terça-feira, 13 de setembro de 2016

Eduardo Cunha promete livro com diálogos de memória contra Michel Temer, Moreira Franco & cia


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O futuro escritor Eduardo Cunha, estrategicamente, não deseja se transformar no "Delator Predileto" da Lava Jato. Taticamente, Cunha vai manter o cinismo defensivo de sempre, quando chegar a hora de sentar na vara do juiz Sérgio Moro. Eis o cenário que se desenha depois que Cunha foi implacável e humilhantemente cassado pela goleada de 450 a 10, com 9 abstenções, em quebra de decoro parlamentar, por ter mentido sobre suas contas correntes na Suíça. Poderoso até outro dia, famoso por comandar o "Centrão" da Câmara dos Deputados, Cunha experimentou o gosto amargo da "pragmática traição" no parlamento tupiniquim. A petelândia vibrou com o "#foraCunha".

O Presidente Michel Temer e o ministro Moreira Franco - que Cunha classificou de "Eminência Parda do Governo" - devem ser os alvos principais de um livro que Eduardo promete escrever. Logo depois da massacrante cassação, Cunha advertiu que não partirá para a "colaboração" com a Lava Jato: "Só faz delação quem é criminoso. Eu não sou criminoso e não preciso fazer delação. Vou escrever um livro sobre o impeachment tornando públicos os diálogos com todos que falaram comigo. Não gravei conversas, tenho boa memória. Diálogos com todos os personagens que participaram comigo com relação a isso serão tornados públicos na sua integralidade. Ao tempo que eu for me lembrando, vou expor a vocês. Não sou uma pessoa de fazer ameaças veladas. Acho que a sociedade merece saber. Leia meu livro que você vai saber".

Cunha jogou seu humilhante afastamento na conta de Michel Temer, Moreira Franco e Rodrigo Maia: "Eu errei muitas vezes, sou humano, mas o que está levando a minha cassação é a política. Fui vítima de uma vingança política, perpetrada no meio do processo eleitoralO processo de vingança da conjuntura. Eu culpo o governo hoje, não que o governo tenha feito alguma coisa para me cassar. Mas quando o governo patrocinou a candidatura do presidente que se elegeu em acordo com o PT, o governo, de uma certa forma, aderiu à agenda da minha cassação".

Eduardo Cunha escolheu o estratégico "ministro das Privatizações" como alvo direto: "O governo hoje tem uma eminência parda. Quem comanda o governo é o Moreira Franco, que é o sogro do presidente da Casa. O sogro do presidente da Casa comandou uma articulação que fez com que tivesse uma aliança do PTCom apoio do governo e do PT ele queria me cassar. Conseguiu entregar minha cabeça. Houve uma pauta, um compromisso do presidente da Casa de pautar e me cassar, era sabido que se começasse a sessão hoje ela ia começar e terminar como terminou. Se fosse depois da eleição o resultado obviamento não teria sido esse".

Meia Hora de Defesa de Cunha



Só Luiz Inácio Lula da Silva tem uma situação tão ou mais temerária que a de Eduardo Cunha diante da famosa mão pesada do juiz Sérgio Moro. Ao contrário do habitual em situações de acusação, Lula e seu "Instituto" sequer quiseram responder à declaração judicial do presidiário Marcos Valério Fernandes de Souza, ainda sem dar provas concretas de que Lula, José Dirceu e Gilberto Carvalho foram chantageados pelo empresário Ronan Maria Pinto - supostamente para nada revelar de obscuro sobre o sequestro, tortura e brutal assassinato de Celso Daniel (prefeito petista de Santo André).

Marcos Valério revelou que R$ 6 milhões foram repassados a Ronan, via Banco Schain, pelo pecuarista José Carlos Bumlai - aquele mesmo com quem Lula pode ter se encontrado, recentemente, em providencial internação rápida para exames de rotina no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Na versão valeriana, a grana serviu para Ronan comprar o jornal Diário do Grande ABC. O criminalista Marcelo Leonardo, que defende Valério, admitiu que seu cliente tenta uma delação premiada, na qual pode revelar novos fatos e provas. O advogado ressaltou que seu cliente "teme represálias"...

Replay providencial


O decano Celso de Mello apelou à memória de Ulysses Guimarães no discurso de exaltação à posse da ministra Cármem Lúcia na presidência do Supremo Tribunal Federal.

Ao encerrar os trabalhos da Constituinte de 1988, Ulysses declarou, sendo repetido ontem por Celso de Mello:

"A corrupção é o cupim da República. República suja pela corrupção impune tomba nas mãos de demagogos, que, a pretexto de salvá-la, a tiranizam. Não roubar, não deixar roubar, pôr na cadeia quem roube, eis o primeiro mandamento da moral pública".

Amarga condenação
  
Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 13 de Setembro de 2016.

7 comentários:

Anônimo disse...

Agora temos dois grandes empresários ( Marcos Valério e o Cunhão)a investir na "compra" de várias turbinas eólicas (aqueles grandes ventiladores usados no Ceará) para qua façam um grande estrago com bastante MERDELÊ, mas muito MERDELÊ, nos antigos companheiros que o traíram.É provável que o CUNHÃO se transforme no novo membro da ABL com a publicação do seu livro-bomba, já que negou a existência das "pautas-bomba”.

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Os vícios da chamada "democracia" brasileira,que na verdade a transfomaram em OCLOCRACIA (=democracia degenerada,corrompida,deturpada,praticada pela massa ignara em proveito da patifaria política),atinge não só a relação dos eleitores com os candidatos que elege,sob as "bênçãos" da Justiça Eleitoral,mas também as "microdemocracias" (=micro-oclocracias) praticadas nos organismos públicos (Parlamentos,Tribunais,etc). Tudo leva a crer que nessa "democracia" deturpada os "eleitores" tendem invariavelmente à escolha do PIOR,preferencialmente do mais corrupto. Assim já aconteceu até em tribunais,onde chegaram a escolher presidentes manifestamente corruptos.O episódio da cassação de Cunha,por exemplo,deveria levar junto todos os deputados que o elegeram Presidente da Casa. Mas esse parlamentares cretinos "viraram-o-cocho" onde comeram quando viram as coisas "pretas" para o lado de Cunha.Será que eles não tinham a mínima ideia de quem era Cunha
quando o elegeram Presidente? E depois de tantos anos de convívio parlamentar? Como justificar a sua cassação por 450 X 10 ? Estariam esses cretinos pretendendo uma "autoabsolvição",sacrificando Cunha ?

Anônimo disse...

Não roubar não deixar roubar e por na cadeia quem roubar isto não é tão profundo assim, pois existem outros crimes comandados pelo judiciário e esses crimes Carmem Lucia também fingiu que não existem. Narcotráfico, contrabando, jogos ilegais, sonegação, sabotagem e a formação de quadrilha que inclui os políticos, funcionalismo, judiciário, FFAA e maçonaria...

Anônimo disse...

MENOS 2 DEJETOS INDUSTRIAIS IRRECICLÁVEIS NA POLÍTICA: DILMANDRAKE-PT E CUNHA!
2 MERDAS: a primeira fede insuportavelmente e a segunda fede menos, pois ajudou o Brasil, embora não teria sido seu projeto, mas briga pessoal ao desempoleirar o maldito PT!
ENQUANTO ISSO...
FIQUEMOS DE OLHO NOS NOVOS DISFARCES DO PT!
POR ONDE ANDA A ESTRELA VERMELHA DE SEUS CÃODIDATOS?
SUMIU, PORQUÊ?
ANTES DE MAIS NADA, o estelionatario $talinacio Mula da Silva deveria ser encostado, desprezado, por onde passasse fosse vaiado, chutado, como se fosse um cão sarnento, além de nas redes xingado apenas 24 H!
Daí que seu partideco composto apenas de meliantes, sempre enxovalhado na midia, manter assedio em cima desse fajuto PT, não dar terreno para que as bacterias componentes desse partido de gatunos volte à vida política, MENOS AINDA QUE OCUPE CARGOS!
A não ser que v tenha preferencia pelo PCC, CV, FARC...

Anônimo disse...

Em posse de Carmen Lúcia, Celso de Mello critica DELINQUÊNCIA GOVERNAMENTAL E MARGINAIS DA REPÚBLICA.

Brasileiro é um coitado otário, que tem uma cabeça de pica, que só guarda as coisas por dois dias e olhe lá. Assim os pilantras deitam e rolar, pois sabem que em “no time” tudo é esquecido. E vamo que vamo!

Esses togados, encapados e cheios de prosa, brincam com a gente. Uma hora é um, outra hora é outro e vão fazendo o que querem com o povo e com a justiça.

Esse Zé ruela (para mim é Zé ruela e quem não gostar, f...) foi contra a maioria do STF e libertou um assassino que já tinha sido condenado em segunda instância . E não é a primeira nem segunda vez que esse cara (“Excelência” para os otários, ... que nenhum ser humano é excelência no meu vocabulário) pisa na bola.

“Celso de Mello, afirmou que a decisão do STF sobre o assunto “não se reveste de eficácia vinculante”!” Deixa eu dizer para você onde você deve atochar a sua eficácia vinculante,... no cú.

Me digam aí a quem esse Zé ruela estava tentando beneficiar se não aos seus amiguinhos, heim? Como os corruptos voltaram a se sentir (quando a segunda instância não leva à cadeia) com essa ajudinha do ‘decagano’!

Quero saber também se todo cidadão vai ter a chance de requerer da defesa que o seu caso seja resolvido só em ultima instância. Eu sei que não, é só dar uma olhadinha nos presídios. Mas se assim fosse, para que serviriam as outras cortes e juízes? Todos os casos terminariam no STF ou abre-se apenas precedentes para se deixar a porta aberta aos amigos porretas? Lógico que é isso aí!

Deixem de ser otários, esse ‘decagano’ e os outros cheiram à mesma coisa. Merda...

São uns sem vergonha, sem moral, e só não vê quem não quer, ou é muito, mas muito, otário.

Para mudar o Brasil, primeiro que tudo tem se mudar esse STF. É ali que todos os conchavos contra o povo recebem aval. Depois, mudar a maneira de como se nomeia esses trastes...

Ou então só na porrada...

http://istoe.com.br/ministro-contraria-ordem-do-stf-e-lava-jato-reage/

Anônimo disse...

Os deputados que votaram pela cassação que festejem bastante. Quando o cassado começar a abrir a boca diante do juiz, aí vai ser um esconde-esconde danado. Lá se foi mais um pernicioso, cínico e mentiroso. E a fila só começou a andar. Próoximooo!!

Anônimo disse...

Aproveite, o casal Cunha, para comprar umas caixinhas de chiclete para dividir com o casal de marqueteiro.