sexta-feira, 1 de abril de 2016

Crônica da Coragem


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Renato Sant'Ana

Os sapos do brejo organizaram seus jogos de primavera. A prova principal era escalar a pedregosa e íngreme encosta de um cerro. Quatro sapinhos iniciaram a dura subida. A multidão de batráquios assistia curiosa. Mas, em vez de incentivar, fazia o contrário: "Não vai dar! Não vai dar!", gritava. E já um atleta desistiu. "Bobagem! Não vai dar!" O segundo competidor veio caindo e ficou fora. "Impossível! Não tem jeito!" O terceiro veio abaixo, restando apenas um. "Não sejas louco! Não dá!" E o sapinho prosseguiu subindo. "Desiste! Não adianta!" E lá se foi ele, morro acima. "Impossível! É melhor voltar!" Apesar daqueles gritos, com grande esforço, o atleta foi até o fim e conquistou a medalha de ouro.

Podemos imaginar os sapos de queixo caído diante daquela proeza. Ninguém podia acreditar... Foi então que o pai do vencedor deu a chave do
sucesso: "Ele é surdo..."

Pseudo-realistas, distribuindo notícias ruins (algumas falsas), tentam derrotar-nos. É o marketing da maldade! Dizem: "Não adianta, o STF é governista!" "É, eles vão calar Sergio Moro, é melhor desistir!" "O PMDB é quenga do PT e vai melar tudo!" "Não saiam pra rua! Melhor ficar comendo mosca, coaxando diante da TV!".

Mas, a quem interessa o nosso desânimo? Somos ou não somos mais inteligentes que sapos? Que tal ficar surdos para esse tipo de marketing?


Renato Sant'Ana é Psicólogo e Bacharel em Direito.

Nenhum comentário: