segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Aumenta o risco de eleição indireta, com a queda final de Dilma e eventual "Fora, Temer" após 2017


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Imagem patética do final de semana, digno de olim-piada. Todos os jogadores da Seleção Brasileira de Futebol, com a bola olímpica murcha, porque não consegue marcar gol, resolveram imitar os políticos acusados de corrupção: os "craques" do nosso time de araque, após o empate com o Iraque, saíram de campo, vaiados, sem querer falar com a imprensa, em Brasília. O time brasileiro está igualzinho a Michel Temer na economia. Precisa mostrar resultado urgentemente, mas não consegue. Aumenta o risco de desclassificação... De ambos...

No futebol da politicagem, quem tomará uma goleada no Senado é Dilma Rousseff. Pelo menos 44 dos 81 senadores já garantiram que, nesta terça-feira, votam a favor do relatório da comissão especial do impeachment. A sessão que decidirá a pronúncia contra Dilma será presidida pelo ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal. Moralmente, Dilma fica ainda mais insustentável porque o TSE descobriu que a campanha da petista repassou R$ 133 milhões a 40 empresas que não possuíam sequer um funcionário registrado em 2014. Desse grupo, 11 fornecedores concentraram 95% dos repasses - ou R$ 126 milhões...  

É fim de papo para Dilma, antecipadamente... Nem o mais otimista membro da petelândia acredita que as menções a Michel Temer, nas delações premiadas da Odebrecht, possam salvar a situação da Presidenta. A situação de Temer, no entanto, também se complica. Mas a confusão fica para depois do impedimento final da Dilma. A "colaboração" dos empreiteiros só deve ser homologada mês que vem. Assim, com a caneta mágica do Diário Oficial na mão, a crença é que Temer consiga ter força para sobreviver politicamente. Tudo, na verdade, depende do sucesso econômico - missão complicada no curto prazo.

Temer foi obrigado a admitir à revista Veja, em nota, que jantou com Marcelo Odebrecht em maio de 2014. O vice da Dilma reconheceu que ele e o empresário conversaram “sobre auxílio financeiro da construtora Odebrecht a campanhas eleitorais do PMDB, em absoluto acordo com a legislação eleitoral em vigor e conforme foi depois declarado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE)”. Na campanha citada, a Odebrecht doou ao PMDB R$ 11,3 milhões. O perigo é se a grana veio do criminoso caixa paralelo da empreiteira baiana...

Pouco tempo atrás, Michel Temer já tinha sido forçado a negar outra reunião para arrecadação de recursos de campanha, com Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro. Em 2012, de acordo com delação premiada de Machado, ele e Temer se encontraram na Base Aérea de Brasília. Temer teria pedido ajuda para a campanha de Gabriel Chalita, candidato do PMDB a prefeito de São Paulo. A ajuda de R$ 1,5 milhão foi dada pela empreiteira Queiroz Galvão, outra enrolada na roubalheira contra a Petrobras.

Além da cúpula do PT e de Temer, as delações premiadas na Lava Jato não poupam ninguém. Lula, Temer, José Serra, Aécio Neves, Antônio Anastasia e por aí vai... Engraçado é ouvir que o senador petista Lindbergh Farias - cotadíssimo para ser alvejado por denúncias na Lava Jato - exige o afastamento imediato dos ministros José Serra (Relações Exteriores) e Eliseu Padilha (Casa Civil). Só falta mesmo é o marketeiro João Santana confirmar que Dilma participava pessoalmente das articulações para captação de grana na campanha...

A situação política fica pra lá de insustentável. Já tem gente falando sério sobre o "Fora, Temer". Como nada acontece este ano, uma eventual mudança de Presidente seria decidida no Congresso Nacional em 2017. A Constituição prevê "eleição indireta", depois de cumpridos dois anos de mandato...

A pergunta fatal é: combalida do jeito como nunca esteve, a economia brasileira vai aguentar tanto tempo de espera na incerteza política?

Como a provável resposta é negativa, o caos gerado tem tudo para forçar mudanças reais no Brasil, mesmo contra a vontade dos pizzaiolos de plantão...  

Releia o artigo de domingo: Quem planeja extinguir o PT? Gilmar e os petistas


Com uma defesa dessas...


Indefensável Anta


Michel Ligeirinho


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 8 de Agosto de 2016.

4 comentários:

Loumari disse...

Não sei qual é o interesse de cobrir a cabeça do Lula com excrementos? Este homem, Lula, consegue ser mais inteligente do que todos vocês reunidos. E isto vem sendo provado. Vede que todos, resvalam e ele continua e permanece intocável. Ele, Lula, já foi presidente da Nação. E de que Nação meu Deus! Brasil. E Não se exclui a forte probabilidade de que ele volte a ser de novo vosso presidente e mestre supremo da Nação Brasileira.
Oh lé lé! Oh lá lá, só o Lula é que chega lá. Enquanto vocês estão a meter-se o dedo no olho.
Très mauvaise présage! Não está aqui quem falou. Só foi uma broma.

Samuel Costa Amarantos disse...

O Temer, negou as denuncias do Machado, mas como pratica constante dos nossos políticos os fatos indicam que ele estava escondendo a verdade.

Anônimo disse...

TODO PROTESTO CONTRA TEMER ESTÁ PROIBIDO, VAIAS E FORA TEMER NEM PENSAR, ESTÁ IGUALZINHO AO JUDICIARIO, TODO CORROMPIDO E INCOMPETENTE E TODOS TEMOS QUE CALAR A BOCA,JÁ CORREMOS O RISCO DE PENHORA, PRISÃO, TORTURA OU ASSASINATO... AGORA SÓ FALTA OS SENADORES MIXAREM PARA TRÁS E TRAZEREM A DILMA DE VOLTA...

Diana Nascimento disse...

Será que é tudo mentira como o Temer disse em relação a delação do Machado? Eu nunca tive dúvidas de quem é o Temer. E a verdade vai aparecendo...