sexta-feira, 29 de abril de 2016

Força Tarefa da Lava Jato avalia que mudança de governo não garante efetivo combate à corrupção


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O Brasil da corrupção produz imagens tragicômicas. A televisão deu destaque às câmeras de segurança de um posto de gasolina em João Pessoa, na Paraíba. No melhor estilo do faroeste norte-americano, um picareta chegou, montado a cavalo, para assaltar uma loja de conveniência. De repente, o ladrão sai correndo para um lado. O animal também, só que na direção contrária. O que aconteceu por lá, assustando bandido e montaria, é um mistério insondável. Coisa parecida acontece nos ataques de bandidos profissionais, principalmente da politicagem, contra os cofres públicos, no Brasil da impunidade, onde o crime organizado compensa, e muito.

Um dos líderes da Força Tarefa da Lava Jato, procurador Deltan Dallagnol, chamou ontem atenção para uma aberração. Entre os 180 acusados criminalmente nas várias operações, apenas 8% continuam presos. O problema concreto é: muitos roubos continuam, em vários setores da administração pública federal, estadual, municipal e "estatal", com pouca gente efetivamente sendo punida pela roubalheira. Dallagnol não pode admitir abertamente, mas o excelente trabalho da equipe do Ministério Público Federal continua atuando sobre os efeitos - e não sobre as causas sistêmicas da corrupção.

Não foi à toa que Deltan Dellagnol advertiu ontem que a mudança de governo não deve ser vista pela população como um caminho para o fim da corrupção. O procurador ressalta que apenas mudanças na legislação poderão resultar num país melhor: "Vivemos um momento muito especial na história do país e nos preocupa que uma parcela da população veja a mudança de governo e mesmo as ações da Lava-Jato como meio caminho contra a corrupção. Nós não concordamos com essa visão. A corrupção não é privilégio nenhum de um partido A ou partido B. A corrupção ocorreu ao longo de toda a história, é sistemática, endêmica".
Dallagnol tentou interpretar o discurso dos críticos do trabalho do MPF na Lava Jato: "É importante perceber que pessoas que defendem o impeachment, assim como pessoas que não querem o impeachment, alegam perseguição. A nossa investigação é técnica, imparcial e apartidária. O Ministério Público é uma organização independenteA defesa usada é a defesa de desconstrução das investigações. É uma defesa política das investigações, porque a defesa jurídica acaba se revelando não muito profícua".

Deltan tem muita razão. O problema é o cinismo pragmático do brasileiro, sobretudo dos políticos. O discurso deles e o que ousam colocar no papel aceitam qualquer inverdade. Vide o texto “A travessia social”, de 17 páginas, no qual Michel Temer se compromete com a manutenção da Operação Lava-Jato e propõe a aprovação de uma lei que responsabilize de forma mais rígida e clara os dirigentes das estatais: “Muito do que deve ser feito já está proposto e, com algum esforço político, pode ser rapidamente transformado em legislação. Um conjunto de novas leis deve ser aprovado com o objetivo de estabelecer regras estritas de governança”.

O documento do PMDB se compromete a garantir recursos para Polícia Federal e Receita Federal continuarem trabalhando “no combate ao crime”: “As lições que estamos vivendo hoje nos obrigam a buscar a reengenharia das relações do Estado com o setor privado e reduzir ao mínimo as margens para a transgressão e o ilícito (...) A obrigação de qualquer governo responsável é responder a esta demanda da sociedade com uma nova postura ética”.

Voltando à Lava Jato, ainda há muito o que fazer. O trabalho do Ministério Público Federal já recuperou R$ 2,9 bilhões em contratos da Petrobras. O montante representa quase 50% dos R$ 6,4 bilhões em propinas identificadas pela operação em contratos da estatal. O MPF já pediu o pagamento de R$ 37,5 bilhões de multas e ressarcimentos. O prejuízo causado à estatal pelo esquema de propinas pode chegar a R$ 42 bilhões.

Ou seja, todo mundo sabe e percebe facilmente que a corrupção sistêmica rouba os recursos que pagamos em 93 impostos, taxas, contribuições e infindáveis multas e instruções normativas no excessivo regramento da burocracia tupiniquim. Por isso é que não dá para levar muita fé no que promete Michel Temer (até recentemente aliado e coordenador político do desgoverno petista). Em entrevista ao SBT, Temer pregou que sua principal preocupação, caso assuma a Presidência, será adotar medidas econômicas para que o Brasil volte a crescer e para reduzir o desemprego: "Não fale em crise. Trabalhe ou invista. Esta é a mensagem que eu penso que o Brasil precisa".

Temer propagandeia um choque de confiança. Na listinha de promessas, aparecem: a reforma da Previdência, com a idade mínima de 65 anos para aposentadoria, a desvinculação do Orçamento, a desindexação dos benefícios sociais da variação do salário mínimo e a flexibilização do mercado de trabalho - com a proposta de mudança da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). As centrais sindicais não concordam com tal programa. A maioria da população, também não. Logo, Temer tem problemas imediatos, antes mesmo de assumir.

Só a caída Dilma tem mais problema que Temer - cujo nome foi citado quatro vezes pelos delatores da Lava Jato. Um rolo programado pode sobrar para os dois. A Procuradoria Geral da República pedirá o fim do sigilo na delação de executivos da Andrade Gutierrez. Eles relataram pagamentos ilegais às campanhas de Dilma e de seu vice Temer, nos anos de 2010 e 2014. A PGR só não definiu se fará isso antes ou depois da decisão sobre o quase certo impeachment da Presidanta...

Resumindo: Temer não tem condições práticas de assumir e ter a certeza de que chega até o final do eventual mandato, em 2018. As velhinhas de taubaté do rentismo e do empresariado tupiniquim seguem acreditando que tudo de bom vem com Temer. A Petelândia promete muita confusão, fazendo o que sabe de melhor: oposição desleal e violenta. É neste clima que a Dilma vai perder as olimpíadas. E nós, os otários, vamos ganhar a medalha de lata nas olim-piadas...

O sábio cavalo tem razão em fugir do assalto. Os burros deveriam fazer o mesmo...

Tem culpa Dilma?


Quando devolverão?


Confusão Mental


Vote chapa 2


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 29 de Abril de 2016.

9 comentários:

Anônimo disse...

Já repararam que em qualquer tipo de crime a policia nunca chega em tempo de prender o bandido??? Na região de campinas os ladrões de carro forte eram todos da policia... Será que esse é o motivo???

Anônimo disse...

Preparem-se! Já pela abertura da fala do ministro Barbosa, no Senado (TV Senado), dá para perceber, já pela sua postura, que ele está ali para enjambrar os fatos e armar uma defesa contra o impeachment da presidente. Tecnicalidade vai ser a última coisa que usará para fazer defesa das “pedaladas fiscais”, mas sim, pura malandragem e deturpação dos fatos com inferências falsas.

Anônimo disse...

MAS PIORAR A MAIS DO QUE ESTÁ TAMBÉM NÃO TEM JEITO!
A Lava Jato pode até muito mais nada conseguir em deter a corrupção, mas do jeito que as pestes do PT já fizeram e ainda fazem, não tem jeito de piorar!
Creio que o Temer terá muitas dificuldades para tentar consertar as desordens feitas pelas ratazanas do PT, mas dará uma grande melhorada, pelo menos condições como experiencia de dar conta dessa difícil tarefa ele tem.
Não é como as aves-de-rapina do PT que só entendem de assaltar os cofres do Brasil e dar para outros ditadores sanguinarios e amigos deles!

ALBATROZ disse...

O Senhor realmente parece torcer para o quanto pior melhor. O vice presidente vem se esforçando em enttevistas para desmontar informações e afirmações mentirosas atribuidas a ele como por exemplo de que interferiria nos programas sociais, policia federal, privatizações, etc. A afirmativa do procurador pode ser interpretada de varias formas alem da "profetica" interpretaçao dads pelo Senhor. Seus leitores, o povo o acompanham ou acompanhavam acreditando em sua imparcialidade, mas o Senhor vem nos decepcionando.

Anônimo disse...

A ATRIZ DILMA SE AMARRANDO NA MESA DO PALACIO DO PLANALTO?
SERÁ VERDADE?
EMBORA DE UMA ATRIZ ARTIOSA SEMPRE SE POSSA ESPERAR ALGUM DRAMA!
Dizem que a atriz das novelas do PT, a Dilmentira, na hora que fosse ter que sair do Palacio do Planalto iria se amarrar na sua mesa, em mais uma cena de quem é cínica e farsante, tara de comunistas, pois deles tudo se pode esperar!
Se fizer isso, rebocar com mesa e tudo e levar pro Pinel ou prá Rede Grobo e colocar nas novelas como atriz principal, pois esse tipo de qualidade ela tem e de sobra - e entende de teatro e encenação pra caráyu!...

Anônimo disse...

A CULPA DE DILMA EM TODA ESSA HISTÓRIA É A BURRICE, FALTA DE CAPACIDADE, E BOTAR FÉ QUE NINGUÉM A PUNHALAVA SUAS COSTAS... A MAFIA ESTEVE AQUI EM TODOS OS GOVERNOS, E ATÉ HOJE NINGUÉM TEVE CÚ PARA ENFRENTA LOS...

Anônimo disse...

QUEM ACHAR QUE NÃO PODE PIORAR QUE RELEMBREM O QUE ACONTECEU NO BASIL NAS DECADAS DE 70 E 80...

Anônimo disse...

Anônimo das 8:22AM, o que foi que aconteceu nas décadas de 70 e 80? Deve ter sido profissionalmente bem controlado e camuflado, para não perturbar a nação, pois foi uma época muito boa da minha vida. E olha que dei baixa em 73 vindo do serviço militar, o qual era (quase) obrigatório para a maioria dos jovens. Bons tempos!

Anônimo disse...

ANONIMO DAS 8.56, SE VOCÊ NÃO SABE O POVO TRABALHAVA SEM RECEBER, NÃO TINHA O QUE COMER, E NÃO PODIA RECLAMAR, SE VOCÊ GOSTOU DESSA ÉPOCA É PORQUE FAZIA PARTE DESSA MAFIA QUE POR 2O ANOS ESRAVIZOU, ROUBOU, MATOU E TORTUROU TODA UMA NAÇÃO...