domingo, 10 de julho de 2016

Estrabulega


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

O boi no espeto é fajuto. Não passa de estrabulega cateto.

Em assuntos porcinos não me meto.

Por ser o porquinho prático, abordo o lado matemático.

As hipotenusas são suas musas.

De inteligências difusas, ignoram black-tie, que tu também não usas.

Anta bye-bye! Vai pra Porto Alegre e tchau!

O temerário balança mas não cai. (cacófato proposital, para quem seguem em ritmo de pá de cal).

Agosto e esgoto são parentes? Pra proboscídeas e serpentes?

Ó vós urubus, já sabem que tomarão nos respectivos cunhas!!??


Não podem mais nem ir a restaurantes! Este país jamais será como dantes desde que se desmarcarou a escória, pela primeira vez na história.

Inflado como um boneco, aguarda o peteleco fatal; por via aérea ou anal, no fim deste macabro festival.

Pertinho da embolia, o país está paralisado esperando o fim do régulo de botequim.

Que não sucumba na olímpica folia, à força de macumba ou bafo de felina. Pobre ogro! Pobre mina!

Vou parando por aqui ! Saciado de besteira do saci. Mais fácil de tomar rasteira, andando do precipício na beira.

Veremos segunda-feira , se o emaranhado prevalece ou de acalentar seus sonhos se esquece.

Sic transit gloria mundi per tutti i ladri “vagabundi”.

Pai de fantasma funcionário pensa que o povo é otário.


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Nenhum comentário: