terça-feira, 6 de setembro de 2016

Tragédia Jurídica


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Laércio Laurelli

A sentença do impeachment de Dilma Rousseff, considerada a maior tragédia jurídica jamais vista neste país, foi proferida sob a eloquência da dogmática irreverente e ao mesmo tempo corajosa pelo presidente do supremo tribunal federal, considerada a maior ofensa e o mais pungente ultraje que poderia padecer na vida e na pátria dos brasileiros.

Ninguém poderia supor capaz de sair da linha de compostura e altivez de causar a mais imoral postura ofensiva para a instituição do Estado. Posicionou-se diante da transmutação de comportamento dada a figura elevada que ostenta na qualidade de um presidente do supremo tribunal federal, devotamento de seriedade e responsabilidade que exerce na magistratura moldada na limpidez de notável idealismo de uma grandeza marcada pelo exemplo dignificante da mais cobiçada das honras que podia receber.

Esta tragédia, esta nódoa causou excepcional perversão nos efeitos externos do Poder Judiciário. Causou a destruição da credibilidade e arruinou a mente, o corpo, a alma e o espirito que o sodalício sempre manteve como principio hermético.

Sabemos que as estacas da moral e dignidade permanecerão intactas, se e quando o areópago supremo tomar uma decisão austera em favor da defesa da instituição expurgando os ministros infiltrados com tendência participativa da convulsão utópica marxista.

PENSEM NISTO!


Laercio Laurelli – Desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo ( art. 59 do RITJESP) – Professor de Direito Penal e Processo Penal – Jurista – Articulista – Idealizador, diretor e apresentador do programa de T.V. “Direito e Justiça em Foco” Patriota.

3 comentários:

Anônimo disse...

NEM COM ESTACA E NEM SEM ESTACA O JUDICIARIO NUNCA TEVE MORAL HONRA OU ÉTICA VERDADEIRA MAFIA ATUA EM TODOS OS MUNICIPIOS DOS ESTADOS COM SEUS CRIMES,URSUPAÇÃO, SABOTAGEM, SONEGAÇÃO, CONTRABANDO, NARCOTRAFICO, JOGOS ILEGAIS E TODOS OS TIPOS DE SACANAGENS...

Anônimo disse...

"Sabemos que as estacas da moral e dignidade permanecerão intactas, se e quando o areópago supremo tomar uma decisão austera em favor da defesa da instituição expurgando os ministros infiltrados com tendência participativa da convulsão utópica marxista.".

O difícil será encontrar na Banania um "areópago supremo"!

Anônimo disse...

O sinal de que os magistrados nomeados pelo PT foram escolhidos para desrespeitar a instituição foi Dias Toffoli colocando os pés sobre a mesa na sessão da Ação Penal 470.