sexta-feira, 29 de abril de 2016

Tropa de Choque


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Cláudio Belodi

A tropa política petista é mesmo muito ignábil. Através do petista chefe da AGU dizem que as supostas irregularidades da pessoa do Presidente da Câmara serão usadas como argumento, no Senado, em defesa da Presidente. Esse pensamento jurídico idiotiza qualquer primarista defensor do direito.

Qualquer comissão ou instituição denunciante há de fazer provas para que o processo ande – não importe se verdadeiras ou inverídicas. Cabe, pois, ao julgador aceitar ou não as provas, como autoridade máxima e isenta dos fatos. Ora, se a delação vinda de um aliado Senador líder do governo em nada servir para robustecer as provas, ou não pode ser juntado ao processo novas provas no decurso da formação da denúncia, sobre supostos e novos crimes, ninguém jamais poderá ser julgado por atos delituosos no plural.

A tese de fechamento da questão em um único fato faz as instituições reféns da vontade do réu. O Presidente da Câmara errou sim, por desvio de honra (não de poder) ao conduzir o processo de votação da denúncia. A honra é pessoal, o poder é constitucional e versa sobre o cargo. Portanto, ao conduzir o processo dentro das regras institucionais, sem interferência, cumpriu com a obrigação do cargo. A honra ele já não há tem faz muito tempo.

Para o bem da defesa da sua imagem, o Presidente da Câmara deveria ter saído dos holofotes, pois não ensejaria essas idiotices jurídicas, idiossincrásicas e ideoclássicas, se estivesse realmente pensando no Brasil (e quem sabe, safar-se das acusações que lhe pesam). A responsabilidade da primeira mulher a chefiar o Brasil, tendo todo apoio necessário que pediu e não soube se comportar para o bem dos filhos da nação é perguntar: nos seus governos quantos quilos de arroz você pôs na mesa dos brasileiros? Se pôs alguns, tirou em dobro, com a depressão econômica, com o desemprego, com a corrupção etc.

Tal crime de responsabilidade não é julgado pelas falcatruas permissionárias de decretos, emitidos sem controle inclusive pelo ex-presidente, mas pelo fato de rejeição do seu povo, que esperava o mínimo de realizações de um Chefe de Estado, aclamado para conduzir a nação e não voltado a sua tropa de choque. Aliás, a mesma que lhe sentencia agora.

Não pensem que somos enganados, somos tolerantes. Sabemos que Decretos e Leis são feitos para 0,01 % serem beneficiados e 99,99% pagarem a conta.

Golpe contra a mentira, SIM. Golpe contra a quadrilha que se instalou nos governos chefiados por Vossa Excelência, SIM.

Deixa-nos de herança, grande matriarca, parte dos quadrilheiros formados, irrigados e apadrinhados pelo petismo. Serão anos para extirpar a ganância, arroubos e roubos contra a nação brasileira.

E os filhos da Pátria minha que se danem ...

Claudio Belodi é Empresário no setor de Tecnologia e Arquitetura Ambiental.

Um comentário:

Anônimo disse...

A cada dia, a cada hora e a cada minuto, a presidente demonstra a irresponsabilidade e desrespeito com o povo brasileiro, principalmente com os milhões, enganados, que votaram nela, como gosta de citar.Vai ficar afastada, sendo julgada, e quer fazer turismo pelo exterior? Isso, para mim, é uma prévia de fuga. Será que vai escolher qual lugar é mais confortável para se fazer de perseguida?