quinta-feira, 19 de maio de 2016

Como falar merda


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos I. S. Azambuja

O texto abaixo é um pequeno trecho do livro “Como Falar Merda”, de autoria de Harry G. Fankfurt, editado no Brasil em 2005 pela Editora Intrínseca. O livro apresenta o autor como um “renomado filósofo moral e professor emérito de Filosofia na Princeton University”:

Um dos traços mais notáveis da nossa cultura é que se fale tanta merda. Todos sabem disso. Cada um de nós contribui com sua parte. Mas tendemos a não perceber essa situação. A maioria das pessoas confia muito em sua capacidade de reconhecer quando se está falando merda e evita se envolver. Assim, o fenômeno nunca despertou preocupações especiais e nem induziu uma investigação sistemática.

Por causa disso não temos uma idéia clara do que é falar merda, da razão para que se fale tanto ou para que serve. E nos falta também uma avaliação conscienciosa do que isso significa para nós. Em outras palavras, não dispomos de uma teoria. Proponho iniciar o desenvolvimento de uma compreensão teórica do que significa falar merda, oferecendo algumas análises experimentais e exploratórias.

Não vou considerar seus usos e abusos retóricos. O objetivo é apenas fornecer uma descrição aproximada do que é falar merda e do que não é, e articular de uma forma mais ou menos resumida a estrutura desse conceito.

Qualquer sugestão sobre as condições logicamente necessárias e suficientes para constituir o ato de falar merda está destinada a ser arbitrária. Por um lado, a expressão falar merda é utilizada livremente, como um termo ofensivo genérico, sem um significado literal muito específico. Por outro, o fenômeno é tão vasto e amorfo, que nenhuma análise concisa e perspicaz de seu conceito consegue deixar de ser procustiana.

Entretanto, deve ser possível dizer algo de útil, mesmo sem muita probabilidade de que seja conclusivo. Até as questões mais básicas e preliminares sobre o que é falar merda não apenas permanecem sem resposta, como nem sequer são perguntadas.

Até onde sei, pouquíssimos trabalhos foram desenvolvidos sobre o assunto. Não empreendi um levantamento sobre sua literatura, em grande parte porque não saberia como fazê-lo. É certo que há um lugar muito óbvio para se dar uma olhada: o Oxford English Ditionary, que tem um verbete para falação de merda, nos volumes suplementares, e também outros para vários usos pertinentes de falação e de outros termos relacionados.

Não estou seguro quanto à proximidade de significado entre a palavra impostura e a expressão falar merda. É claro que essas palavras não são completa e livremente intercambiáveis; são, com certeza, usadas de formas diferentes. Porém, essas diferenças parecem ter, no todo, mais a ver com questões de boas maneiras e com alguns outros parâmetros retóricos do que com as formas estritamente literais do significado deste texto. É mais educado e menos pesado dizer impostura do que merda. No caso desta discussão supomos que não há nenhuma diferença importante entre os dois termos.

O certo é que os dicionários sugerem uma série de sinônimos para impostura: embuste, deturpação, lengalenga, conversa fiada, lorota, tapeação e charlatanice.

A noção de se falar merda com cuidadoso apuro envolve um certo esforço interior. Uma atenção aos detalhes requer disciplina e objetividade. Ela acarreta a aceitação de padrões e limites que proíbem a intolerância com impulsos e caprichos. Finalmente, é essa abnegação em relação a falar merda que nos parece inadequada, pois hoje a área da política, por exemplo, está repleta de exemplos tão consumados de falar merda, que podem servir como os paradigmas inquestionáveis e clássicos do conceito.

E, nessa área, existem profissionais extremamente sofisticados que, com o auxílio de técnicas avançadas de pesquisa de mercado, de levantamentos da opinião pública, de testes psicológicos e, por aí afora, se dedicam de forma incansável ao nada nobre esporte de falar merda.

Carlos I. S. Azambuja é Historiador.

7 comentários:

Anônimo disse...

O BEBADO ENTROU NA IGREJA, FICOU EM PÉ E OVACIONAVA O SERMÃO PARA PUXAR O SACO DO PADRE, EIS QUE O PADRE CITOU QUE DEUS CASTIGARIA OS BEBADOS COM AS PRAGAS CONHECIDAS, O BEBADO NÃO DEIXOU BARATO E DISSE, TAVA TUDO MUITO BOM ATÉ ESSE CARA COMEÇAR FALAR MÉRDA... ENTÃO FALAR MÉRDA É TUDO O QUE VOCÊ NÃO QUER OUVIR OU SEJA FALAR ASNEIRA OU A VERDADE DÓI... EXEMPLO... O AUTOR FOI UM TORTURADOR, ASSASSINO,E RECEBE SALARIO ATÉ HOJE POR SER UM CRIMINOSO... FALEI MÉRDA???

Anônimo disse...

Eles vão protestar e denunciar o PT?

Estéfani JOSÉ Agoston disse...

Permita-se, senhor Historiador, tomar a liberdade de menciona-lo como "camarada Azamba"; verdade é que não o conheço, a não ser aqui no Alerta Total e em uma outra página, o que lamento, pois tenho-o na conta de pessoa inteligente, de bom senso e extremamente culta. Então "camarada Azamba", gostei do texto, tanto é que tomei a liberdade de inseri-lo em minha página no Facebook, da qual forneço o endereço:https://www.facebook.com/GRIFAO

Se o anônimo das H10:32 acertou na afirmação de que o senhor é dos que pretenderam cortar as asas daqueles que tinham por objetivo tomar o poder e instaurar o comunismo, parabéns, mas sou obrigado a reconhecer -acredito que concordará comigo- que os senhores foram ineficientes, tanto é que posto de lado Lulla, está ai na ribalta outro de igual perigo, Michel Temer

Estéfani JOSÉ Agoston disse...

Permita-se, senhor Historiador, tomar a liberdade de menciona-lo como "camarada Azamba"; verdade é que não o conheço, a não ser aqui no Alerta Total e em uma outra página, o que lamento, pois tenho-o na conta de pessoa inteligente, de bom senso e extremamente culta. Então "camarada Azamba", gostei do texto, tanto é que tomei a liberdade de inseri-lo em minha página no Facebook, da qual forneço o endereço:https://www.facebook.com/GRIFAO

Se o anônimo das H10:32 acertou na afirmação de que o senhor é dos que pretenderam cortar as asas daqueles que tinham por objetivo tomar o poder e instaurar o comunismo, parabéns, mas sou obrigado a reconhecer -acredito que concordará comigo- que os senhores foram ineficientes, tanto é que posto de lado Lulla, está ai na ribalta outro de igual perigo, Michel Temer

Anônimo disse...

Essa Estéfani é a traveca de Salto que não sai da porta do quartel de Itú... Não pode ver uma farda...

CRIArte disse...

Boa Tarde! A todos do Alerta Total. É a primeira vez que faço um comentário, embora, conheça o belíssimo trabalho desenvolvido por esse jornal, que além de independente é imparcial e patriota. Sobretudo, do ponto de vista apologético e democrático, e por saber também, que por aqui navega blogueiros com o amigo Estéfani JOSÉ Agoston, que luta comigo a quase uma década no Portal Militar. Sem mais, deixo aqui registrado os meus sinceros agradecimentos por essa mídia e aproveito para me desculpar, pela demora em iniciar meus compartilhamentos de ideias e opiniões. Quanto a como falar merda! Eu espero que possamos repatriar O.S.P.B, E.M.C, HUMANAS e inserir como disciplina escolar conceitos básicos da CF/88, para o exercício da cidadania plena e irrestrita dos futuros cidadão brasileiros.
Chega de ouvir ignorantes políticos, metidos a intelectuais, e ainda viver sob devaneios, de que, semianalfabetos, que sequer conseguiriam administrar a casa de sua cadela, achar que podem administrar uma gigantesca e complexa nação como o Brasil. Chamar o Impeachment de um presidente, previsto e com jurisprudência constitucional de GOLPE. Realmente é falar merda e jogá-la no ventilador ou melhor na cara do povo com nariz de palhaço...

Att. Marmosilva-RIO

CRIArte disse...

Boa Tarde! A todos do Alerta Total. É a primeira vez que faço um comentário, embora, conheça o belíssimo trabalho desenvolvido por esse jornal, que além de independente é imparcial e patriota. Sobretudo, do ponto de vista apologético e democrático, e por saber também, que por aqui navega blogueiros com o amigo Estéfani JOSÉ Agoston, que luta comigo a quase uma década no Portal Militar. Sem mais, deixo aqui registrado os meus sinceros agradecimentos por essa mídia e aproveito para me desculpar, pela demora em iniciar meus compartilhamentos de ideias e opiniões. Quanto a como falar merda! Eu espero que possamos repatriar O.S.P.B, E.M.C, HUMANAS e inserir como disciplina escolar conceitos básicos da CF/88, para o exercício da cidadania plena e irrestrita dos futuros cidadão brasileiros.
Chega de ouvir ignorantes políticos, metidos a intelectuais, e ainda viver sob devaneios, de que, semianalfabetos, que sequer conseguiriam administrar a casa de sua cadela, achar que podem administrar uma gigantesca e complexa nação como o Brasil. Chamar o Impeachment de um presidente, previsto e com jurisprudência constitucional de GOLPE. Realmente é falar merda e jogá-la no ventilador ou melhor na cara do povo com nariz de palhaço...

Att. Marmosilva-RIO