domingo, 17 de julho de 2016

STF deve explicações


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Paulo Roberto Gotaç

O Supremo Tribunal Federal (STF) deveria dedicar uma de suas sessões públicas para esclarecer a população brasileira a respeito de insinuações e até de suspeitas recorrentemente manifestadas por setores expressivos da sociedade, dando conta de favorecimentos seletivos a processos investigados na Lava Jato, através de inegável aceleração para alguns e de procrastinações e até arquivamentos insuficientemente explicados para os que dizem respeito aos  implicados que tenham afinidade ideológica com alguns dos magistrados lá encastelados ou que, de uma ou outra forma sejam credores das respectivas nomeações.

Não se deve esquecer que o STF é o órgão de cúpula do Poder Judiciário e possui a nobre missão de garantir o cumprimento da Constituição Federal. 
Assim, sua postura deve se caracterizar pela discrição de seus componentes, ilustres togados, nem todos concursados, alguns sequer juízes, e pela serenidade e imparcialidade de suas decisões, a fim de que não sejam introduzidas tensões inconvenientes na sociedade quanto à credibilidade da última instância de justiça que, se perdida, aproximará o país de uma ruptura democrática de consequências imprevisíveis.     

É inadmissível, portanto, que pairem sobre a nobre instituição, dúvidas quanto á correção, honestidade de propósitos e senso de justiça de seus Ministros. 

Enfim, o STF não pode deixar sem uma resposta convincente, o constrangedor posicionamento de um analista político que, ao vivo e a cores, declarou para todo o Brasil que não acreditava na sua Corte suprema. 


Paulo Roberto Gotaç - Capitão de mar e guerra reformado.

3 comentários:

Anônimo disse...

Doce ilusão essa de esperar que os lobos mudem a sua natureza.
Aliás, o propósito deles é justamente de fazer injustiça, de impunidade, de que todos somos ladrões e logo o melhor é conformar com os cubanos no poder, pilhando a nação.

Anônimo disse...

Gostaria que o STF me explicasse porque não temos ainda políticos engaiolados!?E também porque muitos dos sem vergonhas querem ser julgados pelo STF e não pelo juiz MORO!Qual a diferença?Isso me deixa com a pulga atrás da orelha!!!!

Anônimo disse...

Serrão,

O capitão Paulo Roberto esta coberto de razão.

Índio/SP