domingo, 31 de julho de 2016

Efeitos remotos da longa mutação


Provocação no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Olavo de Carvalho

O início do impeachment de Dilma Rousseff e a acusação criminal contra Lula são EFEITOS REMOTOS de um longo processo de mutação da atmosfera mental brasileira, que eu mesmo iniciei entre 1993 e 1996 com os livros "A Nova Era e a Revolução Cultural" e "O Imbecil Coletivo" e com a série de mais de mil artigos de mídia que se seguiram desde então, bem como com inumeráveis conferências em instituições culturais, religiosas e militares.

Esse esforço só deu sinais de gerar frutos visíveis a partir de 2003, mais ou menos, quando blogs de caráter liberal e conservador começaram a proliferar na internet, junto com milhares de páginas do Facebook, tudo resultando nos movimentos de rua que eclodiram a partir de 2013.

Infelizmente, o curso das coisas tem sido muito mais lento e errático do que eu esperava, graças ao afluxo de oportunistas, carreiristas e imediatistas, que, sem o menor conhecimento ou experiência de guerra cultural, lançam palavras-de-ordem e programas políticos de toda sorte, levados pela emoção do momento, e que ainda têm o desplante de clamar pela "unidade da direita", como se existisse unidade sem estratégia unificada, a qual não é concebível sem um longo e trabalhoso esforço diagnóstico fundado em sólidos alicerces científicos, o que por sua vez exige a colaboração de muitos estudiosos bem preparados e sinceros.

Desse ponto de vista, tudo ainda está por fazer. As poucas vitórias pontuais obtidas têm um grande valor psicológico, mas não abalaram no mais mínimo que seja o poder hegemônico da esquerda -- comunopetista e tucana - que ainda controla confortavelmente a situação, não só na política oficial, mas na educação e na mídia.

É em face dessa situação que lançarei em breve mais um "curso de emergência", com o tema GUERRA CULTURAL: HISTÓRIA E ESTRATÉGIA. Nos próximos dias publicarei o programa do curso.


Olavo de Carvalho é Filósofo. Originalmente publicado no Facebook do autor em 30 de julho de 2016.

Um comentário:

erreve disse...

Parabéns pela publicação da matéria do filósofo e professor Olavo de Carvalho. Ele merece que seus escritos sejam bastante divulgados, pois poucos escrevem com a clareza e o didatismo do professor. Certamente servirão para educar muitos leitores, embora atraia, também, para seu jornal, a ira de psicopatas da esquerda.