quinta-feira, 28 de abril de 2016

A Anta Véspera


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Na marca do pênalti, a Anta procura desfrutar o que lhe resta.

Nêspera, ameixa amarela, indicada para amarelada.

Melancia, verde amarela por fora e vermelha por dentro.

Banana, que o povo lhe deu.

Cajú, bela rima pra onde vai tomar.

Abacaxi, deixará para o próximo gerente do pomar.

O molusco a deixou no mamão.

Um chupim, mais assanhado que sanhaço, quer voltar pro indefeso espaço onde verdes estão as uvas.

Ameixa, pra ver quem a deixa.

Amora, pros que não vêem a hora.

Morango, pois a vizinha cretina só dança tango.

Manga; que a coisa vai dar panos para.

Abiu, cura pneumonia; não livra de ironia. Rima com PQP.

Jaca, para enfiar o pé, antes que valha a Lei seca de Sucuritiba.

Fruta do conde pro marquês de Rabicó. Nunca vi merdandante tão bocó.

Laranja; quase extinta devido ao grande uso pelos políticos.


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Um comentário:

Anônimo disse...

Sr. Maurício,
Corta tudo em pedacinhos, coloca em cima da massa redonda e fininha, espalha mussarela de búfala picadinha, põe no forno quente por 30 minutos, et voilá: sai uma pizza à california!
===================================
Não dá idéia, sô! Vai que os senadores aceitem fazer do impeachmente uma bela pizza!