quarta-feira, 1 de junho de 2016

Grande dúvida na Lava Jato: Delações premiadas da Odebrecht e OAS pouparão Lula e ferrarão Temer?


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Cresceu a venda de remédio para dor de barriga em Brasília e adjacências com a confirmação de que a Odebrecht e a OAS firmaram termos de compromisso com a Força Tarefa da Lava Jato para que seus executivos realizem as tão aguardadas delações premiadas. A grande dúvida é qual será o tratamento dado ao poderoso Luiz Inácio Lula da Silva. As duas empreiteiras baianas vão poupá-lo ou detoná-lo? Eis a grande dúvida em casos que correm em confidencialidade e segredo judicial. O habitual "rigor seletivo" vai imperar novamente, ou todos os peixes grandes "dançarão"?

Quem também está preocupado é o Presidento interino Michel Temer. A Procuradoria Geral da República já tinha vazado o conteúdo de uma escuta telefônica na qual o deputado federal Eduardo Cunha, presidente "afastado" da Câmara, reclama com o dirigente Léo Pinheiro pelo fato de a OAS ter "doado" R$ 5 milhões ao candidato a vice na chapa petista, Michel Temer, enquanto adiou "um compromisso com a turma". Dificilmente, qualquer decisão será tomada antes de agosto, até a definição final sobre o impedimento definitivo (ou não) de Dilma Rousseff.

O termo de confidencialidade assinado pela Odebrecht prevê que as informações nele contidas devem ser mantidas em sigilo e só poderão ser usadas nas investigações caso o acordo seja homologado pelo Supremo Tribunal Federal. Na primeira instância, o juiz Sérgio Moro já decretou sigilo sobre o processo ao qual foi juntada a famosa planilha com 300 nomes, e R$ 55 milhões em "doações", apreendida na 26ª fase da Lava-Jato. Os políticos citados tremem de medo. Já estaria em falta, em Brasília, o estoque da famosa cachaça japonesa "Okuta Piskano"...

O fator tragicômico são os apelidos usados nas planilhas para fazer referência aos supostos beneficiários de pagamentos feitos pela empreiteira. Tudo já vazou e se tornou público, até que Moro botou sob sigilo. Nos documentos, o ex-Presidente José Sarney seria chamado de “Escritor”. Renan Calheiros, de “Atleta”. Eduardo Paes, prefeito do Rio, de “Nervosinho”. Eduardo Cunha é o “Caranguejo”. O senador Humberto Costa é o “Drácula”. Lindbergh Farias aparece como “Lindinho”. Manuela d’Ávila, bela deputada federal pelo PCdoB, seria o “Avião”.

Quem elaborou e cuidava das planilhas (que agora pode se transformar naquela "metralhadora ponto 100 citada pelo poeta José Sarney) era o presidente da Odebrecht Infraestrutura. Benedicto Barbosa Silva Júnior, conhecido como “BJ”, um dos principais interlocutores de Marcelo Odebrecht na alocação de recursos a campanhas políticas. Benedicto Júnior já teria revelado ao MPF que Marcelo Odebrecht aprovava os “valores globais” que seriam doados pela empresa.

Marcelo Odebrecht e seus advogados têm a missão de detalhar, nos próximos dias, a detalhar os temas que serão revelados à força-tarefa e listar os documentos que serão entregues. Se tudo der certo, Marcelo deseja ser solto. O pai de Marcelo, Emilio Odebrecht, também prestará depoimentosindicando que pode cumprir a ameaça-promessa, feita na primeira prisão do filho, de abrir todo o jogo. A partir do termo de confidencialidade, Marcelo deve entregar todas as informações sobre contribuições feitas às campanhas eleitorais majoritárias.

Lula tem duas broncas que podem atingi-lo. A OAS deverá ajudar os investigadores a elucidar quem era o verdadeiro dono do tríplex no Guarujá que a Lava-Jato alega pertencer a Lula, embora esteja registrado em nome da OAS. Já a Odebrecht deverá relatar tudo sobre o famoso sítio em Atibaia que a família da Silva frequentava. A empreiteira financiou parte da reforma do imóvel e promete detalhes da negociação para realizar as obras.

$talinácio sofreu uma dura derrota jurídica contra o que chama de "República de Curitiba". O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) negou ontem o pedido da defesa de Lula para que um dos principais integrantes da força-tarefa da Operação Lava-Jato, o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, fosse afastado das investigações envolvendo o ex-Presidente. Os advogados de Lula também queriam que o conselho proibisse o procurador de dar declarações púbicas sobre o caso.

Enquanto nada se resolve em relação a Lula, é a cúpula do PMDB quem fica na mira imediata da Lava Jato. O ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado teria revelado em delação premiada que repassou propina, via doações legais de campanha e até em dinheiro vivo, à cúpula do PMDB. Machado atingiu, nominalmente, Renan Calheiros, José Sarney, Romero Jucá, Jader Barbalho e Edison Lobão. Todos são muito próximos de Michel Temer.

Com um olho no Planalto e outro na Lava Jato, o Presidento Temer reafirmará seu compromisso com o combate à corrupção e a retomada do crescimento econômico. Temer pode anunciar ainda nesta quarta-feira o nome do novo ministro da Transparência, Fiscalização e Controle. Ele aproveitará as posses dos novos dirigentes das "estatais" para fazer os discursos "a favor" da Lava Jato. Os holofotes da mídia e do mercado estarão em Pedro Parente (Petrobras), Maria Silvia Bastos (BNDES), Paulo Caffarelli (Banco do Brasil), Gilberto Occhi (Caixa Econômica Federal), além de Ernesto Lozardo, no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada.

Bancos em polvorosa

O Bradesco garante que não preocupa o indiciamento pela Polícia Federal de seu presidente Luiz Trabucco Cappi e de outros executivos nas tramóias investigadas pela Operação Zelotes na negociação de dívidas bilionárias no Conselho Administrativo de Recursos Financeiros do Ministério da Fazenda.

No mercado, já se especula que os próximos alvos da PF na Zelotes seriam os bancos Branscan e BalkBoston.

O Brascan teria negociado uma dívida fiscal de R$ 229,8 milhões, enquanto a bronca contra o BankBoston chega a R$ 106 milhões. 

Reveja a segunda edição de ontem: Tombini admite queda de juros, Bradesco é indiciado, TCU pega Dilma de novo e TSE proporá reforma política


É preciso entender e debater...


Ilustrativa palestra postada no Youtube sobre Intervenção Militar Constitucional e Desobediência Civil Pacífica.

A inviável e insustentável crise venezuelana


Panorama político e econômico na terra de Nicolas Maduro é assustador, mas presidente ainda tem apoio da faixa pobre da população - seduzida ideologicamente pelo chavismo bolivariano.

Dilma vitoriosa?


Surpreendente Maranhão


Craques do jogo


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 1 de Junho de 2016.

7 comentários:

Carlo Germani disse...

Serrão:toda a canalha petista-comunista tem como pauta atingir Temer.

Você,não é um canalha petista-comunista,mas ao "carregar nas tintas",colabora com essa corja.

Dilma retornar ao poder,significaria a inviabilidade irreversível do Brasil por,no mínimo,30 anos.

Que tal bater (e pesado) no legado trágico das Eras Lula/Dilma e a destruição de todos os fundamentos econômicos-financeiros-monetários e sociais?

Anônimo disse...

Nobre jornalista, será que esses bebedores da famosa cachaça japonesa "Okuta Piskano", estariam incluídos na célebre frase do grande LULALÁ em 1993? " No Congresso Nacional,há uma minoria que se preocupa e trabalha pelo país, mas há uma maioria de uns 300 picaretas que defendem apenas seus próprios interesses”.
Sinceramente não acredito que o filho do “Doutor Honoris Causa" LULALÁ, segundo o jornal O Globo.com teria recebido 10 "milhas", portanto mais cheio da grana que o filho do Presidento Temer.
E atenção, vem aí mais merdelê em dobro.

Anônimo disse...

Serrão todo canalha que quer tapar o sol com a peneira vai se incomodar com seu blog. Quem participou do plano que levou o pais para o buraco não foi você nem eu, o PT, PMDB, PSDB E A PQP encheram os próprios bolsos e agora ficam um empurrando pro outro, então a sua cabeça é seu guia e o SR. tem o melhor serviço prestado se não cair no papo desses canalhas, pois em toda transição o Brasil foi deixado na mesma merda e até pior que hoje... Para esse plano dar certo todas as prefeituras e estados sabotaram o pais roubando, jogando fora, desperdiçando, quebrando e fazendo todo mundo de tonto, a promotoria e judiciário foram os piores pois como todos os canalhas ficaram de bico calado e fazendo mais merdas ainda... Narcotráfico, contrabando, jogos ilegais, sonegação... Cadê a PF e a RF que não fizeram nada. NÃO DEU TEMPO??? DILMA A INCOMPETENTA TEMER O INCOMPETENTO E GOLPISTA...

Anônimo disse...

Pra mi eles fazem parte do eixo do Mal da Politica Brasileira

PT, PMDB e PSDB

Tudo corja

O Brasil esta nas trevas

Chico Trevas

Haja Luz

Estéfani JOSÉ Agoston disse...

MICHEL MIGUELANDO?

DESEMPREGO? NEM PENSE EM MUDANÇA DA SITUAÇÃO CAÓTICA BRASILEIRA QUANTO À PARALISIA ECONÔMICA INDUSTRIAL E COMERCIAL E CLARO, OS ALTOS PREÇOS DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS, ENERGIA ELÉTRICA, COMBUSTÍVEIS, ÁGUA, IMPOSTOS E JUROS...

"Miguelagem
Por Mirian Giannella (SP) em 18-01-2012
Significado de Miguelagem:
Miguelagem é se fazer de miguel, pode querer dizer passar despercebido, se aproveitar sem ser notado, não se assumir enquanto sujeito da ação, despistando, desmentindo."(http://www.dicionarioinformal.com.br/signific…/miguelagem/…/)


Oras, o presidente Michel MIguel Elias Temer Elias Lulia está se fazendo de "Miguel" em relação a isso, o que é comprovado por indicadores econômicos, ida aos supermercados, quando se analisa as contas de energia elétrica, da água potável, para não mencionar a insegurança nas ruas. Porém tal "miguelagem" não acontece com os lucros dos bancos, que continuam astronômicos.

Porém é bem claro, que brasileiros residentes no exterior pretendendo dar pitacos na situação, não conseguem sofrear as línguas e não conseguem mensurar a gravidade da situação, claro, não residem aqui, não vão aos nossos supermercados, não pagam nossas contas, vivem e convivem em outra realidade e por mais que digam, perderam o pé em relação à situação brasileira.

>>>>>>>
no Estadão
Celso Ming
Terça-Feira
Mais desemprego
Continua forte a deterioração do mercado de trabalho. E não há indícios de que o desemprego esteja se estabilizando. Parece inevitável que, nos próximos meses, ultrapasse os 12% da força de trabalho. Os resultados da Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios - Contínua (Pnad Contínua), levanta...CONTINUE A LER EM.......Estadão/Economia/Colunas/Celso Ming

>>>>>>>
no Estadão
"as empresas já sinalizaram que não pretendem fazer a renovação e ameaçam realizar novas demissões para se adequar à queda na venda de veículos"
Milhares de metalúrgicos do ABC fazem protesto para renovar Programa de Proteção ao Emprego
ANDRÉ ÍTALO ROCHA - O ESTADO DE S.PAULO
01 Junho 2016 | 10h 09 - Atualizado: 01 Junho 2016 | 10h 24
Funcionários da Mercedes-Benz e da Ford ocuparam a Via Anchieta para pedir a renovação da adesão das duas montadoras ao Programa de Proteção ao Emprego e ameaçam greve
Milhares de metalúrgicos da Mercedes-Benz e da Ford ocuparam na manhã desta quarta-feira a Via Anchieta, em São Bernardo do Campo, para pedir a renovação da adesão das duas montadoras ao Programa de Proteção ao Emprego (PPE), do governo federal. Segundo o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Rafael Marques, as empresas já sinalizaram que não pretendem fazer a renovação e ameaçam realizar novas demissões para se adequar à queda na venda de veículos. "Se tiver demissão, faremos greve", disse Marques aos manifestantes, que apoiaram a decisão.......CONTINUE A LER EM.......http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,milhares-de-metalurgicos-do-abc-fazem-protesto-para-renovar-ppe-e-ameacam-greve,10000054579

Anônimo disse...

O problema no brasil é que se insiste em dar o peixe ao invés de ensinar a pescar, aí aparece centenas de urubus que vão roubar e desviar o peixe, e o mesmo é desperdiçado e quem está com fome mesmo naõ come, é sempre a mesma coisa e ninguém muda isso, desse jeito nunca a sociedade vai mudar e nunca o PIB vai render. Por isso que estes programas sociais de dar tudo num país corrompido não funciona, só alimenta esta impunidade e a cobiça eleitoral, não é uma questão de dinheiro mas de moral, responsabilidade social, amor próprio e amadurecimento politico e a redução da pobreza é consequência disto, todos queremos resultados, mas poucos estão dispostos a fazer o necessário...

Anônimo disse...

Todos esses políticos, os velhos e novos, são produtos da mesma casa de "farinha".Talvez exista alguma exceção, mas até agora está ausente. Depois que essa turbulência passar, restarão alguns do mesmo "saco" se passando por nobre e tentando permanecer longe da Lava Jato. Novas eleições resolveria isso? Como? Os mesmos de sempre apareceriam contando as mesmas mentiras e, os novos, onde conseguiriam dinheiro para financiar as despesas?