quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Fuleco, Furreco Fubango


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Acostumado a se relacionar com tribufú, o ogro, agora, está prestes a tomar na rima.

Dourado fisgado por sulino anzol, deu tanto trabalho para o excelso urubuzário, que tentou o quanto pode, segurar o rojão do pobre bestalhão.

Agora está, de um mouro, na mão.

Pirapora ou pirará pra escapar da maldição do Guarujá?

Pra ele seria um alívio encontrar-se com amigo bolívio.

E a sorte dos “cumpanheiros” de antes?

Igual a dos merdandantes?

Se o avião estiver sem teto para decolar, ficará sem terra o povinho que tanto berra?

Pior! Se tiver que abortar a decolagem, ficará arranhada a imagem ?

Talvez a empáfia perca ao bater com o rabo na cerca.

Eu sei que macaco velho, sobe em árvore num instante, ao começar briga de elefante.

Agora ninguém mais se espanta com o fim da rena d'anta.

A mina por idiota, terá temporada cairota.

Perplexo, não mais cogito sobre a esfinge do molusco e reflito:

Será indecifrável como a do Egito?

No Judasciário passará “vergüenza” ou cairá nas mãos de Doña Uença?


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Um comentário:

Anônimo disse...

Será que Dilma fará a mesma coisa que Lula? Ao sair da presidência carregando vários caminhões e com os presentes indevidos levados, ainda se acha um "pobre homem" e honestíssimo, como Dilma também afirma. Afinal uma família toda classe média "pobre" que não tem triplex, sítio luxuoso, cozinhas milionárias, milhares de presentes armazenados e pagos por amigos, filhos com fazendas espalhadas pelo pais, etc. Deve ter sido o PRONATEC, a governança e a Pátria Educadora. Pra mim foi a ESCULHAMBANÇA.