sexta-feira, 26 de agosto de 2016

A Volta da Língua do Cão


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Peço desculpas aos amáveis leitores, mas a Anta está nos estertores; temos que nos reciclar.

È verdade que a língua do cão não é uma unanimidade.

Muitos pensam que é incãopatível com uma prosa culta.

Outros acham que revelam uma faceta até agora oculta.

O cãoplexo de vira lata, nos impediu até hoje de acabar com a dos políticos, mamata.

Invectivemos o bastardo que acoberta o crime de Cão Bernardo.

Será pego na certa, qualquer dia, à hora que desperta.

Incãotáveis reclamos do povo, virarão chuva de ovo.

O tarado ovacionado, queira ou não queira, usará bela tornozeleira.

Se fizer nova besteira, ganhará a focinheira.

Levado pela carrocinha até a fábrica de sabão, por abusar , sem salvação, do osso que levou a economia ao fundo do poço.

Enquanto isso, leva na veia soro, um enfurecido touro.

Até homenagem de dona Onça recebeu. Vai sobrar pro barba e pro Zebedeu.

Quietinho, fingindo-se cachorrinho, sem alarde (porque cão que late não morde) está Totó Folião.

Mais dia, menos dia, será o cão que não late mas mia.


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

2 comentários:

Anônimo disse...

As duas senadoras que defendem a Dilma, a "narizinho" e a outra que se veste de modo bizarro, parecem a "Bela e a Fera", estão tentando enrolar, instigar e fazer o que sempre fizeram, bagunçar o senado. Não vai colar.

Anônimo disse...

Os petistas estão citando até procedimentos aceitos por "TCU" da Europa(?). Será que eles ainda pensam que estão lá? É desespero total e o "Pedro Pedreira" fica ameaçando com denuncias à Justiça, posteriormente, ex-auditor e quem quer que esteja ou tomou alguma medida contra os desmandos do governo Dilma. São tantas coisas, que o assunto principal desse julgamento é pequeno, diante de outras ações lesivas que foram praticadas.