terça-feira, 5 de julho de 2016

Choque de Culturas


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Renato Sant'Ana

Hoje é só uma anedota. Veio-me de um amigo de Buenos Aires. Fez lembrar professores de antropologia que tive em duas universidades.

O motorista e o devoto

Um árabe, muçulmano devoto, com roupas tradicionais, tomou um táxi numa rua de Londres. Mal o carro se pôs em marcha, com a autoridade de quem se considera veículo da revelação, ele determinou bruscamente ao taxista que desligasse o rádio. E ainda se prestou a explicar: por exigência dos ensinamentos de sua religião, ele não deveria ouvir música, tendo em vista que aquela música não existia no tempo do profeta; e muito menos deveria ouvir música ocidental, que é obra dos infiéis.

O motorista inglês, gentilmente, desligou o rádio. Depois, parou o táxi e abriu a porta.

Estranhando, o árabe muçulmano perguntou: "Que está fazendo o senhor?"

Foi ainda com a atitude polida e gentil de um cavalheiro inglês que o motorista respondeu: "No tempo do profeta também não existiam táxis! Assim, o senhor tenha a bondade: desça e espere que passe um camelo..."

P.S. Nas aulas de antropologia, na ilusão de estarmos fazendo um exercício crítico, éramos amestrados para avalizar qualquer valor ou costume de outras culturas (quanto maior o exotismo, mais entusiasmo) e, ainda, muitas vezes éramos induzidos a pôr em descrédito os valores de nossa própria cultura.


Renato Sant'Ana é Psicólogo e Bacharel em Direito.

3 comentários:

Loumari disse...

Uma Vacina oportuna

Um estudo recente, realizado por uma conceituada universidade

portuguesa, concluiu que a ingestão moderada de vinho,

enchidos e presunto reduz, em quase 100%, o risco de

poder vir a tornar-se um "terrorista islâmico" !

Loumari disse...

Un canto a Galicia

https://youtu.be/7pB0fKhimBI

Loumari disse...

A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza.
De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de CRISTO.
Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, POR AMOR DE CRISTO. Porque, quando estou fraco, então sou forte.
(2 CORÍNTIOS 12:9)


Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma?
Porque o Filho do homem virá na GLORIA DE SEU PAI, COM OS SEUS ANJOS; ENTÃO DARÁ, A CADA UM, SEGUNDO AS SUAS OBRAS.
Em verdade vos digo que alguns há, dos que aqui estão, que NÃO PROVARÃO A MORTE, até que vejam vir o Filho do homem no seu reino.
(MATEUS 16:26)


Mas, se alguma viúva tiver filhos, ou netos, aprenda primeiro a exercer piedade para com a sua própria família, e a recompensar os seus pais, porque isto é bom e agradável diante de DEUS.
Ora a que é verdadeiramente viúva e desamparada espera em DEUS, e persevera de noite e dia em ROGOS E ORAÇÕES.
Mas a que vive em DELEITES, vivendo, está MORTA.
(TIMÓTEO 5:4)


Visto que, com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz CONFISSÃO PARA A SALVAÇÃO.
Porque a Escritura diz: Todo aquele que nele crer não será confundido.
(ROMANOS 10:10)


Quem intentará acusação contra os escolhidos de DEUS? É DEUS quem os justifica.
Quem os condenará? Pois é CRISTO quem morreu, ou, antes, quem ressuscitou de entre os mortos, o que está à direita de DEUS, E QUE TAMBÉM INTERCEDE POR NÓS.
Quem nos separará do amor de CRISTO? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?
Como está escrito: Por amor de ti, somos entregues à morte todo o dia; fomos reputados como ovelhas para o matadouro.
Mas, em todas estas coisas, somos mais do que vencedores, por aquele que nos AMOU.
Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir,
Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do AMOR DE DEUS, QUE ESTÁ EM CRISTO JESUS, NOSSO SENHOR.
(ROMANOS 8:33)


Porque todo aquele que invocar o NOME DO SENHOR será salvo.
(ROMANOS 10:13)