terça-feira, 2 de agosto de 2016

Anotações para o Futuro


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

No passado, cada país pintava de uma cor seus carros de corrida.

O Reino Unido usava o verde escuro (british racing green).

A França, o azul celeste.

A Itália, o vermelho.

A Espanha, o amarelo.

A Alemanha, o branco.

Em determinada ocasião, o regulamento das corridas permitia carros com até X quilos.

Um bólido da Mercedes Benz excedia o peso por algumas gramas.

Alguém teve a genial idéia de mandar raspar a pintura.

A providência deu certo, mas foi questionado o abandono da cor branca.

Um especialista em heráldica lembrou que o branco é a representação da prata (cor do metal raspado). O veículo foi autorizado a correr.

Assim é a vida.

Só a multidisciplinaridade do conhecimento pode garantir um acerto.

Sempre digo aos filhos de meus amigos.

Aproveitem para perguntar tudo aos “tios” velhos. Mais tarde, será tarde demais.

Quando era jovem, intrigou-me um objeto de “nécessaire” masculino do início do século XX.

Era um cabo com uma haste e um gancho na ponta. Um senhor me disse:

“É um abotoador de botinas!”



Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

3 comentários:

Loumari disse...

CPI DOS GENERAIS ! COMUNISTAS ? LEI MARCIAL ! COMPARTILHE !" EXÉRCITO BRASILEIRO "

https://youtu.be/xWYZVI_xec0

" Que porra de dizer que tá tudo funcionando ? " " CPI " dos " Generais " dentro das " Forças Armadas " para ver quem avermelhou ou não ! As " Forças Armadas " estão aí para estarem ao lado do Povo " E não para estarem ao lado de " Partidos Políticos " ! Muito menos " Socialistas " " Comunistas " Queremos Generais de atitudes ! A Favor do Povo ! Fora " Comunismo " " Foro de São Paulo " " Ursal " " Unasul " " Brics " ! Artigo 1 da Constituição : " Todo o Poder emana do Povo " ! Fora Generais Comunistas !
" Exército Brasileiro " " Forças Armadas Brasileiras "

Anônimo disse...

testo de Mauricio Mantiqueira. Alguns gramas e não Algumas gramas.

Loumari disse...

É muito engraçado isto que aquele que visa corrigir a falha do outro este mesmo comete um tremendo erro de ortografia.
Não se diz testo mas sim: TEXTO.

Mantiqueira o que cometeu é o que academicamente pode chamar-se de erro de apreciação. Em câmbio o anónimo de 9:31 AM o que cometeu é erro de ortografia.

Em ambos autores que se julgue unicamente a intenção. Em ambos as suas intenções são boas. Pouco importa o erro de apreciação ou o erro de ortografia.

A palavra testo existe no dicionário de língua portuguesa que como adjectivo significa: Que não receia o perigo; resoluto; firme; enérgico; atestado; repleto;
E também a palavra testo é usada no substantivo como: Tampa para vasilha; camada de barro por onde se filtra a água dos pães de açúcar; cabeça; chapéu; (do latino testu).