quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Triste fim do Ogro Chinfrim



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Os jornais não mais dão notícias. Apenas “matérias pagas” disfarçadas de opiniões ou artigos.

Na internet, as redes sociais, filmam e postam acontecimentos que no passado eram abafados.

No novo mundo-caleidoscópio, todo dia há um cenário diferente.

A classe política não se deu conta de que virou polititica.

Meretríssimos ainda se acham porque não percebem a fubecada que, em breve, vão tomar.

Anistias na calada da noite, são mais que malandragem; são confissões de desespero.

O Brasil mudou porque a classe média acordou.

Essa mesma, que foi seduzida por fauno porcino e sua claque.

Desatado o mistério das urnas, não haverá mais vitórias no tapetão.

O derrotado néscio, percebeu a mutreta, mas quis ficar de bem com a mina.

Tomou coca pra ter gases, e peidar em outras fases.

A escolha entre o ruim e o péssimo, terá pênaltis no acréscimo.

Em breve, hibernação profunda, depois de merecido pé na rima.

Renantas e outros bichos, não terão mais seus caprichos.

Em tempos de pretensa anistia, até vira-bosta não pia.

Parece a história inglória da mulher que morreu de bom dia.

Perto dos trilhos, pensou que o bonde vinha; o bonde ia e pá nela.

Ficou sem pão com mortadela.


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Nenhum comentário: