domingo, 29 de maio de 2016

Inteligência

Super Heróis inteligentes do passado

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

O dom melhor distribuído por Deus é a inteligência.

Quase a totalidade das pessoas se acha dotada de uma grande perspicácia e de um fino raciocínio. As mulheres, então, se jactam de sua prodigiosa intuição.

Pascácios, mentecaptos, quadrúpedes, etc. se consideram os ”reis da cocada preta”.

Penso que a verdadeira pessoa inteligente é a que consegue viver bem.

Não procura os holofotes, nem busca a qualquer preço fama e glória.
Prefere ouvir a falar.

Mantém um perfil baixo (low profile) e busca um minimalista (almost no profile).

Não entra em discussões por nada insignificante. Prefere ser feliz a ter razão.

Preserva sua independência intelectual. Não se submete a chantagens.

Se for de fé católica, está sempre pronta para morrer.

Leva a vida como São Paulo e não foge do bom combate.

Não perde a capacidade de maravilhar-se, de emocionar-se, de dar o bom exemplo.

Está disposta a dar a vida por uma palha se uma palha valer a vida.

Almeja por simples epitáfio: “Bene vixit qui bene latuit”


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

7 comentários:

Campos disse...

Caro Sr. Mantiqueira

Admiro muito os seus textos. Mas tenho uma pergunta para o senhor. O que adianta uma pessoa saber muito, ter bastante cultura, se possível ter um conhecimento universal (em todas as áreas:exatas, biológicas, humanas, etc) e não saber ou não conseguir (por forças externas por exemplo) mudar a realidade para melhor da sua rua, do seu bairro, da sua cidade, do seu estado, do seu país e do mundo? É muito frustante ter conhecimento e não poder aplicar.

Anônimo disse...

Serrão,

Inteligência todo ser humano tem, uns em menor grau outros em maior grau. Entretanto, A SABEDORIA É DOM DE POUCOS.

Índio Tonto/SP

Campos disse...

Frases que resumem o excelente texto:

Penso que a verdadeira pessoa inteligente é a que consegue viver bem.
Almeja por simples epitáfio: “Bene vixit qui bene latuit”

Loumari disse...

NÃO DEVEMOS TEMER OS HOMENS

E digo-vos, amigos meus: Não temais os que matam o corpo e, depois, não têm mais que fazer.
Mas eu vos mostrarei a quem deveis temer; temei aquele que, depois de matar, tem poder para lançar no inferno; sim, vos digo, a esse temei.
Não se vende cinco passarinhos por dois ceitis? E nenhum deles está esquecido diante de DEUS.
E até os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. Não temais, pois; mais valeis vós do que muitos passarinhos.
E digo-vos que, todo aquele que me confessar diante dos homens, também o Filho do homem o confessará diante dos anjos de DEUS.
Mas, quem me negar diante dos homens, será negado diante dos anjos de DEUS.
E todo aquele que disser uma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoada, mas, ao que blasfemar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado.
E, quando vos conduzirem às sinagogas, aos magistrados e potestades, não estejais solícitos de como ou do que haveis de responder, nem do que haveis de dizer.
Porque, na mesma hora, vos ensinará o Espírito Santo o que vos convenha falar.
(LUCAS 12:4)


"Todo aquele que purificou a sua alma, o Espírito Santo está aperfeiçoado nele. E são destes que são hoje dotados de ciência infusa. Eles percebem a linguagem de Deus, seu Pai. Devo precisar que nós não morremos. Fantasticamente transitamos de um cosmos para outro. A ideia ela mesma de temer a morte é absurda. O que nos mostrou Jesus Cristo?
A nossa maior preocupação deve ser: como nos vamos apresentar a Deus? Anjos o demónios?



As palavras dos sábios são como aguilhões, e como pregos bem fixados pelos mestres das congregações, que nos foram dados pelo único PASTOR.
(ECLESIASTES 12:11)


LEMBRA-TE do teu CRIADOR, nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos, dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento:
Antes que se escureçam o sol, e a luz, e a lua, e as estrelas, e tornem a vir as nuvens depois da chuva:
No dia em que tremem os guardas da casa, e se curvarem os homens fortes, e cessarem os moedores, por já serem poucos, e se escurecerem os que olham pelas janelas;
(ECLESIASTES 12)


De tudo o que se tem ouvido, o fim é: TEME A DEUS, e guarda os seus mandamentos; porque este é o DEVER DE TODO O HOMEM.
Porque Deus há-de trazer juízo a toda a obra, e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau.
(ECLESIASTES 12:13)

Paulo Climacus disse...

Pode até ser frustrante ter conhecimento e não poder aplicar, mas o pior e julgar o conhecimento por sua aplicação (marxismo),importando mais a aplicação do que o conhecimento.

Campos disse...

Não se deve descartar um conhecimento só por ele não ser aplicável, mas é realmente desanimador, ao menos para mim, ter um conhecimento que poderia fazer o bem para o próximo e não ser possível aplicá-lo (por diversos motivos). Entre (1) ter conhecimento e mesmo não poder aplicá-lo ou (2) não ter conhecimento, prefiro ficar com a primeira opção.

G. R. Costa disse...

Eu sou egoísta. Assim, não me preocupa a aplicação do conhecimento, o que significa despreocuoar-me com o outro. Eu estou em construção, dia-a-dia. O conhecimento é minha ponte para o amanhã; é meu caminho em busca da verdade e perfeição. Creio que por meios os quais não compreendo, o conhecimento assimilado e transformado em habilidade será, por fim, aplicado, por meu exemplo e atitude em prol do próximo.
Buscar conhecimento sempre, buscando a verdade e no caminho da perfeição. A aplicação do conhecimento adquirido virá a seu tempo e modo.