sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Vertigo Final


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Quem planta ventos, colhe tempestades.

A idiota anterior até estocava ventos.

Queiramos ou não, estamos perto do Gran Finale.

A maior crise moral, política e financeira da história do país nos deixou lições importantes.

O despreparo da imprensa, amestrada ou não. Jornalistas bostejam à tripa forra.

Transmitem ao público a falsa ideia de que há algum poder supra nacional.

Não sabem (ou fingem não saber) que o Brasil é um país soberano.

A única vulnerabilidade é perante ao poderio militar dos Estados Unidos da América.

Tudo mais, ONU, OEA, Corte Penal Internacional Penal, Cortes Internacionais de Direitos Humanos, são tigres de papel para assustar as criancinhas no trem fantasma.

Podem enfiá-los no guardador de processos do molusco.

O executivo é um cabide de empregos. O judas cário é o câncer em estágio mais adiantado. O legislativo, bordel numa guerra (por enquanto) sem quartel.

Mas o maior perigo para os canalhas não é a dona Onça (na menopausa).

O perigo é o povo enfurecido, indignado, com fome de alimentos e ou de vingança.

Lembrem-se da queda da Bastilha. Não houve nada que a defendesse.

Talvez no dia da fúria venham a perecer milhares de inocentes.

Pequeno aumento na estatística atual de assassinatos pelo crime organizado.

Mas as vítimas principais serão os poderosos de hoje.


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Um comentário:

Anônimo disse...

Um povo enfurecido e faminto não alcança os poderosos, a não ser que seja insuflado, ou tenha seu intento facilitado, por outros poderosos.