sábado, 6 de agosto de 2016

Linguagem Modificada


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Um dos sinais de grande decadência social é o empobrecimento da linguagem.

Nosso país está sob ataque de um poderoso instituto de manipulação psicossocial a serviço dos implantadores da Nova Ordem Mundial.

Procura-se substituir termos unívocos por plurívocos. Exemplos:

“Comunidade” para designar “favela”.

“Movimentos sociais” em lugar do correto “arruaceiros a soldo de interêsses políticos”.

Sugiro que recusemos expressões e termos modificados pela ação “ politicamente correta”.

Como nos ensina Condillac no capítulo cinco de sua Logique, uma linguagem bem precisa é, por si só, um início de ciência.

Nâo censuramos ninguém por querer se destacar da multidão com um discurso vazio mas de grande efeito sobre os ouvintes.

Imagino o comportamento de Incitatus no senado romano.

Coices e relinchos.

Normalmente, os que nos querem imbecilizar, usam de expedientes imortalizados por Carlos Gardel em sua obra Amores de Estudiantes:

“Hoy un juramento, mañana una traición ....”



Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

2 comentários:

Loumari disse...

Os jogos olímpicos de Brasil, País onde tudo é baseado no sexo, sexo, mais sexo e de mais porcamente imundo, vede que aos atletas se lhes põem a sua inteira disposição o número de 42 preservativos para satisfazer suas necessidades sexuais. 450 mil Condons, 100 mil preservativos femininos e 175 mil frascos de gel lubrificantes, posto a disposição dos atletas. Que nos digam: É isto maravilhoso e divinamente fantástico aos vossos olhos povo brasileiro?
E ainda tende audácia de dizer que não sois povo de Satanás?

Escutem bem o que vem nesta banda. Brasil nem o podre é luxo. Em que outro País se viu tal coisa horrendamente abominável?

Los mayores Secretos y Hechos Oscuros de los Juegos Olímpicos

https://youtu.be/WAr5U4W6g9g

Anônimo disse...

Olavo de Carvalho disse que o limite da ação revolucionária é a realidade. Os partidos de esquerda serão neutralizados por esse antídoto que o sistema judiciário (não aparelhado) está aplicando diligentemente. Meios drásticos, como a extinção legal dessas agremiações, apenas alimentará uma cadeia de reações , trazendo para a sociedade o inferno dialético dos militontos. O método socioconstrutivista na alfabetização impede o aluno de detectar sofismas, facilitando sua cooptação para a agenda da esquerda globalista quando se fizerem consultas "democráticas" sobre sua implementação. Mesmo a capacidade humana de projetar cenários possíveis para a solução de problemas é confundida com construções oníricas que se materializam em pesadelos.