sábado, 10 de setembro de 2016

A Pulga e a Zebra


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

O novo governo está como a pulga na zebra; ora na lista branca, ora na lista negra dos mercados. Aqui se faz; aqui se paga. Desocupa a moita ou ...

Repetimos (e repetiremos à náusea): o novo timoneiro terá que decidir:

Entrar para a História ou na pocilga.

O tempo ruge (por urge!).

Se decidir capitular às chantagens, terminará seus dias em outras paragens.

A AGU está um angu. Ou fica o moço (angú de caroço) ou uma pá de cal na, da fantasia, ilha (pá d'ilha).

Gemer por causa do merdel, não é, que se faça, papel.

Parece que o bicho é neurastênico; seria papel higiênico?

O povo, perplexo, não perdoa atitude sem nexo.

Continue na faxina, da herança maldita da mina burra.

A caravana segue enquanto o asno zurra.

“Juquinha, venha cá ! Quem deve vai se “ferrá”.

Romeiro: “Boa romaria faz, quem em casa fica em paz”.

Nunca merdandantes na história deste país, um tarado fez o que quis!

Bigodeados por Páris fomos que entregou o melhor de seus pomos à mais bela.

Assim começou a guerra, mas só o povo se ferra.

Mouro & Cia., donos do curral, já dão por certo o macuco no embornal.

Sucuritiba esmagará a jararaca que se achava a maioral.

Mas que não passa de Marginal...


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Nenhum comentário: