domingo, 24 de abril de 2016

Hora de mandar para o Caralho!


Edição de São Jorge do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

As pessoas boas, as coisas certas e os conceitos corretos começam a produzir novidades e mudanças positivas no Brasil. Trata-se de um movimento irreversível. A chamada "Revolução Brasileira" está em andamento. Só não ver quem não quer ou sofre de deficiência de análise Histórica. A maioria das pessoas cansou de ser feita de idiota. O negócio agora é mandar o que não prestar para a famosa "casa do carvalho". Chutar o balde é preciso. Basta tomar cuidado com a escatologia que tem dentro...

No Futebol, que todo mundo enxerga facilmente, o Grêmio Osasco Audax, presidido pelo craque ex-craque corinthiano Vampeta, eliminou ninguém menos o poderoso Corinthians da final do campeonato Paulista. O segredo do vitorioso time de Fernando Diniz, há três anos treinador da equipe: toca bola, não dá chutão inútil, defende bem e ataca melhor ainda, ousando nos chutes a gol e acertando faltas e penalidades. O Timão bem treinado pelo Tite foi superado em pleno Itaquerão por um time que insiste em acertar nos bons fundamentos futebolísticos. O fanático torcedor Lula deve ter ficado muito pt da vida...

Na Política, que agora os brasileiros e brasileiras começam a dar a devida importância, exercendo a legítima pressão democrática nas ruas e nas redes sociais, mudanças de postura se tornam inevitáveis. Os diversos programas e inserções comerciais de partidos, mesmo ainda na base da propaganda enganosa, são forçados a falar de ética, honestidade, seriedade, competência e combate à corrupção. São antológicos exemplos destes tempos de mudanças os spots do PTB, com Roberto Jefferson, e do PR, com o deputado-palhaço Tiririca. O investigado e quase réu na Lava Jato Luiz Inácio Lula da Silva deve ter ficado mais pt da vida ainda...

Na Economia, em que a maioria dos trabalhadores começa a sentir o tranco da mais brutal crise nunca antes vista em nossa História, o tradicional discurso ortodoxo, demasiadamente rentista, é obrigado a ceder espaço para a pragmática realidade nua e crua, que exige justiça tributária e investimentos produtivos, em emprego, qualificação profissional e infraestrutura. Basta conferir a clareza do mais recado dado pelo Henrique Meirelles - ex-presidente do Banco Central e hoje executivo forte do "grupo Friboi". Certamente cansado de ver a vaca ir pra o brejo, Meirelles resumiu suas duras horas de reunião com o "presidenciável" Michel Temer no sabadão de articulações e conspirações no Palácio do Jaburu - residência oficial do vicepresidente prestes a ocupar o lugar de Dilma Rousseff.

Henrique Meirelles, que nunca escondeu de ninguém que adoraria ser Presidente da República, foi na veia após o papo reto com Temer: "O mais importante para o Brasil é a questão da alta carga tributária, isso tem que ser endereçado no país de maneira estrutural. Para isso, tem que se endereçar a questão do crescimento das despesas públicas. O Brasil tem tudo para crescer, é uma questão de retomada da confiança e de uma clara trajetória de dívida pública sustentável. O mais importante é tomar medidas para sinalizar que a trajetória da dívida pública vai ser revertida no devido prazo e que, a partir daí, a confiança possa aumentar. E, com a confiança aumentada, os investimentos possam aumentar".

O recado de Meirelles é fundamental em um Brasil em clara crise estrutural, com alto risco de ruptura institucional, apresentando evidências de uma decadência que pode involuir para uma desagregação social sem precedentes, se continuar seguindo o modelito Capimunista, rentista e corrupto. O País tem de ultrapassar a discussão ideológica babaca, centrada em papo otário de torcida organizada de timeco de décima-terceira divisão do futebol, e partir para um debate sério, civilizado e estratégico sobre que Brasil efetivamente queremos, desejamos e faremos. Qualquer outro debate tem o mesmo efeito de discutir a relação amorosa entre o Jair Bolsonaro e o Jean Willys (Deus que me perdoe pela imagem metaforicamente evocada)...

O Brasil precisa de um choque de Democracia (Segurança do Direito, através do exercício cidadão da razão pública). A máquina estatal tem de ganhar transparência e ser controlada e fiscalizada pelos cidadãos-eleitores-contribuintes. É urgente implantar o voto distrital e distrital-misto, para baixar o custo de campanhas eleitorais e garantir a efetiva representatividade dos escolhidos, que ficarão mais próximos da pressão legítima do eleitorado. É urgentíssimo reduzir a quantidade absurda de impostos, taxas, contribuições, multas e instruções normativas. É urgente urgentíssimo definir que o sistema de ensino de qualidade é uma prioridade básica, para qual devem ser focados os mais relevantes investimentos.

Antes que reclamem do "palavrão" na manchete - algo imperdoável mesmo para a favelada educação do editor-chefe deste Alerta Total, cabe um esclarecimento cultural. O professor Denilso de Lima, em 20/07/2012, escreveu e publicou na internet, no site "Inglês na Ponta da Língua", um interessante artigo no meio do qual que faz uma importantíssima referência à lusitana expressão "Caralho" - tão na boca dos brasileiros e brasileiras:

Segundo a Academia Portuguesa  de Letras, ‘CARALHO’ é a palavra com que se denominava a pequena cesta que se encontrava no alto dos mastros das caravelas, de onde os vigias prescrutavam o horizonte em busca de sinais de terra.  Também era considerado um lugar de ‘castigo’ para aqueles marinheiros que cometiam alguma infração a bordo. O castigado era enviado para cumprir horas e até dias inteiros no CARALHO e quando descia ficava tão enjoado que se mantinha tranquilo por um bom par de dias. Daí surgiu a expressão ‘mandar pro caralho’.

Já que celebramos nosso "achamento" em 22 de abril e aproveitando a sede brasileira por mudanças urgentes, nada como atacar a sugestão de mandar tanta coisa errada para o "Carvalho" (que os especialistas juram ser um pau duríssimo). Vamos mandar... Já estamos mandando... Já mandamos... Do contrário, nada muda para melhor, de verdade, por aqui...

BNDES - Notícia excelente

O economista Maurício Dias David manda uma notícia maravilhosa sobre um encontro da delegação do Comitê do BNDES pela Democracia e Pró-impeachment com a assessoria do vicepresidente Michel Temer:

O encontro foi muito produtivo e, na ocasião, discutiu-se a necessidade dos funcionários do BNDES manterem-se alertas com relação ao eventual desaparecimento de documentação relevante para a apuração dos desvios cometidos pela atual administração do BNDES, controlada pelo PT.

A assessoria do futuro Presidente reiterou o seu firme compromisso de renovar profundamente os quadros dirigentes da instituição. "Nenhum dos atuais dirigentes comprometidos com desvios nos propósitos do BNDES terá guarida na futura gestão do Banco. Isto vale para todos os executivos, desde o atual presidente, Luciano Coutinho, aos demais diretores, e aos superintendentes".

O presidente Temer promete afastar a ingerência de partidos políticos na administração do Banco. O futuro presidente do BNDES terá a máxima liberdade para compor livremente a sua Diretoria e a nomeação dos seus principais auxiliares.

Informada do clima de caça às bruxas que se tentou implantar em segmentos do corpo funcional do BNDES (especialmente na rede dos aposentados), foi-nos assegurado que o presidente Michel Temer, como homem profundamente respeitoso dos valores democráticos e da preservação plena da liberdade de expressão, não permitirá que em seu governo valores que não estes possam prevalecer em órgãos da Administração Pública.  

Mudou de nome


Piadistas imperdoáveis da internet mandam a seguinte "notícia" que deixou o prefeito Eduardo Paes muito pt da vida:

Nota importante - A prefeitura do Rio de Janeiro acaba de Rebatizar a "Ciclovia Tim Maia" para "Ciclovia Dilma Rousseff": basta umas pedaladas para cair. Até mesmo porque: Onde já se viu uma ciclovia se chamar Tim Maia e não aguentar uma ressaca?

Nesse ponto, a pedaladora ciclista Dilma é igual à ciclovia do Eduardo Paes e muito diferente do chefão Lula, que tem fama de suportar mais ressaca que o imortal Tim Maia...

Releia o artigo de sábado: Muito além das pedaladas da corrupção


Aposta forte


Nos bastidores do judiciário, aposta-se como pule de 13 que Luiz Inácio Lula da Silva corre sério risco de ser processado e condenado por corrupção, formação de quadrilha, além de lavagem de dinheiro, ocultação de patrimônio e falsidade ideológica.

A pá de cal contra Lula seria o teor da delação premiada do ex-deputado pernambucano Pedro Corrêa - condenado há sete anos de prisão no Mensalão e a mais 20 anos na Lava Jato.

Pedro Corrêa sustentaria, com provas, a tese de que o esquema iniciado por Lula, que viabilizou desvios na ordem de 19 bilhões de reais dos cofres da Petrobras, continuou a funcionar durante o mandato de Dilma Rousseff, que também tinha pleno conhecimento do esquema na estatal.

Corrêa é defendido por seu primo, o advogado Clóvis Corrêa - ex-desembargador e professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).  

Cabeça do Lula

Do cineasta José Padilha, autor do artigo "A cabeça de Lula", rebatendo artigo escrito pelo advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, que o esculhambou no mesmo jornal O Globo:

"Com esse advogado que não sabe ler, há o risco de o Lula ser condenado mesmo sem evidências. Estou dizendo no meu artigo que, com o governo novo e capitaneado pelo Michel Temer (PMDB), temo que exista alguma tentativa de parar a Lava-Jato. E talvez a melhor maneira de garantir que não exista um acordão seja, caso existam evidências irrefutáveis, prenderem o Lula. Quando eu terminar a minha série, vamos ver onde estará Lula. Aí, saberemos quem tem razão. Vou contar a história que acontecer. Se o Lula for absolvido, a série vai contar essa história. Se ele for condenado, vai mostrar também".

Abaixo, o Alerta Total reproduz os artigos de Padilha e Martins que ainda vão dar muito o que falar.

A Cabeça do Lula e Ficção não pode se sobrepor à realidade


Apocalipse chegando

Sinal de que a coisa vai feder é a ordem do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, para que a Procuradoria Geral da República analise, criteriosamente, a listona com cerca de 300 políticos corruptos bancados ilegalmente pela Odebrecht.

O trabalho da equipe de Rodrigo Janot apavora muita gente que votou "sim" contra a Dilma, no domingão passado em que Faustão terminou obrigado a ficar de folga.

Qual fazenda mesmo?

Henrique Meirelles garantiu ontem que não recebeu qualquer convite de Michel Temer para assumir a Fazenda...

Até porque ele nem precisa disso, pois já é o homem que cuida das lucrativas fazendas da Friboi...

E do jeito que a coisa vai no Brasil, Meirelles deve ter aconselhado Temer:

"Pra onde a vaca vai, é melhor você não ir atrás"...

Velho evento novo...


Especialista em Onda


O imortal Raul Seixas teve seu carro detonado, no passado, por uma onda, igual a que destruiu parte da ciclovia Tim Maia...

Homenagem a Dilma

Do Raul Seixas, para a Dilma na ONU


Preparando terreno


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 24 de Abril de 2016.

13 comentários:

Anônimo disse...

HEI, HEI, E AS AREAS DE PRESERVAÇÃO QUE ESTÃO SENDO DOADAS A TORTO E DIREITO PELO JUDICIARIO, SE FOR DE ALGUMA PESSOA CHEGADA JÁ TEVE CASO DE JUIZ CEDER RUAS E AVENIDAS, AS REPESAS SÃO AREAS DE DOMINIO PUBLICO E ESTÃO SENDO EXPLORADAS COMERCIALMENTE COM AS BENÇÃOS DA MAFIA... AREAS TÃO GIGANTESCAS QUE FAZEM INVEJA A MUITOS SITIOS POR AI. TODAS LEGALIZADAS EM TROCA DE QUE???

Anônimo disse...


.

acp

Absurdo. Inexiste a tal academia, o palavrão já era usado há séculos, e é de péssimo alvitre insultos escrever.

.

Anônimo disse...


.

acp

O único aspecto tolo ou impróprio da discussão ideológica é negá-la!

As esquerdas estão a impor e implantar sua ideologia sem contestação!

Os vários partidos sinistros digladiam-se por cargos e verbas enquanto todos aplicam suas taras administrativas, organizacionais, sociais, morais!

Que levam à dissolução dos costumes, da educação, da economia, da política!

Acordem!

Os conservadores precisam agir!

acp

.

Rogerounielo disse...

O país quebrado que não vai quebrar - O Brasil não vai necessitar do impeachment - Parte 02

1. A dívida pública cresce R$ 2 BILHÕES, por dia, vezes 30 dias úteis é igual a R$ 60 BILHÕES, por mês, vezes 12 meses é igual a crescimento de R$ 720 BILHÕES, por ano, da dívida pública, conforme matéria da Folha de São Paulo, transcrita no item 7 abaixo.

2. Uma dívida pública que cresce R$ 720 BILHÕES, por ano, pode ser paga?

2.1 Se essa dívida, brutal, não for paga o que acontece?

3. Vejam na matéria, parcialmente transcrita no item 8 abaixo, onde as "pedaladas" fiscais e a má gestão da economia, ao longo de anos de desleixo e irresponsabilidade coletiva, de toda a classe politica e empresarial, sob o comando do PT, levaram o país (IMINÊNCIA DE CRISE BANCARIA).

4. Estranho, sem lógica e sem sentido é Ciro Gomes anunciar o apocalipse (IMINÊNCIA DE CRISE BANCARIA), conforme matéria do item 8 abaixo, tendência de referida crise bancaria confirmada pelos números, assustadores, do crescimento da dívida pública de R$ 720 BILHÕES, apenas, em um ano, conforme matéria do item 7 abaixo, e dizer Ciro Gomes que substituir a Presidente da República, um dos grandes responsáveis por essa situação, é um golpe, pois iminência de crise bancária significa falência do país inteiro, com possibilidade, real, palpável, de quebra de todo Sistema Financeiro Nacional e, por via de consequência, possibilidade de falência de toda economia brasileira, com toda a poupança nacional virando pó do dia para a noite, embora essa possibilidade seja de remota concretização, na prática, acreditem.

5. Se QUEBRAR, financeiramente, o país, e criar a possibilidade de quebra da economia do Brasil como um todo não é crime de responsabilidade, o que poderia ser crime de responsabilidade na cabeça deturpada desses políticos alienados, que criaram essa situação de colapso econômico e financeiro, iminentes, por causa do abandono coletivo de valores morais na gestão da coisa pública?

Continua

Rogerounielo disse...

Continuação:

6. Em certo sentido, Ciro Gomes tem razão, ao dizer que se trata de um "golpe", pois o PMDB é partícipe ativo, oculto e omisso, por toda essa traição à nação brasileira, e poderia ter impedido, politicamente, essa bandalheira, mas não impediu, pelo contrario, participou, ativamente, do saque desenfreado aos cofres públicos, e ajudou a criar a possibilidade real de crise bancária no Brasil, com todas suas consequências daí resultantes.

6.1 O Brasil não vai necessitar de impeachment, por que não haverá país se toda a sociedade brasileira não alterar seus padrões éticos e morais de comportamento individual e coletivo, nos níveis Federal, Estaduais e Municipais, fazendo exame de consciência sobre a continuidade de discussões políticas sem sentido para, de fato, os cidadãos, independentemente de suas concepções ideológicas ou políticas,  se unirem para tentar salvar o Brasil, que cada um de nós, por ação ou por omissão, ajuda a destruir R$ 2 BILHÕES por dia.

6.3 Diz a " Lógica Oculta":

A) "Mas essa situação da dívida pública brasileira é negociável e tem solução?

B) Para cada R$ 1,00 de dívida pública brasileira, existem R$ 10,00 em derivativos (duplicatas) de nossa dívida, negociadas pelos bancos estrangeiros, o que significa dizer que se o Brasil não pagar R$ 720 BILHÕES gera impacto de R$ 7,2 TRILHÕES   para o Sistema Financeiro Internacional.

C) O não pagamento da dívida pública brasileira pode quebrar todos os países do mundo, de uma hora para a outra, ou seja, alguma solução, mágica, vai aparecer, acreditem."

Continua

Rogerounielo disse...

Continuação:

7. Início da transcrição da matéria:

Dívida pública é bomba-relógio que cresce cerca de R$ 2 bilhões por dia

Fonte - Link http://codonoticias.com.br/divida-publica-e-bomba-relogio-que-cresce-cerca-de-r-2-bilhoes-por-dia/

Fonte - Link http://m.folha.uol.com.br/mercado/2016/04/1764093-divida-publica-e-bomba-relogio-que-cresce-cerca-de-r-2-bilhoes-por-dia.shtml?mobile

Enquanto o governo está paralisado pela crise política, a dívida pública cresce neste 2016 a uma velocidade média de R$ 2 bilhões ao dia.

A conta inclui sábados, domingos, feriados e, como o ano é bissexto, o dia 29 de fevereiro, quando o endividamento de União, Estados e municípios ultrapassou a casa dos R$ 4 trilhões.

Com a perspectiva de assumir o Planalto a partir de maio, o hoje vice-presidente Michel Temer terá pouco tempo para desarmar essa bomba-relógio em meio a um clima político tormentoso.

Com o desequilíbrio no Orçamento do governo e a recessão econômica, a dívida pública deverá saltar de 66,5% do PIB, em 2015, para 74,4% até dezembro próximo, conforme as previsões mais consensuais do mercado.

Trata-se, de longe, da maior proporção entre os principais países emergentes.

Se não for detida, a escalada gerará temores crescentes entre empresários e investidores –que tenderão a cobrar juros mais altos para emprestar ao governo ou, no limite, a interromper o crédito.

Até 2013, o Tesouro Nacional conseguia poupar o suficiente para manter sob controle a proporção entre a dívida pública e o PIB.

Hoje, entretanto, o governo precisa tomar dinheiro no mercado para seus gastos cotidianos.

As despesas programadas com pessoal, custeio administrativo, programas sociais e investimentos deverão somar, neste ano, R$ 1,2 trilhão, cerca de R$ 100 bilhões acima das receitas.

Espera-se que, com o afastamento da presidente Dilma Rousseff, Temer monte uma equipe econômica com credibilidade, capaz de restabelecer parte da confiança de empresas e consumidores.

O próprio mandato do peemedebista, no entanto, está ameaçado pelo avanço das investigações da Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

As incertezas tornam mais árdua a tarefa de atrair nomes de peso ao governo.

O reequilíbrio das contas do Tesouro depende de aumento de tributos ou reformas impopulares que reduzam direitos previdenciários e trabalhistas.

E essas reformas exigem mudanças na Constituição, para as quais é preciso ter votos de 60% do Congresso –particularmente difícil em ano de Olimpíada e eleições.

Fonte:UOL

Fim

Continua

Rogerounielo disse...

Continuação:

8. Início da Transcrição:

Se dívida pública do Brasil não for controlada, crise bancária será iminente, diz Ciro Gomes

Fonte - Link http://m.politica.estadao.com.br/noticias/geral,se-divida-publica-do-brasil-nao-for-controlada--crise-bancaria-sera-iminente--diz-ciro-gomes,10000027664

ALINE BRONZATI

23/04/2016 | 14h07

De acordo com ex-ministro da Fazenda e ex-governador do Ceará, o Estado é ineficiente e gasta mais onde não devia

SÃO PAULO - O ex-ministro da Fazenda e ex-governador do Ceará, Ciro Gomes, fez um alerta hoje para a proporção da dívida pública em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro e destacou o risco de o atual cenário político-econômico resultar em uma crise bancária no Brasil.

"Hoje é preciso colocar muita clareza no manejo da dívida pública no País."

"É necessário compreender o galope da dívida como proporção do PIB, do contrário a iminência da crise será uma crise bancária no País", afirmou no Brazil Conference, evento realizado em Boston, nos Estados Unidos, pela Universidade Harvard e o Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Ciro Gomes se referia à importância de o Brasil fazer reformas tributária e fiscal.

Segundo ele, o Estado é ineficiente e gasta mais onde não devia.

Diz que em setores necessários como educação e saúde, o desembolso público per capita está abaixo do ideal, enquanto os maiores gastos são com previdência e juros da dívida pública.

"Temos um estrangulamento do financiamento crônico no Brasil e a taxa de juros mais cara planeta", destacou Gomes, reforçando a necessidade de um debate em torno do tema.

O ex-ministro da Fazenda e ex-governador do Ceará, Ciro Gomes Foto: Estadão

Embora não concorde com o governo atual, o ex-ministro da Fazenda avaliou que o Brasil está perdendo sua condição democrática à medida que ocorre o que chamou de golpe no País, em referência ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

"O Brasil está perdendo a condição democrática, a prevalência da soberania popular."

Ressalvando ser um crítico do governo - "ele é mau e falha em todas as questões" - disse que o ex-presidente Michel Temer está "golpeando o País".

Ciro Gomes comparou ainda a situação brasileira à enfrentada pelo Paraguai, com a destituição do presidente Fernando Lugo, e também à da Venezuela.

"Estão se utilizando de protocolos no País e da propaganda para implementar um golpe no País."

Voltou a atacar o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha.

"É um gângster mesmo e está pilotando um golpe de Estado."

"É réu do Supremo Tribunal Federal (STF) por desvios, lavagem de dinheiro, contas ilícitas no exterior. A justiça só achou a ponta de iceberg", declarou.

Para o ex-governador, a realização de dois processos de impeachment no Brasil em 24 anos não são "pouca coisa", mencionando a tentativa de, no passado, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seu partido, o PT, tentar destituir Fernando Henrique Cardoso do comando do País.

Fim

Anônimo disse...

George Soros e a CIA por trás da Revolução Popular Brasileira - Parte 1/2
Durante os últimos anos, os brasileiros começaram a entender que eles não são livres. Agora, eles estão começando a compreender que eles são governados por uma elite despótica e não por um governo que quer tirá-los da pobreza e da miséria.
O que o brasileiro ainda não entende é que o seu país é como uma fazenda. A maioria das pessoas não entende que eles não têm um governo, mas que eles têm proprietários.
O Brasil tem estado sob o domínio de um movimento socialista / comunista durante as últimas quatro administrações e as pessoas estão cansadas disso. Agora, os eleitores querem mudar, mas a verdade é que não há alternativa à situação atual.
É verdade que o Partido dos Trabalhadores e seus líderes, Luiz Inácio da Silva e Dilma Rousseff, ajudaram a destruir o sonho brasileiro de se tornar um país desenvolvido. No entanto, é preciso perguntar qual é a alternativa ao PT e sua elite corrupta.
A resposta é que não há alternativa.
As partes que formam a oposição na política brasileira têm sido cúmplices dos crimes cometidos pelo governo no Brasil. Neste momento, todos os líderes da oposição estão, em uma forma ou de outra, envolvidos nos escândalos políticos que abalam o povo brasileiro.
Um fato que é muitas vezes esquecido por aqueles que se opõem à administração atual é que, nos níveis mais altos, aqueles que procuram tirar a Dilma Rousseff do poder estão sendo financiados por interesses estrangeiros. Isso não significa que Dilma não deve ser julgada ou que o PT não deve sair do poder. Mas remover a elite política corrupta é apenas o primeiro passo para os brasileiros recuperar o seu país.
Infelizmente, devido à novidade do ativismo no Brasil, a revolução popular brasileira, que resultou dos escândalos de corrupção que agora estão sendo discutidos, foram sequestrados por interesses estrangeiros que, como aconteceu na Ucrânia, Líbia, Síria e outros países, capturaram os movimentos de oposição populares para levar a cabo uma revolução controlada.
Apesar de que o desconforto das pessoas é real e que os movimentos de oposição ao PT começaram organicamente em todo o país, esses movimentos têm sido infiltrados por pessoas e organizações que não querem desaproveitar a crise brasileira sem expandir seus tentáculos na política e a economia. As pessoas por trás da oposição popular no Brasil são profissionais que têm alimentado revoluções em todo o mundo e por um longo, longo tempo.
Duas cabeças proeminentes sempre aparecem quando um país como o Brasil sofre de agitação popular. Uma dessas duas cabeças é o da Agência Central de Inteligência (CIA). A segunda cabeça é a de um instigador profissional que financia movimentos de oposição para assumir importantes setores da sociedade. No caso do Brasil, essa segunda cabeça é o bilionário George Soros.
Tanto a CIA quanto Soros são parceiros desestabilizadores em vários países, como por exemplo a Alemanha nazista. No caso do Brasil, como acontece em outros países, é fácil saber quando uma revolução é real e quando é uma fraude. Uma das maneiras de saber se uma revolução é controlada é seguindo a cobertura da mídia tradicional.
No Brasil, todos os meios de comunicação têm sido fundamentais para abastecer o movimento pró-impeachment. Milhares de páginas foram impressas e centenas de artigos foram escritos sobre a necessidade de tirar a Dilma Rousseff e o PT do poder.
Como mostra a história, é uma certeza matemática de que um movimento popular tem sido sequestrado quando a mídia corporativa passa horas no ar e imprime centenas de artigos sobre o assunto. Não é necessário enfatizar que a mídia no Brasil também são cúmplices da corrupção desenfreada que governa o país hoje.

Anônimo disse...

George Soros e a CIA por trás da Revolução Popular Brasileira
Parte 2/2
Segundo o jornalista e ex-agente de inteligência, Wayne Madsen, os controladores como George Soros financiam os protestos através das “maiores federações empresariais do Brasil e conglomerados de mídia de propriedade corporativa, e todos eles têm links com organizações sem fins lucrativos domésticos.” Essas organizações incluem Vem Pra Rua e o Movimento Brasil Livre.
Além de George Soros e da CIA, movimentos populares controlados no Brasil também são apoiados pelo National Endowment for Democracy (NED), bem como a Agência Americana para o Desenvolvimento Internacional (USAID).
“Protestos de rua contra Rousseff, desde que começaram em 2014, tem se tornado em movimentos típicos das revoluções temáticas do Soros. O mesmo aconteceu com os protestos da Primavera Árabe apoiados por Soros e a CIA no Egito, Líbia, Síria, Tunísia e o Euromaidan na Ucrânia “, explica Madsen.
O movimento atual para tirar a Dilma Rousseff da presidência, que começou como um grupo legítimo para se livrar de um partido político que tem destruído o país, é agora uma operação comandada por organizações estrangeiras, como a CIA e a Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA).
O movimento popular que já foi cooptado por interesses estrangeiros também conta com o apoio do Comando Sul dos EUA, localizado em Miami, uma organização que tem estado envolvida em golpes de estado em lugares como Honduras, Guatemala e outros países da América Central.
De acordo com Madsen, as conversas telefônicas que foram reveladas pelo juiz Sergio Moro “podem ter se originadas pela NSA e seu banco de dados XKEYSCORE que inclui intercepções das comunicações do governo brasileiro e comunicações corporativas realizadas através de operações de escuta chamadas KATEEL, POCOMOKE e SILVERZEPHYR.”
A intervenção estrangeira no Brasil não se limita a alguns juízes ou líderes de movimentos sociais. A CIA entrou em contato com membros do Partido dos Trabalhadores, funcionários da Petrobras, funcionários do Banco Central do Brasil e oficiais da inteligência militar que haviam sido treinados pela inteligência dos Estados Unidos para obter informações sobre Rousseff e Lula.
A luta atual no Brasil não é nada mais do que uma luta entre dois grupos de poder cuja intenção é manter o poder e controle do país. De um lado, está o grupo tradicionalmente corrupto e fora de controle composto pela elite política brasileira que cresceu organicamente devido à ignorância, a preguiça e o descuido dos brasileiros, e, por outro, há um grupo de pessoas de fora que são astutos e verdadeiramente experientes no negócio de provocar revoluções ou absorver movimentos populares para destruir países de dentro para fora.
Os brasileiros estão certo em mostrar sua insatisfação devido ao estado atual do país, no entanto, as pessoas precisam ser mais sofisticadas para evitar que seu presente e futuro não caiam nas mãos de interesses estrangeiros que querem enganar uma população muito ignorante com uma alternativa que será pior do que o que eles têm agora.

Loumari disse...

Em Portugal, Ney Matogrosso escancara a realidade do Brasil

https://youtu.be/DqJ0kF1_oL0


O BRASIL NA VISÃO DOS AMERICANOS REPORTAGEM DA TV AMERICANA
O que se dizia do Brasil em 2013

https://youtu.be/AMjh_qPfcgE


CARA! quem vê isso pensa que o Brasil é lindo, maravilhoso... caco de país, dar dinheiro pra pobre não os tira da pobreza... aumentar a venda de carros não melhora a economia, quebra o bolso do consumidor, isso sim. Tirar o IPI foi uma palhaçada.... Por que? Simplesmente pela substituição tributária... se paga mais imposto que antes.. Reduzir o preço da energia elétrica? Aumentou o combustível, tudo aumentou de preço. O povo tem q abrir os olhos.. Essa maravilha do vídeo não é a verdade..

Anônimo disse...

A presidente Dilma é famosa pela arrogância e truculência que trata os que trabalham próximos a ela. Pelo palavrório de baixa qualidade que o Lula usou quando foi pego no "grampo" da PF falando com a presidente, acredito que ela também esteja acostumada a isso.Então, com a arrogância, intolerância, e com o poder de uma nação nas mãos,sem ter condições para isso, está se achando a "deusa" toda poderosa da América do Sul e perdeu completamente a noção da responsabilidade e do ridículo, trazendo no futuro próximo mais derrotas diante da Justiça.

Anônimo disse...

O RAULZITO, PAI DO ROCK SABIA QUE NÃO PODIA CONCERTAR O MUNDO, MAS SE VOCÊ JOGASSE UMA LATA DE CERVEJA FORA DA LATA DO LIXO ELE RECLAMAVA E ATÉ PERDIA A AMIZADE COM VOCÊ, EM 1972, FOI PRESO, TORTURADO E EXILADO E A SOCIEDADE ALTERNATIVA ERA APENAS UMA VIAGEM DE UM DOS SEUS SUCESSOS... NÃO BULO COM GOVERNO, NEM POLICIA NEM CENSURA É TUDO GENTE FINA MEU ADVOGADO JURA JÁ PENSOU O DIA EM QUE O PAPA SE TOCAR E SAIR PELADO PELA ITALIA A CANTAR...

WILTON disse...

BOLSONARO: MILITANTES PETISTAS e/ou GLBTISTAS TENTAM INVADIR SUA RESIDÊNCIA.

Vai merecer notícia no ALERTA TOTAL...???

https://www.youtube.com/watch?v=z7BOrOMtYso