com/soraia.ferretti/videos/10207948154074661/

Loumari disse...

Ouvi agora ó povo louco e sem coração, que tendes olhos e não vedes, que tendes ouvidos e não ouvis.
Não me temereis a mim? diz o Senhor; não temereis diante de mim, que pus a areia por limite ao mar, por ordenança eterna, que ele não traspassará? ainda que se levantem as suas ondas, não prevalecerão; ainda que bramem, não a traspassarão.
Mas este povo é de coração rebelde e pertinaz: rebelaram-se e foram-se.
E não dizem no seu coração: Temamos agora ao Senhor, nosso DEUS, que dá chuva, a temporã e a tardia, a seu tempo, e as semanas determinadas da sega nos conserva.
As vossas iniquidades desviaram estas coisas, e os vossos pecados afastam de vós o bem.
(JEREMIAS 5:21)


Nos lugares altos se ouvia uma voz, pranto e súplicas dos filhos de Israel; porquanto perverteram o seu caminho, e se esqueceram do SENHOR, SEU DEUS.
(JEREMIAS 3:21)


Alvoroçai-vos, ó povos, e sereis quebrantados; dai ouvidos, todos os que sois de longes terras, cingi-vos e sereis feitos em pedaços. (ISAÍAS 8:9)


Porque o Senhor Deus de Israel diz que aborrece o repúdio, e aquele que encobre a violência com o seu vestido, diz o SENHOR DOS EXÉRCITOS: portanto, guardai-vos em vosso espírito, e não sejais desleais.
(MALAQUIAS 2:16)

Anônimo disse...

Se Lula conseguir, como deseja e já declarou, "incendiar o País", não restará outra alternativa senão uma IMC!!!